Chegamos a mais uma de nossas colunas semanais de tecnologia, empreendedorismo e cultura digital.

Nosso destaque é o relatório da consultoria OpenSignal que mostra a precariedade dos serviços 4G no Brasil.

Nenhuma operadora oferece 4G estável no Brasil, diz consultoria

A maioria dos acessos à internet no país é feita pelo celular, mas isso não significa que brasileiros conseguem conexão sempre que desejam. Relatório da consultoria OpenSignal mostra, na verdade, que os telefones encontram rede 4G em apenas metade das vezes que tentam navegar na internet.

Isso ajuda a explicar a quantidade de vezes que rede sociais avisam que não há conexão disponível para continuar rolando o feed de postagens até o infinito, quando o tédio acomete um cidadão à espera do metrô, por exemplo.

De forma geral, nenhuma operadora no Brasil é capaz de oferecer conexão 4G estável“, diz o relatório da OpenSignal.

eBook gratuito recomendado: Ter uma Vida Rica Só Depende de Você

Facebook vai abrir em Paris sua 1ª incubadora de start-ups

O Facebook deu um voto de confiança para a indústria de tecnologia da França ao escolher Paris como base para instalação de sua primeira incubadora de empresas iniciantes de tecnologia.

A companhia disse que vai abrir a incubadora no ambicioso projeto do bilionário francês Xavier Niel, que deve iniciar operações em abril e é considerado o maior campus de start-ups do mundo.

Paris sempre foi uma cidade de novas ideias, onde as pessoas se juntam para fazer coisas novas“, disse a vice-presidente de operações do Facebook, SherylSandberg.

O espaço, que fica às margens do Sena, deve abrigar mil startups, bem como laboratórios de impressão 3D e restaurantes 24 horas.

Canal de vídeos recomendado: TV Dinheirama, o seu canal de educação financeira

Visando economia, brasileiros lançam app que compara preços de produtos

Dois desenvolvedores do Espírito Santo lançaram um aplicativo que compara os valores praticados por diferentes estabelecimentos comerciais de qualquer produto que tenha um código de barras.

Batizado de BuyWell, o app é uma ferramenta colaborativa que recorre aos próprios usuários para atualizar os preços dos produtos, entre itens de supermercados, lojas, farmácias, papelarias, livrarias, etc.

A partir dessas informações, o aplicativo gera listas comparativas, indicando onde estão os menores valores por produto dentro de um raio de 35 quilômetros de distância do usuário.

Dessa forma, o consumidor pode avaliar os preços de acordo com suas necessidades e optar por realizar as suas compras no local onde irá gastar menos. A ideia é estimular um comportamento colaborativo em que todos os participantes beneficiem e sejam beneficiados nesse momento de grandes desafios da economia brasileira”, explica Wellington Torres Junior, um dos criadores da aplicação.

Redação Dinheirama
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários