Hoje o assunto é renda variável, bolsa de valores, mercado de ações. Os investimentos em renda variável ao mesmo tempo fascinam e aterrorizam as pessoas, em especial os novatos e inexperientes.

O apelo pelo fascínio é quase sempre o mesmo, e funciona (e frustra) em várias outras instâncias: o desejo de se obter grandes lucros, com pouco esforço e num curto espaço de tempo.

Vou ser direto: se você pensa assim, esqueça. Isso não existe na bolsa de valores e em nenhum outro lugar (de forma lícita), a não ser que os resultados sejam movidos pela sorte.

E por mais sortudo que você seja não conseguirá manter bons resultados ao longo do tempo.

Leitura recomendada: Buscando a Longevidade na Bolsa

Alguns pontos interessantes sobre compra e venda de ações

Você precisa ter em mente que o que faz a ação de uma empresa subir ou descer, nada mais é do que a variação entre a oferta e a demanda pelos papéis (ações) daquela empresa.

Olha aqui neste “box de cotação” do home broker (sistema usado para você acompanhar em tempo real as ações na bolsa), as duas colunas de preços. Do lado esquerdo dos botõezinhos verdes, a força compradora; do lado direito dos botõezinhos azuis, a força vendedora:

Quer investir na bolsa? Aprenda o básico sobre análise técnica

Portanto quem dita qual será a direção dos preços (se vai subir ou cair) são os próprios investidores, ou o “mercado” numa expressão mais comum neste meio.

Interessante percebermos que o “mercado” são as pessoas (na verdade, um grupo enorme de pessoas). E sendo assim, as decisões por comprar ou vender são bastante motivadas por questões emocionais.

Por isso ouvimos que cerca de 30 a 40% do sucesso de um investidor na bolsa de valores tem relação com o seu controle emocional. É necessária certa frieza para ser um bom operador (ou trader) na bolsa.

Uma ferramenta importante no mercado de ações

Para quem é novato e deseja dar uma espiada neste mundo da renda variável, será importante conhecer uma vertente de análise dos ativos (ou ações) que é conhecida como análise técnica (ou gráfica).

Juntamente com outros tipos de análise, ela consegue traduzir alguns comportamentos desses ativos e com isso mostrar tendências ou mesmo sinais de inversão no movimento dos preços das ações.

Ebook gratuito recomendado: Invista a maior parte do seu dinheiro em renda fixa

Quando uma informação importante (privilegiada ou não) for interpretada como motivo para compra ou venda de um determinado ativo, ocorrerá um desequilíbrio entre a oferta e a demanda (volatilidade), afetando o preço da ação.

A análise técnica nos apresenta alguns padrões de figuras nos gráficos, que por sua vez, mostram estas mudanças de comportamento dos preços.

Dessa forma, é possível interpretar alguns sinais importantes de que algo maior está prestes a ocorrer, dando ao investidor mais elementos para que possa tomar suas decisões de compra e venda.

O gráfico de candlesticks

Existem alguns tipos de gráficos que podem ser utilizados, mas o mais comum é o gráfico de candlesticks (bastão de velas, numa tradução literal), como este:

Quer investir na bolsa? Aprenda o básico sobre análise técnica

Para não me estender muito no assunto, quero apenas mostrar as informações que conseguimos ver em um candlestick. Depois vou deixar uma sequência de textos do amigo e grande analista de investimentos Leandro Martins, do programa Ponto a Ponto da Rico.com.vc.

Cada barra vertical dessas representa um espaço no tempo. Este gráfico de exemplo das ações da mineradora Vale (código VALE5 na bolsa), está numa amostragem diária. Então cada barra representa um dia.

Observe que há duas cores envolvidas e também umas linhas verticais, que saem dos retângulos verticais. Essas cores podem ser configuradas no software gráfico que você utilizar, e no nosso exemplo, verde significa uma alta, e vermelho uma baixa nos preços.

Preços em alta

Se for verde (alta), a base do retângulo vertical indica o preço da ação no início do intervalo de tempo que está sendo medido (no caso do nosso exemplo, um dia todo).

O topo do retângulo indica o preço no fim do intervalo de tempo medido (novamente, no nosso exemplo, um dia).

Preços em baixa

Se for vermelho (baixa), a lógica é invertida. Topo do retângulo indica preço da ação no início do intervalo de tempo medido, e base do retângulo indica o preço da ação no fim do intervalo medido.

E as linhas que saem acima e abaixo dos retângulos? Elas indicam as máximas e mínimas de preço que aconteceram dentro daquele intervalo de tempo medido.

Resumo

Agora uma imagem resumo onde vemos outro código de cor, onde o branco significa alta e o preto, baixa:

Quer investir na bolsa? Aprenda o básico sobre análise técnica

Agora que você já entendeu os candlesticks, vemos que estas representações gráficas são relativamente simples. Só que elas contém informações importantes para checarmos como aconteceu a “batalha” entre oferta (vendedores) e demanda (compradores).

O tamanho de cada extremidade dos retângulos e linhas verticais revela o quão intenso ou não foi a volatilidade medida naquele intervalo de tempo.

Vídeo recomendadoPor dentro da Bolsa de Valores #1

Quando os candlesticks são analisados em sequência, formam figuras reveladoras sobre os possíveis comportamentos futuros dos preços das ações.

Aprenda mais com o Leandro

Quer conhecer mais sobre análise técnica e aprender a identificar essas figuras gráficas que revelam alguns importantes movimentos do mercado?

Acompanhe o Leandro Martins em seu programa Ponto a Ponto.

Para isso você precisa ser cliente da Rico.com.vc, mas isso é simples. Basta abrir sua conta gratuitamente pela internet (clique aqui).

Ah! Antes de ir lá para o Ponto a Ponto, estude estes textos aqui do Leandro:

Caso contrário, você poderá se assustar ao ver o mercado funcionando a todo o vapor! Mas será um susto bom, daqueles que irá estimular você a aprender mais sobre este fascinante mundo da renda variável.

Espero que tenha gostado! Desejo ótimos investimentos! Um abraço e até a próxima!

Giovanni Coutinho
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários