Olá amigo leitor, tudo bem? Chegou mais um Top5 Dinheirama. Como você já sabe, todo início de semana, publicamos uma seleção com o resumo dos cinco artigos mais lidos, comentados e compartilhados da semana anterior. Nessa semana, por conta do feriado, a lista contempla os 4 posts mais lidos.

A ideia é lhe oferecer um panorama das preferências de outros leitores do Dinheirama e reunir os artigos de forma a oferecer um começo de semana mais proveitoso.

Os artigos mais lidos na semana passada foram:

3 passos fundamentais para resolver seus problemas financeiros

Na semana passada, para comemorar o aniversário de minha filha fizemos uma pequena viagem. A possibilidade de passar alguns dias longe da rotina de trabalho e da correria de uma grande cidade é revigorante.

Mesmo nesses períodos, é impossível ficar 100% desconectado e eu não consigo deixar de me envolver em algumas decisões dos negócios. Quem também tem algum tipo de empreendimento sabe como as coisas funcionam e é justamente este estilo de vida que permite a liberdade de programar uma viagem envolvendo lazer e trabalho.

Clique aqui para ler o post completo

Redes Sociais: estamos todos viciados? O equilíbrio é possível?

Quanto tempo você gasta navegando em redes sociais? Eu fico praticamente o dia inteiro conectada a não ser que tenha reuniões ou compromissos fora, mas ainda tenho a desculpa de trabalhar com isso.

Não consigo medir bem qual seria o meu nível de dependência caso não trabalhasse, afinal, para mim, ficar online e acompanhar as redes sociais acaba sendo inevitável.

Clique aqui para ler o post completo

A cultura empresarial certa para perder dinheiro

Caríssimo leitor, depois de já ter defendido a ganância e a ambição como valores econômicos e vetores para a justiça social, desta vez trago um pouco de ironia corporativa.

Ah, antes um alerta: por favor, leiam com atenção e cuidado, mas não façam nada disso em casa, ok?

Clique aqui para ler o post completo

Risco: Conheça detalhes exclusivos sobre a atuação do FGC

O brasileiro culturalmente não está acostumado a investir levando em consideração o fator risco. De acordo com Jorge Paulo Lemann (o homem mais risco do Brasil e um dos empresários mais ricos e bem-sucedidos do mundo) “o maior risco é não correr riscos”, infelizmente pouca gente define uma estratégia de investimentos onde o risco seja calculado.

Você leitor do Dinheirama é uma pessoa diferenciada, provavelmente chegou até esse texto por que tem interesse no tema e se ainda não está investindo tem à disposição de organizar a vida financeira para se tornar um investidor

Clique aqui para ler o post completo

Redação Dinheirama
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários