Chegamos a mais uma de nossas colunas semanais sobre o mundo digital, tecnologia e empreendedorismo.

Nosso destaque é decisão do STJ de que os serviços de streaming deverão pagar taxas ao Ecad.

Serviços de streaming deverão pagar taxas ao Ecad, decide STJ

O Superior Tribunal de Justiça decidiu nesta quarta-feira (8), que serviços de streaming, podcasts, rádios online e quaisquer plataformas que tenham música na internet devem pagar direitos autorais ao Escritório Central de Arrecadação e Distribuição (Ecad), entidade responsável por administrar direitos de músicos.

Segundo o STJ, qualquer reprodução de música feita pela internet é uma execução pública, e por isso se enquadra nas regras do Ecad. A decisão foi tomada em um caso que opunha a entidade de direitos autorais à Oi FM, rádio ligada à operadora de telecomunicações que também tinha reprodução pela internet.

Podcast recomendado: Conrado Navarro entrevista Marco Gomes (Mova Mais e boobox)

Fundador do eBay doa meio milhão de dólares para teste de renda básica universal

As discussões sobre renda básica universal têm ganhado cada vez mais terreno entre os empresários do Vale do Silício. O mais recente deles a embarcar na conversa, e de maneira prática, é Pierre Omidyar. O fundador do eBay anunciou a doação de US$ 500.000 para um programa de teste dessa política de renda, no Quênia.

O dinheiro sairá da Omidyar Network, firma de investimento filantrópico do criador do site de vendas, e será doado para o programa GiveDirectly, iniciativa que pretende, ao longo de 12 anos, testar a viabilidade da renda básica universal. Atualmente, o levantamento de fundos para a execução do plano alcançou 79% de seu objetivo, com US$ 23,7 milhões de US$ 30 milhões já arrecadados.

Um grupo de seis mil quenianos receberá o benefício durante os 12 anos do programa, e outras 20 mil pessoas também vão embolsar certa quantia, como complemento de suas rendas.

Podcast recomendado: Renato De Vuono entrevista João Kepler (Bossa Nova e Dealmatch)

Extensão do Chrome te ajuda a encontrar filmes escondidos do Netflix

Uma nova extensão para o navegador Google Chrome promete te ajudar a resolver um problema antigo do Netflix: a péssima navegação do serviço. Com a novidade, você consegue encontrar muitos filmes, programas e séries escondidos no serviço de streaming.

Chamada de Netflix Categories, a extensão gratuita faz basicamente o que o nome promete: traz diversas categorias de conteúdo para o browser com um acesso fácil.

E são muitas e muitas categorias presentes na aplicação, mais de 100 opções diferentes, na verdade – o desenvolvedor Deekshith Allamaneni disse que planeja adicionar mais categorias no futuro.

Entre as dezenas de opções (todas em inglês, vale notar), por exemplo, é possível encontrar opções como “Filmes de Terror Cult”, “Filmes de Boxe”, “Filmes Estrangeiros Clássicos” e “Histórias Satânicas”.

Redação Dinheirama
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários