Se você tem empregados domésticos com carteira assinada, você pode abater as contribuições feitas para o INSS na Declaração do Imposto de Renda Anual.

Essa dedução é válida para a contribuição patronal paga à Previdência Social, ou seja, da contribuição feita pelo empregador doméstico de 8% incidente sobre o valor do salário mínimo, considerando os 12 salários do ano, férias, 1/3 sobre férias e do 13° salário. E é aplicada para quem entrega a declaração no Modelo Completo.

Convite: Faça seu imposto de renda com o Imposto Rápido! Facilidade e rapidez ao seu lado

O limite de dedução para 2016 é R$ 1.093,77. E é uma despesa boa visto que esse valor é dedutível diretamente do imposto calculado na declaração, diferente de outras que reduzem a base de cálculo do IR, como ocorre com despesas de educação e dependentes, por exemplo.

São considerados empregados domésticos aqueles que prestam serviços de natureza contínua e de finalidade não lucrativa à pessoa ou à família no âmbito residencial. Alguns exemplos são:

  • Empregada
  • Faxineiro
  • Jardineiro
  • Caseiro
  • Babá
  • Mordomo
  • Motorista
  • Governanta
  • Copeira
  • Cuidador de idoso

Para incluir essa despesa, o contribuinte deve informar ainda o nome completo, números do CPF e NIT (Número de Identificação do Trabalhador) ou PIS/PASEP do empregado.

O contribuinte pode deduzir as contribuições do INSS parte patronal referente a 1 (um) empregado doméstico. Somente será aceita duas deduções desse tipo na mesma declaração se, ao longo do ano, o empregado foi demitido e outro entrou no lugar dele.

Uma dica é, caso na família haja mais de um empregado doméstico e o casal apresenta declarações separadas, cada cônjuge pode deduzir o INSS de um empregado na sua declaração.

Faça a sua declaração agora!

Nota: Esta coluna é mantida pela Imposto Rápido, que contribui para que os leitores do Dinheirama possam ter acesso a conteúdo gratuito de qualidade.

Texto por: Eliana Lopes Especialista em Imposto de Renda. Com mais de 10 anos de experiência trabalhando com Declarações de Pessoas Físicas, já passou por duas empresas Big Four (Deloitte e EY) e pela H&R Block.

Imposto Rápido
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários