Criatividade vem do latim CREARE que significa erguer, produzir, também é CRESCERE, aumentar, crescer, mesma origem da palavra criança.

Inovação vem de innovare ou in novus que é tornar jovem; logo, criatividade e inovação representam a mesma coisa, do ponto de vista semântico, mas de onde nascem as boas ideias?

Elas podem vir de qualquer lugar e, muitas vezes, de onde menos se espera. Dificilmente aparecem “do nada”, pois são resultados de várias conexões.

Aplicativo gratuito recomendado: Controle suas finanças na palma da mão com o DinheiramaOrganizze

A criatividade é um processo de criação diária

Defendo como uma competência natural do homem para sobreviver, pois muitas vezes nossa criatividade é gerada pelo desespero e necessidade de resolver o problema que temos naquele momento.

Não quero dizer que ela sirva sempre, mas para aquela situação específica foi suficiente.

A outra forma de ser criativo é a inspiração, mas essa não acontece toda hora, geralmente ela vem de um conexão que fazemos com várias coisas que vemos, sentimos, experimentamos.

Se conecta a algo que já conhecemos, queríamos criar, enfim, surgiu! Eureka, como disse Arquimedes.

Lembre-se de Robson Cruzoé, que viveu 28 anos numa ilha, ou da história do filme Náufrago, sucesso com Tom Hanks e a bola de vôlei Wilson, ao se deparar com a situação de uma ilha deserta.

É necessário desenvolver criatividade para sobreviver, aprender a pescar, colher, plantar, talvez até domesticar animais e daí surge pecuária, agricultura, aprender a fazer previsões do tempo, construir ferramentas, enfim, a criatividade flui…

Ser criativo é o que nos move a pensar soluções, resolver problemas, criar alternativas, percorrer caminhos diferentes, produzir novos projetos.

Leitura recomendada: Empreendedorismo de verdade: a inovação é o combustível!

No campo profissional, pode representar o diferencial

Em tempos de crise, ser criativo e inovador é não vivenciar os efeitos nefastos dela a “mardita crise”, mas usá-la como trampolim para um novo patamar. No entanto, não existe uma receita pronta que faz com que tenhamos ideias criativas no momento em que queremos.

Mas, a boa notícia é que a criatividade pode ser encarada como se fosse uma espécie de músculo. Ou seja, quanto mais exercitamos, mais ela pode ser desenvolvida.

Também vale lembrar que de nada adianta ter boas ideias se não as colocar em prática, uma ideia que não se transforma em aplicação prática é mero desperdício de tempo.

Não quero dizer que gerar ideias é desperdício. O que quero dizer é que o mínimo que se deve fazer,  é tentar viabilizá-la, e se não deu certo, tudo bem, vá para a próxima ideia.

Gerar ideias que nunca são testadas, aí sim é desperdício. Não adianta apenas sonhar, é preciso concretizar os sonhos através da materialização deles na vida real. Por isso, o planejamento é um passo importante entre ter a ideia e torná-la realidade.

Canal de áudios recomendado: DinheiramaCast, o seu podcast de educação financeira

Criatividade com planejamento é inovação, sem planejamento é improviso!

E como penso que criatividade é um músculo, listo aqui uma repetição de 10 séries, modalidade supino mental e legpress intelectual para você desenvolver esse músculo vital para sua estética cerebral.

1. Suspender julgamentos em relação as ideias geradas: primeiro pense, depois tente implementar, nesta fase não existem ideias ridículas, infantis, etc.

2. Pesar os prós e contras: pesar os benefícios que a ideia trará e depois os riscos, criar ações para mitigar os riscos e potencializar os benefícios.

3. Compartilhar a ideia ainda cru com outras pessoas, que não sejam ladras, mas pessoas que possam contribuir com seu projeto, gente do bem.

4. Anotar ideias quando acontecem: deixar para depois pode ser um risco enorme, eu durmo com um caderno ao lado da cama e quando faço minhas caminhadas, levo o celular para gravar minhas falas de ideias que brotaram.

5. Usar o seu melhor horário para produzir: descubra o seu melhor horário e use-o para resolver as coisas mais difíceis neste momento

6. Faça coisas inusitadas: mude rotas, passe um dia com um profissional de outra área, leia temas que não costuma ler.

7. A geografia não nos impede de fazer mais nada: a internet e as redes sociais são prova disso.

8. Situações ideais nunca existirão: sempre vai faltar algo, tempo, recursos, vontade, etc., portanto, crise é só mais um contratempo.

9. Relembre de problemas do passado e como os resolveu, vai perceber que é mais criativo do que pensas.

10. Inovação é um plágio não detectado: sua inovação é a soma de várias outras inovações de outras pessoas, mas com o seu olhar único.

Gostou?! Compartilhe! Precisamos ajudar mais pessoas a desenvolverem seu lado criativo. Um abraço e até breve!

Emerson Weslei Dias
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários