Nesta semana resolvi escrever sobre recomeços, talvez porque tenha feito aniversário recentemente e parece que aniversários são sempre uma boa ocasião para começar de novo ou iniciar um ciclo diferente, não é mesmo?

O fato é que considero o tema importante porque sempre que falo sobre o mesmo, me dou conta que, apesar de recomeçarmos o tempo todo na vida, continuamos achando que é muitíssimo difícil iniciar alguma coisa do zero. Pode ser um relacionamento, uma carreira, um empreendimento, um investimento… tanta coisa! A impressão que dá é que passou um furacão e agora precisamos ver o que sobrou antes de seguir em frente.

Tudo bem que às vezes até ficamos sabendo daquelas histórias do tipo: “Fulano perdeu tudo na Bolsa e agora precisa recomeçar” Ou “Sicrano perdeu tudo no incêndio e agora não tem onde morar” ou ainda “A empresa dele faliu. Perdeu todo o dinheiro e agora tem que conseguir tudo de novo”. Estas histórias, apesar de reais (porque isso acontece o tempo todo), em geral nos parecem um pouco distantes até que tenhamos nós mesmos de enfrentar na prática um recomeço.

eBook gratuito recomendado: Ter uma Vida Rica Só Depende de Você

Aí descobrimos que a vida é isso: teremos que recomeçar de algumas formas se não quisermos continuar na zona de conforto até o final. A questão é que algumas vezes até escolhemos passar por recomeços, mas humanos que somos (e com medo do desconforto e do desconhecido), na maior parte das vezes é a vida que nos obriga mesmo. E aí só resta lidar da melhor forma. Já passou ou está passando por isso?

Um dos segmentos no qual acredito que se aplique fortemente a questão do recomeço é o empreendedorismo. Dificilmente encontramos empreendedores que deram certo logo de cara, sem ter sofrido uma série de contratempos, quebrado a cabeça, gastado o que não devia, e etc.

Outro dia conversava com um querido amigo e ele disse que achava impossível a pessoa ter a correta noção de determinadas coisas sem nunca ter empreendido. Eu concordei, porque quem se arrisca a largar a segurança de um emprego fixo para encarar os altos e baixos de uma vida empreendedora (que engloba um milhão de outros desafios práticos, racionais e emocionais) concorda em aprender na prática algumas aulas das quais a maioria foge. Quem está nessa sabe do que estou falando!

Por outro lado, o empreendedor, quando não acerta de cara, tropeça, perde e precisa recomeçar, o fará certamente com maior sabedoria e experiência em uma próxima oportunidade. Arrisco-me a dizer que levará o aprendizado para outras questões da vida inclusive, porque é como se adquirisse uma “casca” que vai deixando-o mais forte. Sabe que um recomeço – seja no empreendimento, em um investimento, em uma relação amorosa – pode machucar, mas não mata, ensina. E é assim que precisamos encarar a vida, seja o que for que exija um recomeço de nossa parte!

Dei um Google apenas como curiosidade com a frase “Perdeu tudo e recomeçou”. Sabe quantos resultados apareceram? Mais de 260 mil! Vou citar três exemplos para que possamos nos inspirar aqui:

eBook gratuito recomendado: Finanças Pessoais para Mulheres

Lars Grael

Quem não se lembra do medalhista olímpico Lars Grael, que perdeu a perna direita em 1998 após uma lancha pilotada por um homem embriagado invadir a área de regatas e bater em seu barco? Lars estava se preparando para as Olimpíadas de Sidney, em 2000, mas no auge da carreira teve que buscar um novo rumo que fizesse sentido até que pudesse voltar ao esporte de outra forma.

Acabou fundando o Projeto Grael/Instituto Rumo Naútico, que oferece aulas de iatismo e cursos profissionalizantes a jovens de baixa renda. “Na busca de uma causa pra viver, isso representou pra mim uma orientação, um norte da minha bússola”, disse Grael em entrevista à BBC.

ONG Vale Verdejante

Em 2006, um avião da Gol foi derrubado por um jato Legacy no estado do Mato Grosso. Nele estava o marido de Denise Thomé. A morte do companheiro causou uma dor enorme em Denise, porém, ela decidiu canalizar esta dor em um projeto ambiental. Com o dinheiro da indenização pelo acidente, Denise criou a ONG Vale Verdejante e fundou o Parque Ecológico Mauro Romano, no qual foram plantadas 500 mudas de árvores ameaçadas, em tributo ao marido. A história foi contada no site Hypenness.

Relatório grátis: É hora de comprar ações da Petrobras?

Bolha da internet

Em 10 de março de 2000, o índice Nasdaq alcançou máxima histórica de 5.132,52 pontos pela manhã. À tarde caiu 4% e, a partir daí, terminou o ano caindo 75%. Foi o estouro da chamada bolha da internet, que culminou na morte ou reinvenção de muitas empresas. Para quem continuou, ficaram as lições aprendidas.

“Um dos aprendizados foi passar a olhar os fundamentos do negócio. São coisas básicas, como o fluxo de caixa, mas que na época muitos não achavam importante. O empreendedor tinha um site acessado por milhões de pessoas, mas não sabia como ganhar dinheiro com aquilo. Tinha muito idealismo e romantismo”, contou para o Estadão o CEO da 99Táxis, Paulo Veras, que em 2000 tinha duas empresas.

Já o investidor Walter Sabini Júnior, dono da HiPartners Capital & Work, empreendia na época da bolha. “De empreendedor de internet virei investidor. A grande lição é que todos começaram a entender a necessidade de amadurecer melhor os projetos e saber a viabilidade deles”, contou ele na mesma matéria.

Separei alguns pontos que ilustram, ao menos para mim, o que um recomeço pode ensinar, por mais difícil que seja. Se estiver vivendo algo assim agora, procure aproveitar o momento para tirar lições, se fortalecer e buscar novos e melhores caminhos, afinal, tudo que está em movimento nesta vida exige mudança. E você não vai querer ficar parado, vai? Boa sorte e fique à vontade para comentar as suas experiências!

Imperdível: 5 ações para comprar agora

O que recomeçar te ensina?

  1. A cometer menos erros;
  2. A ser mais flexível;
  3. A valorizar o que tinha;
  4. A valorizar o que tem;
  5. A fazer melhor desta vez;
  6. A entender que você é mais forte do que pensa;
  7. A perceber que pode ser difícil, mas nem você nem ninguém vai morrer por causa disso;
  8. A cuidar melhor do dinheiro se a perda tiver sido financeira;
  9. A ser exemplo para outros que passam pela mesma dificuldade;
  10. A encontrar outros rumos e metas para a vida.

 

Janaína Gimael
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários

  • JOÃO PAULO LIMA JOÃO

    Parabéns ótimo artigo. Muito impactante.!!!!

    • Janaina Gimael

      Muito obrigada João! Que possamos sempre enfrentar os recomeços como oportunidades! 🙂 Grande abraço!

  • Adriana Santos

    Parabéns Janaína, gosto muito dos seus textos.