27 mar Ações e Derivativos Imposto de Renda

Imposto de renda e ações? Difícil?

Fernanda, do BlogDPI, escreve: “Como declarar seus rendimentos em ações no Imposto de renda? Estou para comprar ações e quero ver como vou me virar ano que vem. Parece que a declaração é bem complicada!” Vou começar tentando animá-la, afirmando que a declaração não é assim tão complicada. Vai ter que fazer algumas continhas mas […]

por Conrado Navarro
há 8 anos


Fernanda, do BlogDPI, escreve: “Como declarar seus rendimentos em ações no Imposto de renda? Estou para comprar ações e quero ver como vou me virar ano que vem. Parece que a declaração é bem complicada!”

Vou começar tentando animá-la, afirmando que a declaração não é assim tão complicada. Vai ter que fazer algumas continhas mas nada que uma matemática básica não resolva. O importante é entender o raciocínio por trás destas contas. Ah, um bom contador também dá conta. Uma boa notícia: algumas operações são isentas. Ganhos de pessoa física, em operações no mercado à vista de ações em Bolsa, que somem R$ 20.000,00 ou menos, na venda, são isentos de IR. Isso é ótimo para os pequenos investidores não é mesmo?

Para o seu caso (que não é day trade*), a alíquota usada no cálculo do imposto de renda sobre os rendimentos, ou ganho de capital, é de 15%. Algo interessante é que você pode usar as taxas de corretagem e outros custos atrelados à compra/venda de ações, somando-os com o custo de aquisição das ações. Com isso, você reduz o valor do rendimento, pagando menos imposto. Para encontrar o valor-base de recolhimento do imposto, de onde serão tirados os 15% da Receita, devemos obter a diferença positiva entre o valor da venda e o custo médio das ações vendidas. Como assim? Vou explicar.


Nos documentos da Receita, podemos ver as regras para o cálculo, como segue:

  1. Some os gastos com as compras da ação que pretende vender até a data da venda desta mesma ação;
  2. Na venda, divida o valor encontrado no passo anterior (passo 1) pela quantidade de ações que você possui. Assim, você encontra o valor de cada ação que, multiplicado pela quantidade de ações, vai resultar no custo médio de aquisição;
  3. Para venda parcial, o valor do estoque remanescente deverá ser ajustado, subtraindo-se do valor calculado no passo 1 o custo médio do ativo vendido.

Parece complicado mas, de novo, isso pode ser preenchido com certa facilidade por contadores um pouco mais experientes. Os honorários justificam o trabalho e principalmente a sua decisão de investir no mercado de capitais, que tanto crescimento traz ao nosso país. O principal para o seu caso está mostrado neste artigo. O site da Receita tem a documentação completa, inclusive modelos de declaração que incluem os ganhos de capital com renda variável.

O importante é não deixar de investir na Bolsa pensando na complicação da declaração de IR. Note que o percentual a ser recolhido assemelha-se muito ao de fundos de renda fixa e outros investimentos menos arriscados, o que traz atratividade às operações no mercado de capitais. Enfim, a Bolsa é um caminho que vale a pena trilharmos. Boa sorte. Conte comigo.

*Day trade caracteriza-se por operações de compra e de venda realizadas em um mesmo dia, dos mesmos ativos, commodities ou títulos, para um mesmo agente, por uma mesma corretora, cuja liquidação é exclusivamente financeira. Reflete ganhos ou perdas naquele mesmo dia. Mais detalhes em sua definição na Wikipédia.

Conrado Navarro

Educador financeiro, tem MBA em Finanças pela UNIFEI. Sócio-fundador do Dinheirama, autor dos livros "Dinheiro é um Santo Remédio" (Ed. Gente), “Vamos falar de dinheiro?” (Novatec) e "Dinheirama" (Blogbooks), autor do blog "Você Mais Rico" do Portal EXAME e colunista da Revista InfoMoney. No Twitter: @Navarro.

Leia todos os artigos de Conrado Navarro
Importante: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.
  • Pingback: Dúvida importante sobre IR e ações : Seu dinheiro - Investimentos, poupança, ações()

  • Fabiano Banin

    Navarro me diz uma coisa, eu estou investindo na bolsa, comecei com valores pequenos via ITAUTRADE (uma corretora do Itaú que eu posso utilizar via internet), pois bem, fiz compras e vendas no mesmo dia (DAYTRADE) e ganhei um dinheirinho (R$ 200,00), acho que sem gastar nada foi uma boa. Ele já descontou o IR nesse caso. Pois bem, isso seria declarado tb ?

  • Krop

    Oi Fabiano,
    Seguinte: o que foi descontado de IR, foi o IR na fonte que para DayTrade é de 1%. Lamento informar, mas você ainda tem que pagar o IR que é de 20%. Esse valor deve ser pago via darf até o último dia útil do mês subsequente a operação. Para facilitar o preenchimento da darf utilize o Sicalc
    em http://www.receita.fazenda.gov.br/Pagamentos/darf/sicalc.htm

    Um abraço.
    Krop.

  • Krop

    Ah. Você pode “abater” nos 20% os valores de corretagem/emolumentos e o IR na fonte (de 1%).

  • Fabiano Banin

    Krop, obrigado pela resposta, mas segue um texto que achei no site da BOVESPA:

    [...]Isenção do imposto de renda

    Estão isentos do imposto de renda os ganhos líquidos auferidos por pessoa física em operações no mercado a vista de ações, cujo valor das alienações realizadas em cada mês seja igual ou inferior a R$ 20.000,00, para o conjunto de ações. [...]

    Como no mês eu nem cheguei próximo aos R$ 20.000,00 estou isento…. só foi embora os 1%…. mesmo assim obrigado.

  • Krop

    Fabiano,
    Essa isenção só vale para operações que não sejam day trade! Day Trade não tem isenção! Ainda por cima daytrade tem uma alíquota maior (de 20%). Se ainda tiver dúvidas consulte um contador, mas na minha humilde opinião você tem que pagar o IR.

  • Krop

    Tenho notado que muitas pessoas se atrapalham com o IR no Home Broker. Eu conheço algumas pessoas que operam há bastante tempo e nem sequer sabiam que tinham que pagar IR além do retido na fonte. Isso se deve ao fato de que a responsabilidade pelo recolhimento é do contribuinte. Ninguém vai te cobrar, exceto o leão, mas quando o leão resolver te cobrar, aí vai ser uma mordida daquelas. E mordida de leão é cruel, quando não é fatal.. ehehe. Conheço algumas pessoas que já foram chamadas a conversar de pertinho com esse bichano. Não acharam muito agradável.. ehehe

    Quando sobrar um tempinho vou tentar fazer um resumão prático sobre o IR, incluindo o cálculo de multas e corrreção pela selic por atraso. E se o Navarro aprovar quem sabe não vira um artigo aí no Dinheirama?

    Abraços.
    Krop.

  • Krop

    Fabiano,
    Para justificar a minha afirmação anterior segue abaixo o trecho da lei 11.033. Esse negócio de lei é complicado.. Você tem que ler na íntegra e cuidar com as atualizações dela.
    Bons Trades!
    Krop.

    Art. 2º O disposto no art. 1º desta Lei não se aplica aos ganhos líquidos auferidos em operações
    realizadas em bolsas de valores, de mercadorias, de futuros, e assemelhadas, inclusive day trade ,
    que permanecem sujeitos à legislação vigente e serão tributados às seguintes alíquotas:
    I – 20% (vinte por cento), no caso de operação day trade ;
    II – 15% (quinze por cento), nas demais hipóteses.

  • Fabiano Banin

    É Krop, agora que vc me disse isso eu pesquisei melhor e realmente… os R$ 20.000,00 são apenas para as operações não Day-trade, ou seja, tudo que eu ganhei e já reinvesti terei que pagar IR. Me diz outra coisa, o negócio de mês subsequente vale para o day-trade também, correto ? As operações day-trade, pelo que entendi, não entram para computar os 20.000,00 ou seja, se eu fizer R$ 15.000,00 de vendas não day-trade e R$ 10.000,00 de day-trade, só pagaria IR sobre os R$ 10.000,00 , correto ?

    É Brasilzão véio sem fronteira !!! E da-lhe leão nos mordiscando !

  • Krop

    Fabiano,
    É isso mesmo. Pense que daytrade é diferente. Tudo relacionado a daytrade tem regras próprias.

    Dica1: Não esqueça de abater da base de cálculo o Imposto retido na fonte e as taxas de corretagem/emolumentos.
    Ex: Lucro de R$200,00 com R$2,00 de IR na fonte e R20,00 de taxas.
    Você deve pagar 20% de 200-2-20, ou seja 20% de 178,00.

    Dica2: Fique atento para a possibilidade de compensar perdas em meses anteriores. Pode ser que você só esteja ganhando agora, mas um dia você vai perder alguma coisa, é inevitável. Ainda mais no daytrade.. :D

  • http://endinheirado.wordpress.com Arthur Gouveia

    Bela discussão! Krop, faça logo este artigo sobre IR, cara! Agora, não dá pra criticar a receita por morder em operações day-trade. Estas operações são especulatórias e auferem ganhos rápidos e fáceis. Como você mesmo disse, Fabiano, ganhou R$200,00 “sem fazer nada”. No mercado não há almoço grátis…

    Day trade tem que pagar e o leão está certíssimo neste ponto.

    Só uma coisa aos mais desavisados: day trade é para quem entende e, mesmo assim, a experiência mostra que no longo prazo fazer day trade traz prejuízos ao bolso e à saúde…

  • Navarro

    Excelente discussão pessoal. Estou adorando e vejo que o Dinheirama já tomou seu rumo. Muito bacana isso.

    Krop, seu espaço no Dinheirama já está garantido. Ou já se esqueceu do meu convite? Que tal ser um editor?

    Arthur, o mesmo vale para você. Estava pensando. Será que somar o Endinheirado ao Dinheirama não daria bons resultados? Enfim, é uma coisa a se pensar. Veja lá, pense. Um editor/parceiro do seu nível faria toda a diferença por aqui.

    Abraços a todos.
    Navarro!

  • Fabiano Banin

    Bom Arthur, concordo que eu tenha que pagar os impostos, mas 20% sobre um risco que eu, exclusivamente eu, corri, é muito… bom, quem mandou não ler e se informar direito sobre isso. Estou entre pagar ou fazer o que muitos fazem, deixar sem pagar, mas minha consciência está me mandando pagar. No final irei pagar, vou pegar minhas notas de corretagens, dos day-trades e não day-trades, fazer um levantamento de tudo que tenho que pagar e deixar o leão me morder. Qto ao trazer prejuízo, eu não acho que traga não… pois se der certo, posso ganhar R$ 300,00 por dia, mesmo dando 20% ao leão, é uma boa soma. Pq você acha que o day-trade traz prejuízo ?

  • Krop

    Arthur: Obrigado pelo incentivo! Vou fazer o possível para ver se consigo tirar do forno um artigo sobre IR.

    Navarro: Não esqueci do seu convite não. Me sinto muito honrado com ele! Vontade de aceitá-lo não falta, mas tenho medo de me comprometer com algo que talvez não consiga cumprir da forma que eu gostaria.

    Fabiano: Acho que é mais do que uma questão de consciência. É uma questão de reduzir os riscos. Sonegar imposto pode sair muito caro! Eu prefiro pagar e garantir o meu lucro hoje, do que não pagar e deixar na mão da sorte algum prejuízo no futuro.
    Olha, cuidado com esse otimismo todo. Ganhar 300,00 num dia é ótimo, mas não ignore os riscos, assuma-os! Me chamam de louco quando eu falo que quanto mais cedo você perder dinheiro com ações melhor. Ainda acho que é um ótimo “choque de realidade”.

  • http://endinheirado.wordpress.com Arthur Gouveia

    Fabiano. Me expressei mal. Quando disse que day trade traz prejuízos ao bolso e à saúde quis dizer que há formas de se ganhar mais dinheiro na bolsa que comprando e vendendo feito um maluco colado à tela do computador.

    O problema do day trade é isso que você disse: “posso ganhar R$300,00 por dia”. Bolsa não gera salário! Se você estiver pensando em ganhar, pode acabar se metendo em prejuízos por não aceitar pequenas perdas desejando que elas se tornem ganhos.

    O grande Maurício Hissa (Bastter) diz em seu livro que já tentou de tudo, em 20 anos, pra ganhar dinheiro com ações. Seus melhores resultados vieram quando resolveu comprar ações e ficar com elas por longos anos. O INI divulgou um estudo (http://www.ini.org.br/ini/site/informativo/Informativo_agosto_2007.zip) mostrando que quando o Ibovespa sobe, os brasileiros vendem e quando cai, nós compramos. Estamos na contramão do mercado! Acertar os pontos de venda e de compra é algo difícil, os indicadores de AT são complexos e as emoções do mercado dificultam qualquer decisão. Vi em um site, que não me lembro agora, um método matemático para determinar pontos de entrada e saída do mercado. Resultado: Maior ganho: 12%; maior perda 20%!!!! Rendimento médio de 0,61%!!!! Sem contar o estresse de será que compro ou será que vendo????

    Prefiro ser um investidor, um sócio da empresa. “Emprestar” meu dinheiro à empresa e ficar recebendo os dividendos. Daqui a uns 10 anos, se me der na telha, vendo minha participação.

    Não digo que há certo ou errado, mas prefiro a calmaria de ignorar o vai e vem da bolsa, fazer apostas de longo prazo e não pagar IR estando dentro do limite dos R$20.000,00.

    Sobre este assunto, em momento algum achei que você não queria pagar. Isso seria burrice já que a receita está cada vez mais atenta e tem pego tanto pessoas físicas quanto empresas.

    Navarro, enviei um email para discutirmos essa idéia melhor.

    Acho que já falei demais. Um abraço a todos e que continue a discussão!!!

  • Fabiano Banin

    Bom, hoje fiz uma planilha para calcular a minha contribuição ao governo. Bom, me surgiu uma grande dúvida nesse momento, o Itautrade faz a corretagem e os emolumentos pelo valor movimentado, ou seja, se eu comprar R$ 15.000,00 e vender R$ 20.000,00 (no day-trade) ele faz a corretagem e os emolumentos de R$ 35.000,00…. Fiz uma planilha para apurar o ganho do day-trade e sempre bate com o que me vem depositado na conta. A pergunta é… nesse caso eu faço o IR sobre o que depositaram, ou faço o calculo da corretagem e dos emolumentos e do IR retido na fonte de forma separada e pago o IR sobre isso ? Um exemplo de uma das minhas operações, comprei 5.000 papéis a 1,16 e vendi a 1,23, dando um total de 11.950,00 movimentados… dando de corretagem 42,48 e de emolumentos 2,99… dando um lucro para mim de 301,49, já sem o IR de 1% retido na fonte… Se eu fizesse as operações de formas separadas daria para a compra 27,11 de corretagem e 1,02 de emolumentos, dando compra liquida de 5.828,12 na venda daria 27,98 de corretagem e 1,08 de emolumentos, dando um liquido de 6.120,94…. logo daria um lucro de 292,82 – 2,93 (IR retido na fonte) e IR de 58,56, dando de DARF 58,56-2,93 = 55,64…. e agora ? O que faço ?

  • Fabiano Banin

    Arhur, eu também vou investir a longo prazo. Decidi fazer 3 day-trade pq os papéis que escolhi estavam me oferencendo essa oportunidade… não pude perder… ganhei no total R$ 546,61, e reinvesti eles em outro papel…. Mas não vou mais fazer isso, escolhi um papel para longo prazo, mas… está caindo agora… estipulei uma margem de perca, se chegar nela vou cair fora e procurar outra…. Bom, espero que me ajudem na dúvida acima, pq estou ficando louco com isso…. acho que vou fazer um day-trade para relaxar ! hahahahaha

  • Krop

    Oi Fabiano,
    Olha, não sei se entendi tua dúvida… Mas você tem que usar os valores que a corretora te cobrou.
    A fórmula seria mais ou menos essa:
    (Valor Venda-Taxas Venda) – (Valor Compra+Taxas Compra) – IR Retido Fonte
    o que dá no mesmo que :
    Valor Venda – Valor Compra – (Taxas Compra+Taxas Venda) – IR Retido Fonte

    Se a corretora te cobrou as taxas pelo total e não por operação, então acredito que deve considerar esse fato no cálculo. Não invente números… O bichano quer saber o que aconteceu de fato… ehehe.. :D

    Que papel é esse? Fiquei curioso.
    Ainda quero “brincar” um pouco com daytrade. Minha estratégia vai ser descobrir um ativo com uma boa tendência no médio prazo, mas que tenha um intraday interessante também, daí se não sair daytrade eu fico umas semanas com ele… Mas para isso preciso tirar um dia de folga no trabalho para pode ficar vidrado no streamer.. eheheh :D

    Abraço.
    Krop

  • Fabiano Banin

    Pois bem Krop, os valores para o leão já os encontrei… assim que virar o mês vou pagar o DARF e me livrar disso. Qto aos papéis, tentei um day-trade hoje com a INET3, como não tenho muitos recursos eu vou tentando ganhar R$ 300,00, R$ 200,00 e por ai vai. Consegui hoje meus R$ 200,00 no day-trade, mais uma graninha para nosso lindo e amado governo. Mas voltando, eu não disponho de um recurso tão grande, então eu tento com as ações que tem mais movimento, do uma estudada nos gráficos de uns 3 dias… faço uns cálculos e chuto valores… bom, numa dessas (KEPL3) eu consegui comprar no minimo e vender no máximo… acho que foi sorte… mas não foi nada mal pegar um extra… Estou reinvestindo tudo… é claro que agora vou ter mais bala na agulha, vou definir uma ação e deixar por um tempo. Abraços….

  • http://endinheirado.wordpress.com Arthur Gouveia

    Fabiano,

    Não sei se o Krop te ajudou, mas eu não posso te ajudar. Não entendo muito sobre o IR nesses casos, mas quanto ao longo prazo, eu não estipulo uma perda máxima. Uma vez defini um stop que quase foi atingido, se eu vendesse àquela época, hoje eu não teria os meus 10% em um mês. Teria saído no prejuízo. Se você investe em empresas sólidas, com bons fundamentos pensando no longo prazo (entenda mais que 5 anos!!!!) não precisa se preocupar com perdas momentâneas. Elas vão passar…

  • Elza

    Krop,
    Td bem? Estou iniciando na compra de ações, só gostaria de maiores informações como funciona na parte de IR. Vamos supor que tenho ações de 2 empresas e queira vender 20.000,oo por mês, estarei Isento? Mas é 20.00,00 por venda mês, ou 20.000,00 de lucro? Como preencho o darf para pgto do ganho de capital? E como calculo, se vender 20.000,00 e o restante que ficou?

  • Krop

    Oi Elza,
    Tudo ótimo e com vc?
    Se você vender até 20.000 por mês está isenta sim. E sim, é 20.000 em venda. Não é o lucro! Ou seja, se você vendeu 20.010 e teve um lucro de R$50,00 nessa venda, você vai ter que pagar o IR.
    Sobre as outras questões, fica um pouco complicado colocar tudo aqui. Aguarde, que estou finalizando alguns artigos sobre isso, ok?
    Um abraço.

  • Luiza Aparecida

    No mes passado vendi umas ações no total de R$10000,00 não foi day-trade tive um lucro de R$ 2000,00 reais gostaria de saber eu tenho que pagar imposto de renda? Porque em fundos de ações eu pago imposto de renda de qualquer quantidade de lucro e na venda de ações na bolsa é isento quem vende até R$ 20000,00?

  • Krop

    Oi Luiza,
    Fundo é diferente. Sempre tem IR no resgate. No HB se não for daytrade é isento se tiver vendido até 20.00 no mês.

  • Fábio

    Olá,
    Meu pai quer transferir a custódia de suas ações para minha mãe. É preciso pagar imposto de renda? Parece que é preciso pagar CPMF. Agradeço antecipadamente.

  • Krop

    Oi Fábio,
    IR é só na venda, quando você realiza o algum lucro, portanto não podem cobrar IR numa transferência de custódia que não gera lucro nenhum pra ninguém. Quem terá que pagar IR (se a venda for maior que 20.000) será a sua mãe quando vender.

    Acho que também não tem CPMF não. O máximo que podem fazer é cobrar uma taxa pelo serviço de transferência.
    Liga pra corretora e te informa direitinho.
    Abraço.
    Krop.

  • Fábio

    Muito obrigado, Krop. Sua resposta foi mais rápida que da minha corretora! Parabéns pelo ótimo site!

  • Marcus Vinicius

    Ola
    Ainda sobre IR, tres duvidas. No caso de duas vendas de R$ 20.000, 00 e R$ 10.000,00 no mesmo mes, o IR eh somente sobre o que exceder, no caso os R$ 10.000,00 ou eh sobre os R$ 30.000,00? A data que define a operacao dentro do mes( no caso de operacao na virada do mes) eh a data da ordem de venda(exemplo, dia 30/10), da conclusao da operacao( dia 01/11) ou quando realiza o ganho de capital com o credito na conta( 04/11)? Caso fique na faixa de R$ 20.000,00 por mes, e necessario informar para Receita ou somente informa no ajuste anual?
    Grato

  • Krop

    Marcus,

    1) Se o total de vendas excedeu 20.000 esqueça esse valor e calculo o IR sobre o LUCRO! Se lucrou 100,00 vai ter que pagar 15,00. Não é sobre o que excede 20.000!!

    2) Eu considero a data da operação.

    3)Se vender menos de 20.000 por mês, só é preciso declarar no ajuste anual.

  • Marcelo Dias

    Olá
    Vendi ações em duas corretoras, e obtive lucro nas duas operações que individualmente não dá 20.000,00 mas somadas passa.
    Pergunta: recolho o imposto em 1 darf ou tenho que recolher um darf para cada corretora em separado.
    obrigado.

  • YURI

    POR FAVOR ALGUÉM TREM ALGUMA PLANILHA DE CONTROLE DO IMPOSTO DE RENDA QUE POSSO FACILITAR ESSES CÁLCULOS? CASO TENHA AGRADEÇO O ENVIO.

  • Doug

    Bom dia.
    Se eu por exemplo vender R$19.000 no mes em operações normais e R$6.000 em operações day-trade eu devo ou não pagar o IR condizentos com a operação normal? Eu somo o valor de venda de day-trade com o normal para ver se passa os 20.000 ou não?
    Outra coisa, o IR na fonte de 0,005% só recai quando as vendas são maiores que os 20.000 no mes ou sempre há esta incidencia (operações não day trade)?
    Obrigado

  • Krop

    Doug,
    A lei fala do total de alienações (vendas) no mês e não distingue o tipo de operação (daytrade e normal). Assim se você vendeu 19.000 em normais e 6.000 em daytrade, deve pagar IR sim! É por isso que eu digo que conhecer como funcionam as taxas e o IR é tão importante quanto conhecer análise técnica, fundamentalista, etc..

    Sobre os 0,005% é sempre retido na fonte em operações normais. O fato é que existe um valor mínimo de R$1,00. Se esses 0,005 forem menores que R$1,00 eles não retém.

    Grande abraço.

  • Davi

    Krop,
    Arthur,
    Navarro,
    O imposto de renda na fonte (0,005%) só é retido se representar uma quantia mínima de R$1 ? Ou ele sempre será recolhido ? Será recolhido na compra e/ou na venda ?
    Eu sou isento do imposto de renda para ações, pois realizo vendas abaixo dos R$ 20000, eu deveria declarar isso no ajuste anual do imposto de renda ?
    Perguntas pessoais:
    Você pode recomendar uma planilha completa para controle de ações ?
    Quais formas legais eu poderia utilizar para fugir do imposto de renda ? Vale a pena vender menos de R$ 20000 só para fugir do imposto, tendo por conseqüência ter que “parcelar a venda” ?
    De que forma eu poderia acompanhar a variação da cotações da empresas desejadas em período qualquer ?
    Por exemplo: “quem da ibov caiu mais em 2 semanas ? por ordem decrescente.”
    Aguardo resposta.

  • Davi

    Ansiosamente !

  • Krop

    Salve David!

    1) Isso mesmo. Os 0,005% são retidos sempre nas operações de venda como uma antecipação, desde que o valor do IRRF seja no mínimo R$1,00. Isso só nas operação “não-daytrade”!!

    2) Se você comprou ou vendeu ações deve declarar no ajuste anual em Renda Variável, TODOS os resultados mês a mês, tenha tido neles resultado positivo ou negativo! Se vendeu menos de 20.000 por mês ainda deve declarar o valor total das vendas na ficha Rendimentos Isentos e Não-Tributáveis no ítem outros colocando uma descrição como “Venda no mercado à vista com valor inferior a R$20.000″.

    Ainda não acabou! :( Ainda tem que declarar em Bens direitos cada ação separadamente com um texto “100 ações VALE5 (ON) da empresa Vale do Rio Doce”. Eu ainda gosto de colocar os valores de aquisição, mas é opcional.

    E não acabou ainda!!! Tem que declarar Juros Sobre Capital Próprio e Lucros e Dividendos que porventura tenha recebido. Para Lucros e Dividendos tem um item específico na ficha de Rendimentos Isentos e Não Tributáveis, já o Juros sobre Capital são tributados na fonte em 15% e devem ser declarados no item Outros da ficha “Rendimentos Sujeitos à Tributação Exclusiva”.

    Ah tem uma notícia boa que, por incrível que pareça, pouca gente sabe disso: Você vai conseguir reaver o IRRF de 0,005% que é retido à titulo de antecipação.

  • Krop

    David,
    Sobre as outras questões:

    Não tenho planilha para recomendar. Eu tenho uma feita por mim, mas ela é bem simples e as “regras” não são automáticas. não me arrisco te oferecer porque acho que só te confundiria. eheh :D

    Sobre valer a pena parcelar as vendas em vendas menores que 20.000 para fugir do IR depende. Você deve considerar vários fatores aí: o valor do IR que pagaria, o custo das operações na sua corretora, etc. Você deve fazer as contas e decidir.

    Sobre as variações das cotações, você consegue em vários lugares, como infomoney, adfvn, yahoo finance. É só garimpar por aí… :D

    Grande abraço!

  • Fernando

    Krop,
    Arthur,
    Navarro e pessoal td bem? Espero que sim….

    Parabéns pelas informações colocadas.. realmente muito úteis…

    Sou relativamente novo no “ramo”. :-) Desde jan/2007 estou operando…

    Estou com uma dúvida cruel sobre qual o valor exato de IR a pagar… Ja pesquisei, analisei etc… e ainda não ceguei numa conclusão… vou expor minha duvida colocando uma situação hipotético que, no geral, é similar a minha:

    (Com a intenção de simplificar, no exemplo abaixo, comento apenas números arredondados de compra/venda sem incluir taxas extras para tal)

    1.) Um investidor hipotético tem 18K em sua conta disponível p/ comprar ações.

    2.) Imagine que em Jan/2007 ele comprou estes 18k em ações de diversos ativos.

    3.) No entanto, imagine que desde Jan a Set/2007 o investidor fez inúmeras negociações de compra e venda, de diversos ativos, mas o volume das vendas/alienações nunca superaram os 20K mensais (isentando-o da emissão da DARF).

    4.) Ponto importante. O investidor, durante estas inúmeras negociações, sempre esteve, digamos, em prejuizo referente aos 18K iniciais que ele tinha em conta. Neste “vai-e-vem” ele estava com 16K em ações. Ou seja, em relação a seu montante inicial total, -2K de prejuízo.

    5.) No mês de Outubro, o investidor consegue ter um bom lucro o vendendo seus 16k em ativos por composição que chega a 21k.

    A grande questão:

    É fato que será necessária a emissão da DARF referente ao mês de Outubro, já que houve um volume maior de 20K. OK.

    No entanto, perceba que houve um lucro na venda de 5k.

    Sabe-se que o investidor esteve em prejuizo de Jan até Set/2007 com aprox. 16K de patrimôncio. E somente em Outubro ele superou seus 18K iniciais e obteve mais 3K de lucro.

    Pergunta: O LUCRO a ser considerado nesta operação e que será tributado deve ser os 5K (21K – 16k – referente a toda a operação em si) ou somente os 3K, que neste caso seria uma compensação de perdas? (21k – 18k)?

    Gostaria de uma ajuda referente a este assunto de compensação das perdas… se procede desta maneira etc…

    Entendo que seria mais justo a tributação em cima dos 3K, pois foi este o real lucro desde o início das negociações do investidor. E não sobre os 5K que foi um lucro mais expressivo alcançado em Out/2007, mas que na balança total do investidor se reflete em 3k.

    Obrigado e expero que tenham entendido.

    []’s

  • http://dinheirama.com/ Arthur Gouveia

    Fernando, sua pergunta foi clara mas sinceramente eu não sei a resposta. Espero que alguém te ajude. Para aumentar suas chances, poste sua dúvida no nosso fórum. http://www.dinheirama.com/forum

  • Krop

    Oi Fernando! Por aqui tudo ótimo, espero que o mesmo com você!

    Para você não se perder, o melhor é você contabilizar o lucro/prejuízo a cada ciclo completo de compra/venda e não em relação ao capital inicial. Faça um levantamento de todas as notas de corretagem e contabilize para venda o lucro/prejuízo obtido e também o valor de IRRF recolhido (se for o caso) e taxas de corretagem e emolumentos em cada venda. Como lucro obtido você deve considerar o resultado de cada operação de venda com resultado positivo nesse último mês e não o montante total em relação ao inicial. Assim, obtidos todos os lucros do mês, deduza todos os prejuízos de meses anteriores mais as taxas e IRRF cobrados até então.

    Espero ter ajudado. Aqui no blog é mais difícil tratar esses assuntos. Se tiver dúvidas se cadastre no fórum (dinheirama.com/forum). Lá fica mais fácil discutir sobre…
    Um grande abraço.

  • Fernando

    Obrigado pelas respostas Krop e Arthur…

    Irei me cadastrar no Forum sim…

    E ah, Krop… antes mesmo de ler sua mensagem passei a tarde toda de hoje fazendo exatamente o que você disse… Meu Deus! Que trampo eu tive em pegar o ciclo completo de cada ação, verificando lucros e deduzindo prejuizos… Olhando nota por nota… foi muito cansativo…

    Nossa… a partir agora de 2008 irei planilhar tudo muito melhor…

    Aliás, vocês não têm algum template para controle acionário? Seria uma mão na roda heim!

    Desde já agradeço as repostas.

    Um grande abraço e bom 2008 a todos vocês.

    Fernando

    P.S. Acredito que tenha sido a 1a vez que escrevo a palavra “espero” com X : “expero”.
    Caramba, me superei… acho que já estava lesado com todos esses milhões de cálculos! hahaha
    Ou estava eu pensando em “expect”? hehe Provável! :-P

  • Ulisses

    Gostaria de saber qual é a data referência para o cálculo do Imposto de renda. A data do pregão em que foi vendida as ações ou a data em que foi depositado o valor da venda na conta corrente/investimentos ?

  • Alexandre Negreiros

    Ola Pessoal,

    Gostaria de esclarecer uma duvida do Fernando.
    Após pesquisar muito, verifiquei em um documento o seguinte:

    “A somatória das alienações (vendas) efetuadas dentro do mês em exercício for
    inferior ao valor referido acima, o investidor estará isento de declaração e conseqüente pagamento de
    impostos sobre os ganhos auferidos neste mês.
    A regra também é válida para a compensação dos prejuízos auferidos, ou seja, um prejuízo auferido no mês de exercício onde o total de alienações é
    inferior ao valor de isenção, NÃO deve ser transportado para posterior abatimento em meses não isentos
    (onde o imposto sobre o lucro é devido). Assim sendo, apenas se transportam prejuízos de meses onde
    o total de alienações é sujeito à tributação (total de alienações acima de R$ 20.000,00).”

    Depois de estudar muito sobre esse assunto, ainda tenho algumas duvidas sobre IR de Opções (Compra, Venda e Lançamento) . Caso alguém ache algum documento que explique e dê exemplo sobre as opções, avise, obrigado.

    APN.

  • Krop

    Ulisses,
    Eu uso a data da negociação.

    Alexandre,
    Nunca li nada sobre isso. Poderia citar a fonte desse seu texto?

    PS: A melhor fonte de informações sobre IR é a própria receita federal.

  • Fernando

    Olá Alexandre,

    faço minhas as palavras do Krop…

    Por favor, indique a fonte do trecho que você colocou… Como já pesquisamos muito sobre o assunto, seria ainda melhor saber de onde surgiu esta nova info…

    Pois é… ainda vai dar muito o que falar este assunto sobre alienações/vendas acima de 20K…

    []’s!

    Fernando

  • Alexandre Negreiros

    Fernando e Krop,

    A fonte é um Tutorial disponibilizado no Site “http://www.operacaoconsultoria.com.br/arquivos.php” (eu precisei me cadastrar para poder fazer o download).

    Por e-mail, eles me disseram que o documento foi revisado pela própria receita.

    Estou muito confuso, pois cada hora tenho uma novidade…

    Existe algum documento esplicativo da Receita, sem ser a lei que é dificil de interpretar?

    Alexandre Negreiros

  • Krop

    Alexandre,

    Clique aqui para ver toda a legislação/regulamento sobre aplicações financeiras. Aproveite e veja a mais recente Instrução Normativa (IN 25 de 2001) sobre IR em aplicações.

    Repito: nunca ouvi falar desse tipo de restrição e também não encontrei em nenhum lugar isso. Eles devem ter se enganado ao escrever o artigo.

    Para dormir tranqüilo, consulte um contabilista.

    Abraço.

  • Arvo

    YURi,
    A sua questão, se tem ALGUMA PLANILHA DE CONTROLE DO IMPOSTO DE RENDA QUE POSSO FACILITAR ESSES CÁLCULOS?
    Tem sim, Bolsacalc é uma delas, mas você poderá encontrar outras através do Google.

  • claudimir

    Comecei a a investir em ações, eu sei que no mês até 20.000,00 na venda de ações e insento, gostaria de saber como declarar Imposto de renda acima de valor? Como declarar se vendeu por valor menor do que comprou?

  • Walter Cutini

    Olá Krop,
    Eu tenho uma dúvida sobre se devo ou não calcular o IR no seguinte caso:

    Nesse mês de Janeiro eu efetuei uma venda perdendo (2k) e fiz outras vendas com lucro de aproximadamente +1,5k no total, como o total das vendas passaram de 20k teoricamente eu teria que pagar IR sobre o LUCRO, mas como vc pode ver eu não obtive lucro (1,5k – 2k = -0,5k).
    Entendeu minha dúvida?

    Desde já agradeço.
    Abraço.

  • Pingback: Como é o Imposto de Renda para a Bolsa de Valores (2007/2008) | Um investidor iniciante na bolsa de valores()

  • KPax

    Alguém sabe como funciona o recolhimento para o PIBB11?

    1) Funciona como um fundo de ações, que deve se recolher 15% do lucro independente do valor de venda? ou
    2) Funciona como uma ação que deve recolher 15% do lucro somente se o valor de venda mensal for superior a R$ 20.000,00?

    Lembrando que o PIBB11 são cotas do fundo PIBB, que é indexado ao IBX e é negociado diretamente na BOVESPA, como se fosse uma ação. O Mauro Halfeld costuma sempre citar esse papel como sendo um fundo com a menor taxa de administração existente.

  • rodrigo

    Olá a todos,

    Sou novo também em investimentos de renda variável e achei muito útil as informações acima.

    Queria apenas recomendar um link sobre IR no mercado de ações:

    http://www.bovespa.com.br/Investidor/ResTributario/Mudanca.htm

    OBS: Recomendei o site de voces a vários colegas.

    Parabens!

    ROdrigo

  • rodrigo

    Srs,

    Tenho uma pergunta:
    Estava fazendo o darf para minhas movimentações daytrade de fevereiro e o valor ficou abaixo de R$ 10,0. Assim não posso emitir a darf.
    Normalmente deveria somar outras darfs para chegar a este valor, mas daí vou ultrapassar a data limite para pagamento do mês de fevereiro.

    Como devo proceder?

    Obrigado!!!

  • http://uol Marco Antonio

    Comprei ações da BOVESPA por 12 mil reais em outubro de 2007 e as revendi por 19 mil reais em dezembro de 2007.
    Como eu as declaro na parte de Bens do IR?

    Como declaro o “lucro” na parte de Rendimentos?

    Grato

  • Bruno

    Minha esposa esta prestes a receber uma doação de ações da sua mãe, e não pretendemos efetuar nenhuma venda das mesmas. Como ficamos perante o IR – vamos ser cobrados ou isto ocorre somente na venda?
    Agradeço por um esclarecimento.

  • carlos alberto da silva costa

    a minha dúvida é igual ao do Marco (10.03). Sabemos que operações com total de 20.000 venda o lucro não é tributável. Mas o lucro deve ser declarado em rendimentos isentos e não tributáveis – outros?. E o capital investido onde declarar. Podem esclarecer?

  • http://www.wii-records.com Thiago

    também estou com a mesma dúvida! ONDE declarar as vendas que estavam isentas (

  • http://www.wii-records.com Thiago

    meu último comentário saiu cortado, vou colocar novamente:

    também estou com a mesma dúvida! ONDE declarar as vendas que estavam isentas (menor que 20000), seria no rendimentos isentos e nao tributaveis?

  • carlos alberto da silva costa

    Não obtive nenhuma informação taxativa sobre como declarar os rendimentos de venda abaixo de 20.000, estou propenso a declarar em Rendimentos Isentos e não Tributáveis – linha 12 outros com uma especificação desse tipo: Rendimentos líquidos provenientes de vendas de ações no mercado à vista com total inferior a 20.000

  • Douglas

    Amigões, help alguem me ajuda !
    Estou fazendo minha declaração de imposto de renda anual e o ano passado foi o primeiro ano que investi em ações por isto tenho algumas duvidas:
    1) Li num lugar que é bom declarar todas movimentações de ações(compra/venda), mesmo que não tiveram lucro ou prejuizo !!! Em qual pastinha do software da declaração faço isto???
    2) Outra coisa aquelas operações que tive lucro(que foi uma só) é só colocar o valor do lucro na coluna operações comuns do Item Renda variavel ??? Aí o prg gera automaticamente um valor de imposto a pagar, este é aquele que eu já paguei na DARF, correto ???
    3) Outra coisa li no help do software da receita que tem um lugar aonde voce coloca o ATIVO eu não encontrei isto ???
    Obrigado e aguardo a resposta, estou perdido, HELP !!
    Abraço,
    Douglas.

  • http://advfn.com Fernando

    Movimentei venda de R$ 19000 no mercado a vista e R$ 40000, 00 no day trade

    paGo ir de 20/% no day trade
    agora e os R$ 19000 no mercado a vista devo pagar 15% ou sou isento pois 19000 é menor que 20000?
    Os 20000 de isenção da lei distingue mercado a vista de day trade?

  • http://advfn.com Fernando

    R$ vendi R$ 30000 no mercado a vista

    Pago ir sobre os R$ 10000 que passaram os R$ 20000 ou sobre os R$30000?

  • Steve

    Caro amigo, se eu operar na bolsa todo mes no limite de R$ 20.000,00 fico isento do IR. Mas e na declaraçao de IR do ano que vem, ficarei isento do lucros obtido na bolsa mesmo tendo o cuidado de operar até os R$ 20.000,00?

  • Carlos Costa

    O total de vendas realizado até 20.000, por mês, isenta a lucro da tributação. O maior problema que eu acho é como declarar isso. O jornal O Globo deu umas dicas que vou transcrever, e é dessa forma que eu vou declarar:

    CONTRIBUINTES QUE REALIZARAM MUITAS OPERAÇÕES DE COMPRA E VENDA DE AÇÕES MENSALMENTE EM 2007
    “Se o contribuinte fez mais de uma venda de ações num único mês e os valores somados, forem inferiores a R$ 20.000, ele não teve de recolher IR sobre ganho de capital auferido. Mas terá que informar na ficha Bens e direitos, a
    declaração de ajuste, quando comprou, por quanto, e quando vendeu os papéis com os valores recebidos em cada transação (obs. minha:nas colunas 2007 e 2006 colocar 0,00). E ainda, na ficha Rendimento Isentos e Não tributáveis comunicar o ganho isento que teve em cada operação.

    O Globo de hoje na pag 20 caderno de Economia na seção seu imposto de renda, informa que o lucro deve ser declarado na ficha acima no item 4.

  • João Paullo

    Comprei 3 mil reais na oferta pública de ações do BB que no final deu 102 açoes. como declarar isso no irpf?
    No meu comprovante de rendimentos veio a seguinte informação que não sei onde colocar estas informações na declaração:
    – bonus pago na oferta pública de ações R$ 298,35
    – IR sobre bonus pago na oferta publica de acoes R$ 44,75

    Gostaria que alguém me desse uma dica de como fazer esta declaração.

  • Daniel

    Gostaria de deixar minha colaboração aqui.
    Li nos primeiros comentários o seguinte:
    “As operações day-trade, pelo que entendi, não entram para computar os 20.000,00 ou seja, se eu fizer R$ 15.000,00 de vendas não day-trade e R$ 10.000,00 de day-trade, só pagaria IR sobre os R$ 10.000,00 , correto ?”

    Isso está errado. O total de vendas é o total de vendas do mês, independente do tipo de operação. Então, no exemplo acima, deve-se pagar 15% de IR sobre os R$15.000,00 não day-trade, visto que o total de vendas foi de R$25.000,00, e 20% de IR sobre os R$10.000,00 day-trade.

  • LINDELSON DANTAS

    Gostaria de receber todos os comentários de DINHEIRAMA

  • Fábio Gomes

    Olá Krop,
    li em uma dúvida acima sobre a data de operação e liquidação, porém não ficou claro para mim.

    No caso de mandar uma ordem de venda e negociar no dia 30/10 e somente receber na minha conta bancária no dia 03/11. Qual a data correta a considerar em relação ao mes do imposto? 30/10 ou 03/11?

    Vi no site da bovespa que “Para efeitos tributários, deve-se considerar a data da operação e nunca a data da liquidação” sendo assim, é o momento da venda = 30/10. Esta certo este raciocínio?

  • Pedro Gallo

    Caro Krop, pelo visto você pode iluminar a minha dúvida
    que tem surgido em diversas conversas entre a gente, pequenos aplicadores, é em relação a forma correta de ser calculado o imposto de renda sobre venda de parte das ações (iguais), quando estas foram compradas em épocas e por valores diferentes.

    A recomendação da Receita é que se use a média ponderada dos valores de compra, incluindo os custos operacionais. Até aí tudo bem ( menos a custódia, que também não estou certo como distribuir esta custódia entre todas as ações existentes na minha carteira) .

    Mas a minha dúvida principal é, na situação em que existam ações iguais compradas em diversas datas e vendidas parcialmente também em diversas datas e remanescendo ainda um determinado número de ações, qual o critério correto para calcular o valor médio ponderado? Deve-se sempre considerar que se está vendendo as ações mais antigas (não necessáriamente de menor valor)? Ou como considerar?

    Um exemplo hipotético para uma ação hipotética NNN PN
    Para cada operação de compra e de venda considerar simplificadamente R$ 27,00 de corretagem + taxas e mais a taxa de custódia de R$ 9,00 reais por mês. Propositalmente os valores das operações de venda foram mantidas acima de R$ 20.000

    HISTÓRICO

    COMPRA em 11/07/07 de 2500 por 68,87
    COMPRA venda em 13/11/07 de 400 por 72,74
    venda em 21/12/07 de 1200 por 72,99
    COMPRA em 03/01/08 de 1000 por 73,28
    COMPRA em 12/02/08 de 350 por 73,70
    venda em 25/03/07 de 1150 por 77,82
    COMPRA em 16/04/08 de 450 por 81,86
    venda em 20/05/08 de 700 por 82,31
    COMPRA em 01/07/08 de 850 por 82,33
    venda em 30/07/08 de 750 por 82,89
    COMPRA em 04/08/08 de 950 por 86,88
    venda em 08/08/08 de 650 por 86,52

    Qual seria, então, o valor médio ponderado das 650 ações a ser considerado na operação de venda de 08/08/08 para efeito de cálculo do IR? E , qual seria o valor médio ponderado das ações para efeito de IR em cada uma das operações de venda realizada no histórico acima?

    Por favor, explicite o critério usado para o cálculo da média ponderada. Agradeço a quem puder me ajudar a resolver esta questão. Tenho a certeza que muitos outros ficarão gratos, pois a Receita fica atenta para cobrar mas não esclarece muito.

    Obrigado.

  • Arthur Gouveia

    Tá “loco”!!!! Fui verificar se minha restituição de IR já tinha sido liberada e tomei um susto; caí na malha fina! O site da Receita dizia que eu tinha um débito. Fui até a Delegacia da Receita e fiz uma pesquisa. Eu devia R$84,09 de “6015 IRPF – GANHOS LÍQUIDOS EM OPERAÇÕES EM BOLSA” (código da Receita Federal). Pô, mas não fiz nenhuma operação day-trade ou vendas acima de R$20.000,00. O que pode estar acontecendo?

  • Addrise

    Alguem pode me Ajudarrrr…

    Minha esposa é minha dependente, se ela estiver operando tb com ações, é claro até os 20.000 por mes, como faço para declarar o IR ano que vem? É só declarar como ganho nao tributaveis/ isentos , juntamente com o meu ??? Será que terei problema?

  • Marcela Jacob

    Caro Krop,

    Tenho ações na bolsa de Paris e pretendo vendê-las agora no inicio do ano, sendo assim gostaria de saber se os ganhos obtidos com estas ações obedecem a mesma regra para cálculo de imposto de renda.

    Att

  • http://JOAONETO.LEAO@HOTMAIL.COM JOÃO NETO SIQUEIRA LEÃO

    COMPREI EM 06/06/2008 VALE5 POR 58,00
    VENDI EM 05/12/2008 POR 25,60
    07/12/2008 COMPREI POR 21,90
    19/12/2008 VENDI POR 25,90.SENDO QUE EU POSSO ABATER O LUCRO NO PREZUIZO,COMO DEVO PROCEDER PARA TER RESPALDO DIENTE DA RECEITA.DEVO PREENHER O DARF 6015 SEM AUTENTICAÇÃO,SÓ PARA CONTROLE, OU TEM OUTROS MEIOS LEGAIS.

  • Ismael

    Quem possuía ações em 2007 e em 2008 não efetuou nenhuma operação, deve informar no campo “Situação em 31/12/2008″, o mesmo valor do campo “Situação em 31/12/2007″ ou deve atualizar o valor com base no fechamento da cotação em 30/12/2008 e informar, o valor apurado, no campo “Situação em 31/12/2008″? Gostaria de saber, também, onde encontrar esta resposta?

  • Laerte M. Lima

    Artur !
    Gostaria de saber se há alguma interferência nas ocilaçõaes,
    devido ao aumento significante de expeculadores ou seja “Day-trades”…? me desculpa se for uma pergunta idiota !!
    gostaria de saber tb se as análises técnicas são realmente confiaveis ? como por ex: IFR,MACD,FIBONACCI,ETC..
    se realmente elas indicam o que esta acontecendo?
    sei que o que vai acontecer é improvavel !
    achei super interessante a discussão de vcs !!
    não sou do nivel de vcs .. mas admiro muito essa posição gostaria de chegar lah um dia !!…” sou apenas um rapaz latino americano, sem dinheiro no bolso ,vindo do interior..!! ” rsrs..

    não sabia nada sobre esse negossio de bolsa, ações,corretoras,… era coisas de outro mundo pra mim …
    mas como sou curioso e tudo o que aprendi foi na rssa mesmo me enfiei no pc dia e noite pesquisando tudo o que encontrava agora sei pelo menos o basico … gostei do que vi aki isso almentou muiot meus meros conhecimentos !!

    vou voltar sempre!!

    descupa-me pelos relatos!!

    abraços.

  • ricardo ono

    quero saber o que fazer se no ano passado de janeiro a agosto acumulei prejuízo de R$ 5.000 em ações, e só em novembro vendi ações acima de R$20.000 e tive lucro de R$ 2.000, mas ainda fiquei no vermelho, devo preencher o darf sobre o lucro de R$ 2.000, de que forma? ou deixo para preencher somente quando meus lucros superarem as perdas? grato.

  • emilio

    Duas questoes:
    Possuia uma carteira antiga e fui vendendo no limite da isenção de 20000 reais. No final de 4 meses, o lucro foi de 8000 reais. Como colocar isto no imposto, sendo que tomei cuidado que a soma do mes não ultrapassasse o valor da insenção?
    2)Antes destas vendas, eu optei por me livrar das BMFs com uma perda de 3000 reais. Como proceder para fazer o IRPF? Eu na coluna de 2008 eu zero a carteira e onde coloco o dinheiro que saiu? 2007 BMF XX acões R$ 7000 ;
    2008 BMF 0 acões R$ 4000 (NEGATIVO)???
    Obrigado

  • Alice

    Olá, estou com a mesma dúvida que o Bruno: recebi uma doação de ações de minha mãe, e não pretendo efetuar nenhuma venda.
    Como as ações eram dela há muitos anos, o valor está defasado. Não houve transação financeira, portanto não houve lucro.
    Devo atualizar o valor das ações ou repetir o valor que ela declarava até o ano passado?
    (Obs: os dividendos, juros e correção monetária serão declarados normalmente, minha dúvida é só sobre o valor a ser lançado em “bens e direitos”)

  • Ivan

    Respondendo ao Emilio,
    Eu tinha a mesma dúvida, achei a resposta no site da receita. Clique aqui para ler.

    Resposta a pergunta 661. Quem alienou até R$ 20.000 por mês só declara, se quiser, os prejuízos para compensar lucros no futuro. Os lucros não precisa declarar.
    Ou seja a minha sugestão é que você declare apenas o preju de 3K.

  • FRANCISCO FLAVIO DA SILVA

    Boa noite!
    As ações já vendidas devem aparecer também na declaração anual ou apenas as que estão em meu poder?
    Devo descontar os 15% também em cima dos dividendos recebidos?

  • Mike

    Ola, ontem achei um site muito bom para calcular o imposto de renda sobre operacoes com acoes, inclusive para operacos Day-trade… parece ser gratuito pois me cadastrei e ja sai utilizando.. segue o endereco para quem quiser dar uma olhada: http://www.bolsacontrole.com.br

  • José Henrique

    Eu utilizo o programa do site http://www.acaocontrolefacil.com.br e ele me calcula tudo: custo médio, imposto de renda, compensa prejuízos e ainda gera o Darf. Muito bom!

  • BORGES

    EU SOU CASADA E DECLARO IMPOSTO SEPARADO DO MEU MARIDO ,VENDEMOS UM IMOVEL QUEE FOI DECLARADO NO MEU IR, E TRANSFERI ESTE VALOR PARA A CONTA DO MEU MARIDO, POIS NAO TINHA CONTA CORRNTE ABERTA E COMECEI A OPERAR NA BOLSA, GOSTARIA DE SABER QDO TIVER QUE DECLARAR AS TRANSACOES EFETUADAS NO IR ANUAL TERA QUE SER NO DELE?OU POSSO DECLARAR NO MEU NOME POIS O VALOR DO MONTANTE APLICADO TINHA SIDO DECLARADO EM MINHA CONTA POUPANCA.

    OBRIGADO
    AGUARDO RESPOSTA

  • paulo

    Preciso de sua ajuda , para restitur imposto de renda pago em ação judicial , qual o procedimento na declaração ano base 2009 , valor pago R$ 3.194,79 . Grato pela ajuda , aguardo resposta em 10/03/2010.

  • paulo

    É de grande importância para todos que precisam de ajuda ter um site ao alcance dos que realmente estào buscando ajuda . Parabéns !

  • Pedro

    Por favor, alguém pode me tirar uma dúvida? Em 2008 resgatei valor total de uma aplicação em fundo de ações da Vale3 que tinha no Banco do Brasil …esse resgate total gerou um prejuízo de R$ 30.000,00….porém desde 2009 venho aplicando em ações direto do meu home-broker…PERGUNTO: Os lucros que venho obtendo via HB sobre resgates acima de R$ 20.000,00 e em operações NÃO DE DAY TRADE (faço somente swing trade) posso abater no prejuízo que obtive em 2008 no fundo de ações da Vale? (Faço esse questionamento porque sabemos que podemos abater prejuízo obtido em HB de lucro de HB, mas e no caso de prejuízo advindo do FIA (Fundo de Investimento em Ações)?

    • http://dinheirama.com/navarro Conrado Navarro

      Pedro, infelizmente não há essa possibilidade. A tributação dos fundos é diferente e leva em conta 15% sobre os ganhos no período, só isso. A compensação só é possível nas negociações diretas via HB.
      Abraços.

  • Guilherme Banin

    Sou novato na Bolsa e tenho dúvidas sobre a declaração do imposto de renda em compras de ações e mantê-las no longo prazo. Como devo declarar a compra dessas ações o IRPF? E dividendos e JSC?
    Tem algum conhecimento de um modelo preenchido? Grato.

  • jorge

    pessoal , tenho uma dúvida quanto ao IRRF .

    IRRF abaixo de R$1,00 não é retido na fonte em operações normais, certo?
    Mas eu estava dando uma olhada no extrato da minha corretora e eles descontaram IRRF abaixo de 1,00 da minha conta e na nota de corretagem este imposto não é descontado.
    Ou seja, na nota de corretagem não é descontado e no extrato da conta o valor é descontado.

    Gostaria de saber se isto é correto por parte da corretora?

  • Fábio C S

    Tenho apenas uma dúvida que já foi questionada por outros, mas ninguém respondeu.
    Se no mês em vender mais do que R$20.000. Por exemplo, R$10.000 em venda normal e R$15.000 em daytrade, totalizando um lucro mensal de R$100 na venda normal e R$200 no daytrade. Devo pagar 15% em cima dos R$100 da venda normal e 20% em cima dos R$200 do daytrade, ou devo pagar 15% em cima de R$300.
    Krop, por favor ajude agente.

  • Ajmrj5

    Boa tarde, tenho uma dúvida onde declarar o lucro obtido com a venda mensal de ações e que não ultrapassou os R$20.000,00 mensal em vendas?É preciso fazer o controle mensal?
    Obrigado pela atenção
    Antonio Jose

  • maria da conceição

    por favor, me tire essa dúvida faço compras pra meus amigos na internet em meu nome. gostaria de saber se tenho que declarar imposto de renda,sendo que minha renda é de um salário minimo.