Liderança Dual Zone. Que raios será isso? Bom, vou contar uma história que começa quando eu adquiro um carro que vinha com ar-condicionado Dual Zone.

Sinceramente, nunca fui muito apreciador de tecnologia, então não sabia da existência de mais essa, mas usando o carro com esse sistema eu pude observar que de fato quando você tem um ar-condicionado que pode ser regulado para obter temperaturas diferentes para cada lado do carro, o ambiente fica muito mais tranquilo.

Afinal de contas, homens e mulheres sentem de forma diferente a temperatura. Há que se lembrar qualquer reunião da sua empresa, sempre há alguém que reclama quando está frio demais na sala, não é mesmo?

Canal de áudios recomendado: DinheiramaCast, o seu podcast de educação financeira

Você já viveu uma situação assim, no carro, no escritório, num teatro ou num cinema? Pois bem, existe explicação fisiológica, inclusive: pelos, gordura corporal, hormônios (e muito mais) influenciam na sensação térmica.

E o que isso tem a ver então com uma liderança? A liderança Dual Zone é aquela onde você aplica determinadas características para o gerenciamento de uma situação e outras características, muitas vezes até opostas, para outras situações.

“Ah, isso é simples. Tudo mundo faz”. Será mesmo? Será mesmo que seu estilo de liderança é mutável? Ele é flexível? Ele é Dual Zone?

Ou você trata todos os problemas com a mesma solução? Cada vez que muda de ambiente, leva o mesmo time de sempre? Existe então a panaceia: podemos aplicar o mesmo estilo gerencial para qualquer cenário?

Vamos avaliar. No cenário onde o clima está ruim, o que prevalece é a desunião, pessoas que não trabalham num propósito comum, talvez os resultados corroborem com o clima e também estejam péssimos. Que tipo de líder precisaríamos? Um líder harmonizador poderia ajudar?

Como nos mostrou Pitágoras 500 a.C, a harmonia matemática e música é o que trás a beleza; tudo que é harmônico é belo.

E se estamos em um ambiente totalmente harmonizado, onde as pessoas se entendem, se conhecem, tem muito companheirismo (e talvez falta de críticas, porque afinal de contas são todos muito amigos), que tipo de líder precisaríamos ter?

Talvez um líder questionador? Afinal de contas, em um ambiente muito harmônico podemos achar que o jogo já está ganho, mas é sempre bom estar alerta: a crítica provoca e nos dá visões diferentes, nos prepara para o mundo competitivo.

“Discordância construtiva e cortês produz criatividade, progresso e produtividade”, disse Paul J. Meyer.

eBook gratuito recomendado: Ter uma Vida Rica Só Depende de Você

Líder harmonizador ou questionador?

Segundo a teoria dos tipos psicológicos de Carl Jung, Harmonizador e Questionador estão em lados opostos. O harmonizador está para aquele que toma decisões com base em valores, sentimentos, pessoas e que customiza soluções individuais, faz exceções e concessões.

O questionador está para aquele que toma decisões com base na lógica dos fatos, na objetividade, com base na justiça – aquele que não customiza soluções, que diz a lei é essa e ela vale a todos, sem exceção.

E como é que você vai conseguir então perceber e poder usar os dois estilos de liderança, um para cada situação?

É mais ou menos como pensar entre um estilo general e um estilo messiânico, ou numa similaridade entre o Capitão Nascimento, aquele personagem do filme “Tropa de Elite”, e um monge tibetano.

Conheci pessoalmente dois ex-capitães do BOPE que foram a referências para a criação do personagem Capitão Nascimento, do filme Tropa de Elite. Também estive no Butão e Nepal, onde conheci monges tibetanos e lideres espirituais.

Posso dizer que, logicamente, elês não tem nada em comum, são dois estilos de liderança completamente diferentes, mas que servem para os fins a que se destinam. A empresa não é um batalhão e nem um templo, mas, às vezes parece ou poderia ser um ou outro.

E como você vai conseguir trabalhar uma Liderança Dual Zone? A partir do momento que você adquire autoconhecimento, quando você passa a se conhecer profundamente, reconhece onde estão os seus gaps e as suas forças, a partir daí é muito mais fácil perceber os outros.

Ao valorizar o autoconhecimento, passa a ser mais tranquilo exercer um papel que talvez não seja o seu por essência, que não seja a sua onda, a sua praia. Conhecendo-se cada vez mais e melhor, você conseguirá transitar por ele porque o momento e o ambiente assim necessitam.

eBook gratuito recomendado: Educação Financeira no Ambiente de Trabalho

Liderança Dual Zone. Para cada lado, uma temperatura; para cada lado, uma característica, andando no mesmo carro, indo para o mesmo destino, caminhando juntos, porém em graduações diferentes.

Lidere a si para liderar os outros; e juntos liderem o negócio! Essa é a minha reflexão de hoje sobre liderança a partir da tecnologia do ar condicionado do meu carro… Faz sentido para você também? Deixe sua opinião no espaço de comentários abaixo. Até a próxima!

Emerson Weslei Dias
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários