Muitas pessoas, apesar dos seus objetivos variados, sonham em viver de renda.

Possuir uma renda passiva que te sustente em emergências ou permita levar uma vida mais tranquila, fazendo aquilo que gosta e sem pensar apenas no retorno financeiro, é algo muito bom, não é mesmo?

E se eu te afirmar que é possível alcançar esse sonho com um planejamento financeiro simples e uma enorme disciplina?

Vou ensinar como você pode viver com uma boa renda utilizando apenas títulos públicos. A sua parte será desempenhar essa disciplina necessária para seguir com o plano. Não é nada fácil ser disciplinado; mas sei que você conseguirá se realmente desejar.

O que são títulos públicos?

Os títulos públicos são papéis de dívida do Governo. Nesse estudo vou utilizar os títulos públicos federais, que são conhecidos como Tesouro Direto.

O Tesouro Direto é um programa do Tesouro Nacional junto com a BM&F Bovespa, que facilita o investimento na dívida federal para pessoas físicas.

O investimento pode começar com o mínimo de 30 reais, não é obrigatório fazer todo mês e só precisa de um CPF e uma conta em uma corretora, como a Rico.com.vc.

Como viver de renda com o Tesouro Direto

Uma coisa eu preciso dizer (e você já deve imaginar): quem começa mais cedo vai ter mais facilidade. Ainda assim, se você já passou dos 40 anos e acha impossível se planejar para viver de renda, vou mostrar que foi enganado por sua mente. Matematicamente existe sim boas chances de conseguir.

No estudo vamos utilizar uma taxa básica de juros, a taxa Selic, com o valor de 12% ao ano e não considero a inflação. No entanto estou contabilizando os custos com custódia e imposto de renda.

Leitura recomendadaInvestir pelo banco ou por uma corretora de valores?

Viver com 5 mil de renda aos 60 anos

Para o estudo utilizo a meta de R$ 5.000 de renda líquida aos 60 anos de idade. Então, se você possui apenas 20 anos, sua vantagem até o prazo é de 40 anos. Se você tem cerca de 40 anos, ainda existem 20 anos para fazer o seu planejamento.

Como viver de renda com o Tesouro Direto e ter um futuro tranquilo

No final do período de investimento, o patrimônio acumulado seria o equivalente hoje a R$ 1.141.400,00. Em valores nominais, depois de 40 anos, o valor ultrapassaria os 6 milhões de reais.

A inflação pode parecer e é terrível. Você deve ter verificado na terceira coluna da imagem acima. No entanto, é conveniente lembrar que o seu salário ou o seu lucro, caso seja autônomo, também deve ser corrigido por esse mesmo índice, tornando o cenário menos assustador e mais realista.

Eu poderia ter feito uma tabela com valores brutos, e o valor da aplicação mensal cairia bastante. Ficariam em torno de 60 reais por mês no primeiro caso, mas esse não é o meu estilo como educador financeiro.

Webcurso gratuito recomendadoTudo o que você precisa saber sobre Tesouro Direto

Prefiro que você saiba a verdade e se programe para isso, em vez de simplesmente colocar valores irreais e parecer muito mais simples do que é, e ser cobrado no futuro por uma informação falsa.

Existem vários tipos de títulos públicos e é importante conhecer todos antes de tomar a decisão de investir no Tesouro Direto. Por isso, recomendo que avalie o seu perfil antes de começar essa jornada.

A chave para o sucesso

Para alcançar o sucesso financeiro, existem três passos que sempre repito para os meus alunos, que são a disciplina, o objetivo e o mindset.

A disciplina vai te levar longe e fazer com que cumpra suas metas. O objetivo será sua muleta, que te apoiará quando estiver quase caindo nas ciladas da vida. O mindset, a configuração da sua mente, fará com que nada ou ninguém te desvie do seu futuro de sucesso.

E se você gostou desse artigo, compartilhe com seu seus amigos e familiares!

Bruno Papi
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários

  • Pedro Frohnknecht

    Aconselha investir em fundos DI para viver de renda? Qual dos investmentos é mais aconselhável?