Dúvidas para saber quais as despesas que podem ser consideradas como de educação para dedução do seu IR? Veja abaixo quais são os tipos que podem ser utilizadas ou não.

Despesas com educação tem um valor limite de dedução de R$ 3.561,50 e são aplicadas diretamente na base de cálculo do imposto anual devido. Por exemplo, se você gastou ao longo do ano R$ 2.800,00 na creche do seu filho, somente poderá deduzir esse valor. Mas caso tenha gasto R$ 5.000,00, poderá deduzir o limite máximo de R$ 3.561,50.

Convite: Faça seu imposto de renda com o Imposto Rápido! Facilidade e rapidez ao seu lado

Os tipos de despesas com educação são:

  1. Educação infantil, compreendendo as creches e as pré-escolas (educação de menores na faixa etária de zero a seis anos de idade);
  2. Ensino fundamental;
  3. Ensino médio;
  4. Ensino superior, compreendendo os cursos de graduação e de pós-graduação (mestrado, doutorado e especialização);
  5. Educação profissional, compreendendo o ensino técnico e o tecnológico.

Entretanto, não se enquadram no conceito de despesas com educação para a dedução do imposto:

  • Gastos com uniforme, transporte, material escolar e didático;
  • Aulas de idiomas, música, dança, natação, informática e assemelhados;
  • Cursos preparatórios para concursos e/ou vestibulares;
  • Passagens e estadas para estudo no Brasil e no exterior;
  • Aulas particulares.

Importante informar também que podem ser deduzidas despesas escolares realizadas tanto no Brasil como no Exterior.

Assim, caso seu filho estude fora do país, poderá deduzir as despesas de mensalidades realizadas às instituições de ensino (exceto cursos de inglês).

Faça sua declaração agora.

Nota: Esta coluna é mantida pela Imposto Rápido, que contribui para que os leitores do Dinheirama possam ter acesso a conteúdo gratuito de qualidade.

Texto por: Eliana Lopes Especialista em Imposto de Renda. Com mais de 10 anos de experiência trabalhando com Declarações de Pessoas Físicas, já passou por duas empresas Big Four (Deloitte e EY) e pela H&R Block.

Imposto Rápido
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários