Carro não é Investimento!Você deve ter trocado de carro nestes últimos 12 meses. Se não trocou, adquiriu seu primeiro carro ou um novo modelo. Acertei? Então agora responda sinceramente uma pergunta: das últimas vezes que trocou de carro, trocou porque precisava ou as “condições” eram favoráveis, o crédito fácil e o negócio “muito bom”? A indústria automobilística agradece sua dedicação. Carro não é celular. Ai eu ouço: “ah Navarro, ter um carro é uma conquista inesquecível”. Deve ser, acredito. Lembrar dele todo mês, por 60 meses, deve ser mesmo emocionante. Não interessa se o carro leva você pra lá e pra cá, carro não é investimento a não ser que você seja o revendedor.

Crédito fácil é uma armadilha perigosa. Se as suaves prestações para comprar o carro de seus sonhos são a única saída para que você chegue lá, considere a possibilidade de comprar uma moto. Sério. Ou considere a possibilidade de poupar, engordar seu dinheiro e negociar o valor à vista do carro. Pode demorar até que tenha o dinheiro, é verdade. E daí? É mais fácil gastar a poupar, você deve estar pensando. Pare com isso.

Deixe de lado o imediatismo e o consumismo característicos de nossa população e pense um pouquinho no quanto trabalha para ganhar seu dinheiro. Vai entregá-lo assim tão facilmente, pagando juros tão altos? Aliás, você sabe quanto de juros está pagando quando compra um carro nestas condições? De novo eu ouço: “mas Navarro, a prestação cabe no meu bolso”! Ótimo, mas isso não significa que você pode comprar o veículo. Não enquanto você não entender o que é ter um carro.

Antes de comprar o carro, você pesquisou o valor do seguro? Em quantas seguradoras? Pensou no IPVA, licenciamento e seguro obrigatório e o peso que eles terão no seu orçamento? Aqui sempre vem uma resposta interessante: “O 13o. salário é pra isso. Uso sempre pra pagar essas coisas”. Muito inteligente, não é mesmo? A chance de receber um merecido bônus vai pro espaço. Ou melhor, pro carro. Isso sem falar que você pode sair do emprego e receber menos do que esperava. E ai? Bom, o dinheiro é seu. Pense bem.

Eu faria diferente. Que tal poupar mensalmente um valor, investi-lo (usar o poder dos juros compostos) e ao final do ano ter o montante para pagar estas despesas? Sinta a satisfação de receber seu 13o. salário como algo realmente inesperado e pare de comprometer receitas não creditadas em sua conta corrente. Isso é um péssimo hábito.

Ainda tem mais. O carro é feito para rodar, andar, certo? Bom, ele vai precisar de combustível, trocas periódicas de óleo, revisões programadas (e não programadas), troca de pneus, manutenção de freios, garagem (ou estacionamento) e de manutenção mecânica. Esqueci alguma coisa? Ah sim, de vez em quando você vai levá-lo para um bom “banho”. Como já aprendemos em artigos anteriores, nada é de graça. Claro que você não se esqueceu de simular alguns destes valores antes de comprar o carro, certo? Pois é. Responda rápido: qual o custo médio da revisão de seu carro? Qual foi o valor pago na última manutenção de freios? Quanto já gastou só de lavagem com seu veículo? “Pô Navarro, não enche! Que neurose”. Chame do que quiser.

Que tal saber que depois de quatro ou cinco anos de financiamento, você terá pago quase o valor de dois carros novos e seu carro vai estar desvalorizado em quase 60%? Dito isso, alguém pode me explicar a matemática que transforma o carro em um investimento? Se você usa o carro para trabalhar, a visão é outra. Neste caso, ele deve ser considerado como um ativo. De novo, investimento não!

Aceite: carro não é pra qualquer um. Tirar o carro do concessionário é a parte mais fácil, você deve ter percebido. Eles são objetos maravilhosos até que o documento de propriedade esteja em seu nome. Calma, eu não sou nenhum “anti-poluidor”, “anti-veículos-motorizados” ou qualquer coisa do tipo. Somos iguaizinhos, acredite. Talvez eu valorize um pouquinho mais os centavos e principalmente o poder de uma simples calculadora. Só isso. Ah, eu tenho um carro, acredite se quiser.

Conrado Navarro
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários

  • Anônimo
  • Ana Paula

    Ótimo texto para quem acabou de comprar ou quer comprar o primeiro carro. Nem tudo são flores… e nada é de graça.

    Abs.

  • O problema são aqueles cabeção que compram carro zero quando deviam estar andando de Uno velho. Esses caras se quebram mesmo.

  • Bom, comprei meu primeiro carro agora, com 31 anos. Antes sempre fazia as contas e via se valia a pena ter um carro e a resposta era sempre não. Era até mais seguro sair ‘pra balada’ e pegar um táxi no final. Mais seguro e mais barato, segundo as minhas contas. Só comprei carro o ano passado, pesquisado e pechinchado até onde foi possivel. O unico motivo para compra foi a troca de cidade, Brasilia não oferece um transporte publico decente, nem permite que eu volte à pé para casa sem passar por algum descampado ou matagal, bem que tentamos no primeiro mes, mas não deu.

    Mesmo assim, um carro usado (mas não decrépito), dentro do que eu pretendia gastar. Resisti bravamente a um palio vermelho semi-novo do jeitinho que eu queria, muito abaixo da tabela, mas bem acima do que eu queria gastar.

    Não entendo essa loucura das pessoas pelos carros, assim como não entendo a loucura das pessoas pelo celular. Um dia desses fui a copa do meu trabalho, onde os garçons conversavam sobre as vantagens dos planos de celular, os celulares que tinham ganho, etc. Um acumulava as contas da familia (incluindo a mãe) que dava algo em torno de 400 reais mes e estava FELIZ porque ia receber um celular novo com os bônus acumulados. Passei a prestar atenção e descobri que meu celular é mais velho e com menos recursos que o da maioria das faxineiras do prédio. Isso me assusta. Mudar esse tipo de mentalidade inculcada pelas operadoras, lojas, empresas de crédito já é muito dificil com pessoas informadas com um certo padrão de vida. Imagina com pessoas simples, onde cada tostão gasto deve ser cuidadosamente pensado? Alguém já pensou num curso de economia domestica para pessoas de baixa renda? De graça mesmo…

  • Outra coisa muito importante a considerar na hora de comprar um carro é o consumo de combustível, por que se você não tem dinheiro sobrando, é melhor comprar um carro econômico. Isso parece óbvio, mas já vi muita gente passando aperto, mas passeando com carro que faz 5 km/l.

  • Puxa vida,,,este texto me caiu como uma luva na hora certa,,,eu já estava quase entrando nesta de financiar um carro, mas vou refazer as contas e talves até pensar em um consórcio para pagar menos juros…

    Obrigado pelo alerta,,,

    …meu amigo editor deste texto..

  • Lilx

    Compra uma bicicleta, muito mais barato, você se exercita, não pega trânsito e não polui.

  • Muito pertinente esse seu post

  • Julio Canaris

    O que compensa mais: comprar um 0 km ou um carro usado?

  • Muito boa seu post aliás como todos os demais. Isso me incentivou a escrever um outro que quando ficar pronto te envio. Devemos também levar em conta que se formos levar adiante uma política de um carro para uma pessoa a degradação das cidades irá se acelerar cada vez mais. Mas explicarei melhor no artigo.

  • John

    Espetacular Navarro! Seu humor diante da realidade incendeia a velha retórica de sempre.
    Creio que o próprio nome “Financiamento” já diga para onde vai o “investimento”.

  • Ronaldo Bastos

    Ta bom…concordo que comprar um carro definitivamente não é investimento..mas acho que você esqueceu de abordar um ponto importante…

    A 6 meses atrás eu estava me planejando para comprar um carro exatamente como você disse…. estava fazendo inputs mensais nos meus investimentos e calculava que em 1,5 anos eu poderia comprar o meu carro a vista.
    Mas apareceu uma oportunidade de comprar exatamente o carro que eu mais queria no preço que eu ja estava me programando para pagar…. o que eu fiz?peguei o dinheiro restante emprestado com meus pais, a juros de 1% e parcelei o pagamento do carro em 2 anos.
    Juros?!sim..sei que vou pagar juros… todos os custos foram contabilizados…mas a grande questão é a seguinte: Eu tenho o dinheiro para comprar o carro… eu quero muito ter um carro…ia ser a minha primeira “grande” aquisição…mas eu ia ficar na vontade de comprar um carro sendo que eu posso comprar!!!

    No final da história, fiquei muito feliz com a realização do meu sonho mesmo sabendo que poderia ter economizado R$1000 ou até mais nessa história.

    Agora a dica de fazer um fundo mensal para pagar o seguro e outras coisas é genial!com certeza vou ter q revisar a minha planilha de gastos mensais.

    Sds.

  • fernando carlos pereira

    tive de comprar um carro…estou pagando pesado, mas o meu serviço exige, caso contrário nao compraria agora!

  • Alexandra Alves

    Bem concordo totalmente c/ o texto!Sim,carros não são investimentos financeiros mas uma recompensa por nosso trabalho.Meu sonho era comprar um carro mas nunca gostei de pagar juros,então comecei c/um Corsa94,que era o q poderia pagar à vista,sem essa de pagar juras a srºAlguém. Mas uma amiga na mesma época resolveu também comprar um 2002 e financiou 10mil em 36x.Eu juntei mais dinheiro e após 18 meses,vendi o meu 600,00 a mais do que havia pago e completei p/comprar à vista outro CORSA agora 2002.Pus GNV nele p/ poder economizar(rodo muito)mais e este mês sem precisar vender o Corsa a GNV comprei um Fiesta Sedan 1.6 zerinho,fui toda satisfeita e feliz buscar na concessionária. Pago totalmente ávista. Mas enquanto não coloco GNV neste,ainda estou c/ meu Corsinha 2002. Ah! Minha amiga?Terminou de pagar o financiamento do carro dela que está velho pois não teve mto $ p/fazer manutenção e ainda pagou por dois carros. Moral da questão,vá juntando o $ e mudando de carro,vc lucrará bem mais.

  • Pingback: Carro: sonho ou pesadelo? Você decide! : Dinheirama - Investimentos, educação financeira, ações()

  • jura

    Escelente texto, parabens, cai nesse conto do vigario, hoje pago um carro 0 em 48X de 791 reais, mais 900 reais de IPVA/DPVAT e mais 1300 reais de seguro, vou pagar dois carros, poderia esta muito bem com um carrinho 96 ou 97 com uma prestação de 280 reais seguro barato e ipva também, não façam isso, e se puder compara um carro novo compre a vista e não compre 0, compre com 5 mil KM, o preço vai la embaixo e aida vem completo.

  • Pois é.. acabei de vender o meu carro hoje, estava financiado e percebi, tardiamente, que estava perdendo dinheiro. Em 03 anos investindo meu dinheiro poderei comprei comprar dois carros que eu tinha comprado financiado!

  • Pingback: Gestão TI » Blog Archive()

  • MI

    Para as pessoas que têm dúvida em relação a carro zero ou usado, seria muito interessante um post mostrando os prós e contras.

    Eu acredito ser mais válido comprar um veículo semi-novo com, aproximadamente, 3 anos de uso e pouco rodado. Sei que muitas pessoas gostam de sentir o “cheirinho de carro novo”, desfilar no bairro com o automóvel brilhando e saber a procedência dele.

    Mas, eu penso de maneira diferente. Comprar carro 0km é muito ruim, pensando no bolso. Nos primeiros 2 anos há a maior desvalorização e, caso o carro seja de um modelo recém lançado, não há como saber se o mercado o aceitará bem na revenda, o que pode fazer com que o custo de tê-lo 0km seja, ainda, maior.

    Prefiro deixar de pegar um veículo zero a pegar um outro semi-novo com mais opcionais.

    E outra. Jamais, sob hipótese alguma, nem sob ameaça de morte, compre carro usado de concessionária.

    Essas lojas colocam o preço do carro nas alturas, muitas vezes maquia-no, escondendo problemas crônicos e proíbem o comprador de avaliar o veículus em mecânicos de confiança.

    Pesquisando cerca de 3 a 4 meses no jornal e em classificados da internet, consegue-se automóveis conservadíssimos, sem qualquer problema.

    Nada melhor do que pegar aquele senhor que está atolado de dívidas e precisa vender o carrinho que sempre cuidou bem para pagar as dívidas. O coitado coloca o preço lá em baixo e faz de tudo para você comprar. Lógico que nessas horas o coração não pode falar, pois dá pena, mas fazer o que? Oportunidades dessas não podem ser perdidas.

    Bem, posso estar redondamente enganado, mas penso assim!

    Navarro, aproveite e tire essa dúvida: estou certo ou errado pensando desse modo?

  • Jose Vasconcelos

    Gostei muito do artigo, gostaria de saber se tem algum trabalho ou onde posso encontrá-lo, que trate do tópico : Avaliação quanto a aquisição ou locação de veículos no setor público .

    Grato,

    Vasconcelos

  • Pingback: Seu carro, seus gastos. O que fazer? : Dinheirama - Investimentos, educação financeira, ações()

  • Pingback: Motos Blog » Arquivo do Blog » Carro não é investimento. Ponto.()

  • Olá! Eu fiz um pequeno Jabá do seu Blog no meu Novo Blog! Gostei da parte que você fala sobre a possibilidade de comprar uma moto. Da uma passadinha lá! Até mais!

  • Navarro

    Daniel, obrigado pela referência em seu blog. Acabo de ler o artigo e confesso que gostei muito do blog. Um blog sobre motos é algo que eu ainda não tinha visto. Parabéns pela iniciativa. Muito sucesso pra você!!!

  • Navarro, é verdade. Eu também senti falta de um bom blog sobre motos, mas o máximo que encontrei foram sites estilo “portal”, e fóruns. Então eu resolvi apostar neste segmento. Até agora só recebi elogios, mas sei que o projeto ainda é novo e tem muito a amadurecer. Obrigado pela visita e volte sempre!

  • Pedro

    Tenho um Corsa 99 ( ta em bom estado, preciso trocar pneus e manutenção basica, vale +- R$12500 ) eu estava decidido a troca-lo por um Carro OK – mas deixei de agir pela emoção, e pensei no meu bolso! No começo do ano, eu iria da-lo de entrada e financiar o restante – percebi o péssimo negócio q iria fazer e decidi q somente iria compra-lo A VISTA. Hj tenho o valor para comprar o carro 0Km ( R$35000 ) mas decidi não comprar o novo carro agora, e fazer esse dinheiro trabalhar por mim. Minha meta é q a partir desse valor, o juros q ele me render PAGUE o novo carro. Eu sei q não é facil, a tentação é forte em ter um novo carro, mas pretendo resistir! Aki no blog, encontrei um ponto de apoio para q eu permaneça firme nesse objetivo. Temos q dar valor ao nosso dinheiro, e não presentea-lo aos bancos!

  • Pingback: Dinheirama - Conquistando dinheiro e lucrando idéias - por Conrado Navarro » É hora de gastar mais, muito mais!()

  • Estava pensando em compra um moto, para ir pro trabalho, mais minha namorada”Patroa, Chefe, Dona etc.” não apóia, me disse para comprar um carro, mais eu não tenho condições de arca com os gastos de um carro nesse momento”e acredito que nem daqui a uns 2 ou 3 anos 🙁 pobre é um merda mesmo” esse texto vai cair como um luva. Vlw 🙂

  • wendson, entra no meu blog cara. É um blog sobre motos e tem um artigo que vai cair como uma luva pra você.
    http://www.motosblog.com.br

    Até mais!

  • sergio

    Depende, se vc está a pé o que vc gastaria com passagens de onibus, no dia a dia e no fim de semana com a família. E o que a familia gasta com passagens, filhos esposa etc. Somando tudo vc chega a 60 a 70% do preço da mensalidade com o carro? Nesse caso prefiro a prestação e o carro junto com o conforto, no final do período tenho alguma coisa pra vender, mas as passagens de onibus e o tempo de espera nos pontos de onibus? Agora se vc já tem o carro a dica é o GNV, este me ajudou a economizar e gerar fundo pra trocar de carro. Se for pagar a prestação então é melhor pegar um zero.

  • Arthur Gouveia

    Sérgio, comprar carro não é investimento e ponto. Tô com o Navarro. Tudo bem, o prejuízo de ter um carro pode ser menor que o de andar de ônibus/táxi com toda a família, mas de qualquer forma o carro, se ele não é ferramenta de trabalho, não é investimento. Agora, comprar um carro zero é um prejuízo maior ainda! Um carro 0km desvaloriza quase 10% no primeiro ano e 12% no acumulado de dois anos. Portanto, um carro com um ano de idade quase não desvaloriza!!! Pense nisso, comprar um carro com um ou dois anos de idade é um negócio “menos pior” do que comprar um carro zero.

  • Fabiano Banin

    Comprei um carro em 60x, confesso, mas em SP, dependendo da região que você está fica dificil se locomover com o serviço de transporte público, precário, não eficiente, enfim, prefiro me desdobrar e pagar o carro do que andar de ônibus para cima e para baixo. Nunca contei o carro como investimento, e já disse isso para minha esposa, carro é despesa e pronto. Gasolina, imposto, manutenção etc… nunca deve ser considerado um investimento, a não ser que vc compre o carro, guarde-o e venda-o daqui uns 15 anos, zero, para um colecionador !

  • Post impecável em todos os sentidos!

    Navarro, em breve você será convidado para fazer aquelas crônicas que economistas mais experientes costumam fazer na grande mídia. Eu não duvido!

  • Esteban crustille

    Hola.
    Caro señor Eduardo, soy muy grato por su indicación onde mi persona pode con satisfación encontrar Hidratante para Bancos del Couro. Visitei sitio indicado por su persona: http://www.wglcar.com.br y conprey no apenas o Hidratante para Bancos del Couro, conprey también la Cera Brilho espelhado y desodorizante Carro nuevo. caro señor Eduardo, muchas gracias por su indicación. estoy muy satisfeito con gran qualidad del produtos.

    saludo,
    esteban crustille
    cordoba

  • Claudia

    Infelizmente as pessoas se prendem à ideologia do ter e não param para calcular quanto estão perdendo para as empresas que vivem de juros.E ainda acreditam numa falsa promessa de OPORTUNIDADE.O importante seria enxergar “para quem ” tal oportunidade é realmente boa.

  • andre

    ai jesus, vamos andar a pé então, pelo menos isso pode né, aff

  • Sergio

    oK, dei o braço a torcer. Não comprei o carro novo, estou com meu velho uno/99 a GNV. Sabe, agora já virou casamento me casei com ele e não penso em divórcio. O dinheiro que ia pro carro, foi pra um segundo imóvel, melhor localizado. Estou pra vender ou alugar a chácara, caso não ocorra nenhuma coisa nem outra, a chácara vai virar local para eventos e render algum dinheiro. Trocar de carro agora, só mesmo quando ele começar a dar mais gasto que satisfação.

  • Lucio

    A VIDA É UM JUROS, NÓS JÁ NASCEMOS DEVENDO…

    Concordo que pra comprar um carro 0km tem que se planejar direito e atento com todas despesas….

    Agora pensar como vai ser a longa jornada do boletão de 60x, acho que é besteira.

    Assumiu a divida tem que pagar, se num pagar sobre as conseqüências.

    Juntar grana pra comprar carro é uma tarefa muito dificil, pelo menos pra mim.

    “Carro não é investimento. Ponto.”
    Depois de tudo pago, vc tem um bem.
    Como não é investimento?
    Independente se vc pagou 2 carros…. mas pelo menos vc investiu em 1.

    (CARRO VELHO NUNCA MAIS !!!)

    • Luiz

      Por isso que tá cheio de magrão na rua, pagando de bonzão com carro no ano e não tem onde cair morto. Depois invejam o cara que viaja pra Europa e num futuro não tão distante tá andando com um carro de 300 mil e morando num condomínio luxuoso. Êêê boletão Bottini hahahahaha

  • Lucio

    Estou mais preocupado em dobrar, triplicar me ganho mensal,
    do que ficar vendo se eu estou perdendo… eu quero saber de conforto de um carro novo… sem stress, pagando o boletinho tranquilo… poxa a vida é tão curta… eu pretendo curtir a minha com todo conforto, se preocupação e tesão de andar de carro zero…

    Apenas a minha opinião!

  • Francisco Agripino

    O problema é que nenhum assalariado consegue juntar dinheiro para comprar um carro novo a vista, e o recurso é o carro financiado, e se voce compra um carro usado semi novo ou não voce vai ter que gastar em manutênção e que as vezes fica caro do mesmo jeito, hoje em dia seguro de carro novo ou usado é essencial e o carro quanto mais velho mais caro é o seguro contra roubo e perda. No meu conceito eu acredito que temos apenas duas opções ou voce compra o que gostaria de ter ou fica sem e anda a pé e vai de ônibus

  • priscilla

    ola navarro.adorei seu post, e gostaria de saber sua opiniao a meu respeito.ja faz uns 4 meses q comprei meu carro financiado em 60×584 e ha alguns dias ja venho me perguntando se fiz a coisa certa…e agora lendo seu post…aff caí na real….ha algo que eu possa fazer para n perder tanto dinheiro?pq o preço q consigo nele nao daria pra quitar o financiamento…o q faço????alguem poderia me dar uma luz????

  • Sergio

    Na época comprei o carro zero em 36 meses, foi vantagem pois fazendo as contas desembolsei algo como 70,00 a mais na prestação do Uno99, foi vantagem pois estava a pé e além de ser inegável o conforto do carro o gasto com passagem de onibus não volta e hoje dez anos depois, tenho um carrinho que tem algum valor, com o GNV economizei bastante, estarei mudando para o apto novo mes que vem, e poderei abandonar o uso diário do carro que será usado só aos fins de semana, desta forma posso ir deixando ele mais bonitinho, tirando alguns amassadinhos, trocando os bancos, colocando um insufilm, enquanto acumulo algum dinheiro para um carro mais utilitário, estou pensando numa strada cabine dupla, quem sabe. Atualmente ele me leva e me traz com todo conforto no menor custo que já conheci, fiz todas as contas ele é muuuito economico, mas acho que em breve chegará a hora de trocá-lo por outro mais novo, mas desta vez, sem financiamento.

    • Luiz

      Parabéns pela ótima compra.

  • Valéria

    Realmente, financiamento de carro 0 é uma loucura de tantos juros, mas nas minhas condições de assalariada vou ter que assumir novamente um financiamento. Pensei em contratar um consórcio,mas não conseguiria dar um lance suficiente para tirar a carta,pois os primeiros lances do grupo são muito altos chegam a 50% do crédito. Então n tenho outra saída, a não ser financiamento

  • Já faz mais de dois anos que li este post e ele continua pertinente. Continuo sem carro, comprei uma bicicleta e me mudei para mais perto do trabalho. Nunca mais me estressei com trânsito e economizo uma boa grana.

  • José Luiz Couto de Souza

    Tenho um gol 2008 e pretendo troca-lo por um outro carro, só que tenho direito a adquirir um com desconto pela minha deficiencia em torno de 20% sera que vale apena? Mesmo assim não é investimento? Tbem não pagarei IPVA.

  • José Luiz Couto de Souza

    Gostaria de saber se carro com desconto para deficiente é compensatório pagando ávista ou financiando e investindo o dinheiro.

  • Pingback: uberVU - social comments()

  • Rogerio

    Acho que sou neurotico !!! Antes de comprar o carro ou de trocar, fico uns 2 anos fazendo as contas… Estou fechando um negocio de Consorcio da Porto Seguro, taxa administracao bem baixa (10%)… estou me planejando para daqui 6 ou 8 meses dar um bom lance e usar a carta de credito + valor do meu carro e retirar um carro zero ou mesmo um semi-novo. Temos sim que fazer as contas, a nao ser aqueles que ganham… digamos… uns 10 mil por mes, estes devem comprar a vista.. abaixo disto é preciso fazer as contas, poupar… Adorei este post… muito bom, legal tambem os comentarios !

  • Realmente, concordo que carro não é investimento. Até hoje somente tive prejuizo, seja com financiamentos, manutençao, seguros. Já até mesmo pensei em vender meu carro e andar somente de táxi, pode ser até mais em conta.

    Obrigado

  • Carro não é e nunca foi investimento. Auto é investimento apenas para os lojistas, lojas… só!…. froids… o negocio é comprar um carro somente se houver MUITA necessidade, pq se nao houver, deixa no gelo. A nao ser q vc tenha mta grana, dai tanto faz. Antes de comprar o carro fique MUITO atento ao Licenciamento do veículo, tive enormes dores de cabeça com isso. http://www.autopan.com.br/Noticias/46/ajuda.htm

  • Pingback: MUSCLE CAR – CAMARO |()

  • ADALBERTO

    PÔ NAVARRO , DEPOIS QUE COMECEI A LER ESSES SEUS ESCRITOS SOBRE FINANCIAMENTO DE VEÍCULOS, FIQUEI POUCO CONFUSO, POIS VENHO DEIXANDO DE CONTRAIR DÍVIDAS HÁ MESES, SÓ PENSANDO EM AUMENTAR A MINHA MARGEM EM MEU CONTRA-CHEQUE PARA FINANCIAR UM CARRO NO INÍCIO DE 2011! CONFESSO: DEPOIS DESSAS LEITURAS E DE ACONSELHAMENTOS DE AMIGOS, TOU QUASE SUBSTITUINDO A IDÉIA INICIAL….

  • carlos

    CONCORDO com o texto, os argumentos e tudo que foi escrito. isso tudo é verdade…
    mas experimente voce morar aqui em brasilia e ir todo dia trabalhar sem um carro… dai voce vai saber o quanto compensa voce ter este meio de transporte único pra voce ir trabalhar e fazer suas coisas fins de semana.
    é caro, mas compensa pagar por isto. o jeito é tentar economizar no restante, eu por exemplo acho uma idiotice investir em carro comprando acessórios pois depois de 5 anos voce passa o carro adiante e compra outro mais novo!
    simples assim. é muito bonito falar que bicicleta nao polui, ou andar de moto. mas a realidade é diferente, aqui nao tem infraestrutura pra quem anda de bicicleta e andar de moto é um passo pra morrer mais cedo.
    pensem nisso tambem.

  • Juliano Augusto

    Sou formado em Administração e com MBA EXECUTIVO EM FINANÇAS COM ÊNFASE EM GESTÃO DE INVESTIMENTOS.

    Olá pessoal. Acredito que todos esses “carrões” que vemos pelas ruas deve haver um “livro” com valores no porta luvas, isso mesmo, um enorme carnê de 60x pelo menos. Acredito que o preço de veículos no Brasil é abusivo em pelo menos uns 30%, enquanto as pessoas comprarem carros com esse valor, os preços jamais caíram. As pessoas deveriam deixar de comprar carros 0km e investir em semi novos, a depreciação de carro no Brasil é muito grande em relação ao preço que se paga por ele. Pelos recursos naturais e econômicos do país o custo de veículos era para ser mais em conta. Sejam espertos e exijam respeito, não trabalhamos o mês inteiro para comprar um carro 1.0 básico pelo valor de aproximadamente 38,58 salários mínimos! Absurdo!
    Boa sorte a todos.

  • Ivanildodert

    ola eu tenho um golzinho de r$13.000 meu vizinho que tem uma renda parecida com a minha ta com um new civic 0km e 60x para pagar.Convidei ele para passar um final de semana na praia ai ele ficou na duvida,se pagava a prestação do carro ou ia a praia.Detalhe o dono do new civic e meu inquilino,ele me chama de pão duro.Ai respondi,Que gostava de dormir eu e meus filhos com o ar condicionado dos quartos ligados,comer uma boa picanha na minha churrasqueira com uma gelada do lado,viajar uma vez por ano,tv a cabo,internet de altíssima velocidade,fundo de reserva no banco que alias daria para trocar de carro,boa escola para os pivetes e assim por diante e não pagar(DOAR) nem um centavos de juros a ninguém

    • Jemerson

      É isso aí meu chapa!
      Conheço muita gente nessa situação, viu! Eles comprometem toda a renda com algo desnecessário e acaba ficando sem vida, pois nunca pode sair para se divertir. Quando tem alguma emergência então, aí que o bicho pega mesmo, pois ele precisa arrancar dinheiro de onde o juro é mais alto: Cartão de crédito!

  • JulioK

    Tanto que a inadimplência no financiamento desdas “belezuras” esta no nível mais alto desde 2004.
    Já, já, vão sobrar semi-novos completos nas financeiras!!!

    • Arthur

      Já tem muitos vendedores de semi-novos fechando aqui em Curitiba, Júlio…

  • Josué

    vantagens do carro:

    1) conforto.
    2) ir pra onde quiser e quando quiser.

    desvantagens do carro:

    1) valor pago à vista – minimo de 20990(Renault Clio com IPI reduzido) – ou à prazo(pelo menos 50% de acrescimo em uma prestação de 3 anos).
    2) manutenção: gasolina/alcool + IPVA + seguro + DPVAT + licenciamento + mecânica + etc. = R$ 800,00/mês em média!
    3) Alta desvalorização(depreciação).

    Conclusão: Se você tem dinheiro pra jogar no LIXO vale a pena comprar um, caso contrário, ônibus e bicicleta continuam sendo as melhores opções, a não ser que você queira arriscar rachar a cabeça ou quebrar alguma coisa caindo de cima de uma moto ou se torturar diante de um toró com ela…

  • Pingback: Vale a pena comprar um carro? | Mundo Monstro()

  • Lindo e Maravilhoso na teoria, agora pega o cara que pega um ônibus todos os dias as 06:00 da manhã para chegar as 08:00, se chegar 08:05 toma esporro do chefe.. agora junte que hoje ele pode comprar o carro, mesmo que em 60 meses, agora ele sai de casa 07:00 e chega 07:50 sem problemas e pode sim pagar a prestação em dia. Enfim, na minha opinião quem poupa não tem bens…

  • Ivan

    Eu comprei um carro de dez mil reias em sociedade com a minha mãe: cinco mil cada um. Como é velho, não temos seguro. Dividimos IPVA, pneus novos, gastos com mecâncio, entre outros. A gasolina cada um paga a sua. Isso sim é uma maneira muito boa de não jogar o dinheiro fora.

  • Thiago

    To pensando em comprar um palio 1.0 economy completo zero km, da 20 mil de entrada e financia só 5 ou 7 dependeno dos opcionais, acho q assim da de boa pra fica com um carrinho barato porém que me atende :), e minha renda e razoavel.
    Pessoal tinha que aprende a faze tabela no excel nada melhor para calcular essas coisas.

  • Pingback: 10 Melhores Blogs de Investimentos e Finanças - Blog de Investimentos()

  • david

    Olá, eu sou um emprestador empréstimo privado, I dar crédito para aqueles que precisam de crédito e aqueles que querem iniciar um novo negócio. Eu dou empréstimos pessoais, empréstimos comerciais, empréstimos estudantis, empréstimos de empresas e todos os tipos de empréstimos na taxa de juros de 2% do contato hoje: [email protected]

  • jelani sample

    Você é um homem de negócios ou mulher? Você precisa de fundos para iniciar seu próprio negócio? Você precisa de empréstimo para liquidar a sua dívida ou pagar suas contas ou iniciar um bom negócio? Você precisa de fundos para financiar o seu projeto? Nós Oferece serviços de empréstimo garantido de qualquer quantidade e em qualquer parte do mundo para (indivíduos, empresas de mediação imobiliária e Órgãos Sociais) a nossa taxa de juros soberba de 3%. Para a aplicação e mais informações envie respostas para o seguinte endereço E-mail: