O ano de 2016 ficou para trás… Apesar das comemorações, o ano foi intenso e difícil para muitas pessoas, e cheio de más notícias (sob o ponto de vista econômico), que dificilmente irão deixar saudades…

E para os leitores do Dinheirama? O que mais chamou a atenção durante esse período de provações?

Fizemos um levantamento dos 10 textos mais compartilhados durante o ano de 2016. Convidamos você a relembrar os assuntos que despertaram a atenção dos leitores, como você!

1. O brasileiro não é apaixonado por carros, é apaixonado por status

Quem é apaixonado por carros leva em consideração aspectos muito mais profundos do que design e preço. Paga menos e leva um ótimo veículo para casa.

Clique aqui para ler o texto

2. Fuja da casa própria: morar de aluguel pode ser uma ótima alternativa para enriquecer

As pessoas costumam achar os aluguéis caros pelo simples fato de calcularem os valores em termos absolutos e não percentuais.

Clique aqui para ler o texto

3. Você juntaria R$ 1 mil por mês (durante 6 anos) para comprar um Fiesta 1.0?

Os preços dos carros no Brasil continuam subindo de forma alarmante, apesar da gravidade da situação econômica e política.

Clique aqui para ler o texto

4. Financiar a casa própria ou alugar: uma visão financeira reveladora (e assustadora)

Se faz sentido financiar, seja feliz. Se faz sentido alugar, seja feliz também. O que não vale é decidir sem levar o máximo de varáveis em conta.

Clique aqui para ler o texto

5. Novo eBook: Ter uma vida Rica só Depende de Você

Lançamos mais um de nossos eBooks gratuitos! Aprenda a administrar suas finanças e os seus comportamentos para alcançar a independência financeira.

Clique aqui para ler o texto

6. Baixar o padrão de vida é melhor que sofrer com as dívidas

Ninguém gosta de reduzir seu padrão de vida e abrir mão do conforto adquirido, mas usar as dívidas para maquiar a situação pode gerar consequências graves.

Clique aqui para ler o texto

7. Você é o resultado de suas escolhas, portanto assuma logo a responsabilidade sobre sua vida

Você é o resultado de suas escolhas, portanto assuma logo a responsabilidade sobre sua vida. Uma reflexão lúcida e indigesta, que aponta para a libertação.

Clique aqui para ler o texto

8. Se você só olha para o que não tem, você nunca terá o suficiente

Essa frase esconde a razão de muitos problemas financeiros. Vou te contar uma parte da minha história e depois deixarei 6 dicas sobre você e o seu dinheiro.

Clique aqui para ler o texto

9. Perdi o emprego: agora vou ser trader na bolsa de valores!

Trocar o emprego convencional para ganhar dinheiro na bolsa de valores como trader, é o sonho de muitos. Cuidado! Aprenda primeiro para não quebrar.

Clique aqui para ler o texto

10. Você sabe quanto custa ter um filho? Já fez essa conta?

A cada ano, o número de filhos das famílias brasileiras vem diminuindo. Famílias com três ou quatro filhos ficaram, definitivamente, no passado.

Clique aqui para ler o texto

Sempre levamos em consideração os assuntos que fazem a cabeça dos leitores; por isso é fundamental nos mantermos cada vez mais próximos. Para aumentarmos essa proximidade, preparamos nos últimos tempos várias novidades.

Recentemente lançamos o DinheiramaCast que rapidamente conquistou muitos ouvintes fiéis e cresce em audiência todos os meses. Tivemos mais de 50.000 reproduções dos áudios em apenas 2 meses de lançamento. Obrigado! 🙂

Temos ainda muitos vídeos incríveis na TV Dinheirama. Recomendo que você assine o canal para aproveitar cada vídeo novo lançado.

Vamos encarar 2017 com garra e disposição. Um ano melhor depende do seu esforço pessoal em fazer aquilo que não deu certo de forma diferente, e não cometer os mesmos erros. Avante e para o alto! Até a próxima!

Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários