despesas-inicio-de-ano-postTodo começo de ano é igual para muitas famílias brasileiras: um grande número de dívidas do final do ano anterior soma-se às contas e despesas típicas dos primeiros meses do ano. Material escolar (para quem tem filhos), IPVA e IPTU são as principais “dores de cabeça” do brasileiro nessa época. Saiba qual a melhor forma de se livrar dessas dívidas.

É mais vantagem pagar as dívidas do final de ano ou as contas do começo?

Priorize o pagamento das dívidas antigas. Geralmente elas tem mais juros – por exemplo, as do cartão de crédito. Para quem pretende atrasar o pagamento das despesas, a dica é tentar renegociar ou atrasar aquela que acarretar menos problemas. No caso dos impostos, a inadimplência traz vários problemas legais. O ideal é priorizar as despesas mais pesadas e com mais juros, mas renegociar tudo para não ficar pagando juros e “empurrando” a dívida.

É melhor pagar o IPVA à vista ou a prazo?

Prefira sempre pagar à vista. Mas se você está com dívidas neste começo de ano, o Imposto sobre a Propriedade de Veículos (IPVA) é uma das contas que podem ser deixadas para pagar a prazo.

Alguns especialistas, aliás, acreditam que não vale a pena ficar com o bolso apertado para pagar o imposto de uma só vez se o desconto para o pagamento à vista (oferecido por alguns estados) não for maior que 8%. Se você não tiver dinheiro para pagar nem a primeira parcela, alguns bancos oferecem linhas de crédito para o pagamento desses impostos.

É melhor pagar o IPTU à vista ou a prazo?

Assim como o IPVA, o valor do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) depende da cidade onde o imóvel está localizado e é calculado sobre o valor da propriedade. Por ser, geralmente, um valor pequeno, vale mais a pena pagar à vista, com desconto.

O pagamento pode ainda ser efetuado em até dez prestações iguais, mensais, com vencimento sempre no mesmo dia de cada mês. Após o vencimento da parcela, o valor é acrescido de multa de 0,33% ao dia, limitada a 20%.

E o material escolar dos filhos, devo pagar à vista?

Geralmente não é possível parcelar a matrícula de escolas, mas o material escolar, sim. Neste caso, compre todos os materiais na mesma loja. Você pagará um pouco mais caro, mas conseguirá condições melhores de parcelamento. Se você tiver dinheiro para pagar à vista, a dica é fazer uma pesquisa em várias lojas e comprar os itens em lugares diferentes, com preços menores.

Algumas escolas exigem que o material escolar seja comprado no próprio estabelecimento ou em alguma loja específica. Na prática, essa exigência não tem valor. De acordo com o Procon, é obrigação da escola fornecer a lista de material para os pais comprarem em qualquer lugar.

Qual a dica de economia para que o sufoco dessa época não se repita no próximo ano?

Todo começo de ano traz as mesmas despesas. Se o aperto no ano que vem já é previsto, por que não se preparar? Faça um planejamento: poupe dinheiro ao longo do ano para este momento e reserve o 13º salário para o pagamento de algumas despesas.

Fonte: Revista Veja. Foto Shutterstock: A pen sitting on top of an opened checkbook.

Igor Oliveira
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários