Agora você confere as principais notícias de 15/03/2017, quarta-feira.

Janot envia 83 pedidos de inquéritos ao STF ligados à Odebrecht

A Procuradoria-Geral da República entregou ao STF (Supremo Tribunal Federal) 83 pedidos de inquéritos para investigar ministros e parlamentares citados nas delações da Odebrecht.

Também foram solicitados 211 declínios de competência para outras esferas da Justiça –ou seja, envio para instâncias inferiores, nos casos que envolvem pessoas sem foro especial. Também houve 7 arquivamentos e 19 outras providências.

Os nomes das pessoas atingidas pelas decisões da PGR permanecem sob sigilo. Em nota, a procuradoria informou que o procurador-geral Rodrigo Janot, solicitou ao ministro Edson Fachin relator da Lava Jato no STF, o fim do segredo dos documentos, “considerando a necessidade de promover transparência e garantir o interesse público” segundo o órgão.

Ferramenta recomendada: Super planilha para seu controle financeiro

Apesar de ofensiva do governo, deputados apresentam 69 emendas à reforma da Previdência

Mesmo com os apelos para que os deputados da base do governo não alterem os principais artigos do texto original da PEC 287, da Reforma da Previdência, parlamentares de todas as vertentes políticas apresentaram sugestões de mudanças na Comissão Especial que analisa a matéria.

O prazo para sugestão de emendas acabou nesta terça-feira, 14, e houve 69 propostas de mudança, inclusão ou retirada de artigos da Reforma. O próprio relator da PEC na Comissão, Arthur Maia (PPS), já afirmou que, “do jeito que está, a Reforma não passa” na Câmara.

eBook gratuito recomendado: Finanças Pessoais para Mulheres

Mercado passa a prever juros de 9% no ano, mas impacto será em longo prazo

A desaceleração da inflação em fevereiro, com a menor taxa para o mês desde 2000, levou economistas a cortar a projeção para a taxa básica de juros para o fim do ano. De acordo com o Boletim Focus, divulgado nesta semana pelo Banco Central, as estimativas do mercado para a Selic em 2017 caíram de 9,25% para 9%.

O ajuste nas previsões ocorreu após a alta de 0,33% do IPCA, índice oficial de preços, no mês passado. O índice ficou abaixo do esperado. A inflação acumulada em 12 meses recuou para 4,76%, perto do centro da meta do BC, que é de 4,5%. No Focus, o mercado reduziu ainda mais a expectativa para o IPCA neste ano de 4,36% na pesquisa anterior para 4,19%.

Já as estimativas para o PIB pouco se alteraram, de 0,49% para 0,48%, mesmo após a retração de 0,9% da atividade no quarto trimestre do ano passado, mais que a esperada pelos analistas —no ano, a economia brasileira teve contração de 3,6%.

eBook gratuito recomendado: Riqueza pessoal é possível

Com cortes na Selic, juros do crédito caem pelo terceiro mês consecutivo

Favorecidas por melhores condições no cenário econômico, com queda da inflação e redução da taxa básica de juros, as taxas de juros em operações de crédito recuaram em fevereiro pelo terceiro mês consecutivo, aponta levantamento da Associação Nacional de Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade (Anefac).

A média do juro cobrado para pessoas físicas recuou 0,02 ponto porcentual (p.p.) ao mês, passando de 8,12% em janeiro para 8,10% em fevereiro. A taxa anualizada ficou em 154,63%, de 155,20% no mês anterior. Já a taxa média de juros para pessoa jurídica passou para 4,68% ao mês (73,13% a.a.) em fevereiro, de 4,72% ao mês (73,92% a.a.) em janeiro.

Redação Dinheirama
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários