Star: conheça, compare e negocie as tarifas bancárias e pacotes de serviçosTodos sabem que sou um dos críticos da forte concentração bancária encontrada no Brasil. Nossas instituições financeiras em geral são sólidas, mas pouco agressivas no sentido da concorrência. A característica típica do brasileiro de pouco pechinchar e pesquisar melhores alternativas traz tranquilidade ao cenário de pouca competitividade. Se a economia[bb] vai bem, o brasileiro consome, compra, financia, em geral, sem se preocupar tanto com as condições da negociação.

Mudar o quadro de concorrência não é algo simples, capaz de acontecer de uma hora para outra. Motivar os brasileiros a aceitar e incentivar a educação financeira também não. Assim, vamos aproveitar o texto de hoje para discutir o básico: Como é o seu relacionamento com o(s) banco(s) onde mantém conta? Você conhece os produtos que contrata ou simplesmente segue recomendações? E as taxas disso, daquilo, tarifas, você as contabiliza quando toma suas decisões?

Ah, sim, o básico. Tratemos das tarifas, pois. Seu uso cotidiano dos serviços desta instituição implicam custos e tarifas frequentemente debitadas de seu saldo disponível. Você sabe que tarifas são essas? Elas são as mais baixas? Como diminuí-las? Alguns se defendem afirmando que “são pequenos valores que não interferem no total movimentado no mês”. Será? Não vale a pena negociar, buscar alternativas? Educação financeira significa respeitar seu dinheiro.

De repente você pode concentrar certas ações em outro banco, pagando menos. Ou, quem sabe, abrir conta em outra instituição e encerrar suas movimentações no banco atual. Então surge a grande questão: como pesquisar e comparar as tarifas cobradas pelos diferentes bancos e instituições financeiras presentes no mercado? Ligando? Indo até às agências? Não.

STAR – Sistema de Divulgação de Tarifas de Serviços Financeiros
A FEBRABAN (Federação Brasileira de Bancos) mantém um sistema on-line, gratuito, que permite a qualquer interessado pesquisar tarifas e pacotes de serviço das principais instituições financeiras brasileiras. Trata-se do Star, site de fácil acesso e bastante intuitivo que permite a você, do conforto de sua casa, comparar as 46 tarifas mais utilizadas pelas pessoas físicas.

O sistema existe desde 2007, mas infelizmente é pouco divulgado pela mídia em geral. Desde o dia primeiro deste mês, a base de dados conta também com informações e valores de 72 pacotes de serviços – planos de conta corrente oferecidos de acordo com o perfil e objetivo do cliente bancário. Anote ai o endereço: www.febraban-star.org.br/index.asp

Estão presentes no Star os 13 maiores bancos do Brasil: Banco da Amazônia, Banco do Brasil, Banestes, Bradesco, BRB, Caixa Econômica Federal, Citibank, Banrisul, HSBC, Itaú, Mercantil do Brasil, Safra e Santander. As consultas podem ser por instituição, por tipo de tarifa e pacote de serviço, permitindo inclusive a comparação, impressão e exportação dos dados para uma planilha.

Enquanto não vemos um aumento significativo de concorrência e a possibilidade de tratar a educação financeira[bb] como assunto de máxima prioridade, cabe reconhecer as iniciativas interessantes e de bom senso capazes de colaborar com as decisões financeiras do dia-a-dia. Mais que isso, é importante divulgar e fazer uso de tais referências.

A transparência nas negociações dos pacotes e tarifas permite nivelar seu conhecimento e oferecer a oportunidade de dialogar com seu gerente bancário de igual para igual. Seu objetivo é ser bem atendido, ter benefícios e ser reconhecido como um bom cliente. A meta de seu gerente é vê-lo satisfeito e oferecer-lhe alternativas. Informação é o elo que permite a ambos atingir o sucesso. O Star pode ser seu aliado na necessidade de discutir seu presente financeiro, abrir uma nova conta ou migrar de banco. Aproveite!

Crédito da foto para freedigitalphotos.net.

Conrado Navarro
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários

  • Pingback: Tweets that mention Star: conheça, compare e negocie as tarifas bancárias e pacotes de serviços | Destaques | Dinheirama - Economia, Investimentos e Educação Financeira ao alcance de todos -- Topsy.com()

  • Thiago-U2

    Poxa, que legal. Isso é muito útil. Pena que não é divulgado, eu mesmo nunca tinha ouvido falar.

    Obrigado por nos deixar informados, Conrado. 🙂

    Abraço!

  • Rosana

    Conrado,
    Gostei muito do artigo, eu também nunca tinha ouvido falar no Star. Já o coloquei no meus favoritos para consultas.
    Abraços e sucesso,

  • diego

    Adorei,

    na semana passada estava fazendo uma busca dos preços das operações bancárias em cada site dos bancos, para saber se estava pagando muito ou pouco no meu banco.

    Deu um trabalho….

    Parabéns pelo artigo! Muito útil!

  • Sérgio

    Isso sim é prestação de serviço!
    Parabéns ao blog dinheirama que está cada vez melhor.
    Sucesso sempre!!!

  • Fabio Lourencetti

    Uma informação adicional,

    Com a resolução 3518 (2007) do conselho monetário nacional, as categorias de tarifas passam a ser padronizadas como essenciais, prioritários, especiais e diferenciados.

    Para quem usa apenas os serviços essenciais, a instituição não pode cobrar tarifas, ou seja, custo zero para manutenção de conta corrente. Porém nenhum dos bancos coloca isso em seus sites, é claro.

    Veja mais informações em
    http://www.idec.org.br/bancos/novas_regras_sobre_tarifas/

  • Gosto muito do seu blog e sempre que posso leio os posts! Parabéns…..continue o ótimo trabalho. Shirley de Souza.

  • Muito legal seu artigo mais uma vez Conrado! Já andei fuçando o site que também ajuda bastante.

    Uma dúvida: os bancos não permitem a opção de ter nenhuma “cesta de serviços”? Já tentei isso no Bradesco, fiquei algum tempo sem cobrarem nada e depois todo mês debitam, sendo que nem uso. E lá falaram que eu TENHO que ter uma dessas cestas.

  • Pingback: Manual da Educação Financeira para iniciantes - Prof. Elisson de AndradeProf. Elisson de Andrade()