Por Luciana Seabra, especialista em Fundos de Investimento.

Temos escrito bastante sobre previdência e aposentadoria nestes últimos meses. E não é por menos. O assunto é pra lá de relevante, e nosso desafio é “martelar” mesmo na sua mente, pois a maioria das pessoas é lenta em pensar no seu futuro financeiro.

Hoje o assunto são os famosos planos de previdência privada: os PGBL e os VGBL, tão ofertados pelos gerentes de bancos com a promessa de resolverem o seu presente e futuro. Será?

Na verdade, a situação é tensa. A maioria dos planos de previdência privada passam para os contribuintes a falsa ilusão de que está tudo bem encaminhado, mas acabam contribuindo para que o brasileiro termine a vida na miséria. Surpreso? Vou explicar.

Sou especialista em fundos de investimento e trabalho na Empiricus Research, a maior consultoria financeira do País. Por não ter rabo preso com bancos, corretoras ou gestoras de investimento, tenho liberdade total para lhe dizer com todas as letras:

Ou você muda de plano agora, ou não receberá lá na frente aquilo que espera. Poderá inclusive FICAR SEM NADA, em situação próxima da miséria. Digo isso com a segurança de quem passou uma vida pesquisando.

De 2.160 planos de previdência, apenas 5 são realmente ótimos

Nos últimos meses, minha equipe e eu analisamos 2.610 planos ativos de Previdência e pudemos constatar que a esmagadora maioria não joga no time do cliente. Na verdade o que eles fazem é jogar contra. E o seu plano muito provavelmente não foge à esta regra.

Óbvio que meu estudo não termina com esta conclusão. De nada vale levantar um problema tão grave e apontar os culpados sem propor uma solução prática.

Por isso, mostrarei a você quais são os 5 melhores fundos VGBL/PGBL do mercado dentre os 2.610 planos analisados. Você entenderá claramente a diferença que faz em sua vida ter um bom plano de Previdência no lugar de um plano reconhecidamente ruim.

Tenho certeza de que este alerta será determinante para que você não incorra no erro da maioria e garanta de vez o seu futuro.

Dê uma olhada nesta imagem e veja a diferença na multiplicação do seu dinheiro:

dinheirama-5-fundos-previdencia2

Em azul, o resultado dos planos comuns (ou planos “vilões”, como gosto de chamar). Em laranja, um plano mais justo. Mas em cinza, vemos o que chamo de plano “turbinado”, e é lá onde o seu dinheiro precisa estar.

Fuja dos planos “vilões” e vá para os planos “turbinados”

Estes aqui são os principais motivos que destroem o poder de multiplicação do seu dinheiro nos planos “vilões”:

  • Taxa Abusiva de Carregamento;
  • Taxa Corrosiva de Administração;
  • Concentrados em Renda Fixa.

Quero conversar com você sobre cada um destes pontos para que entenda o motivo deles atrapalharem todo o seu plano. Também quero mostrar como ter acesso aos fundos de previdência “turbinados”, que realmente vão permitir que você tenha o futuro tranquilo que sonha.

Preciso de mais espaço para isso e também do seu tempo, mas isso não é problema, pois já conversamos em textos anteriores sobre a importância de priorizar aquilo que impacta sua vida financeira. Então convido você para clicar aqui para continuarmos nosso papo.

Nota: Esta coluna é mantida pela Empiricus, que contribui para que os leitores do Dinheirama possam ter acesso a conteúdo gratuito de qualidade.

Empiricus Research
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.