Nos últimos anos, o Marketing Digital tem se tornado mais forte e presente na estratégia de grandes, pequenas e médias empresas.

O conceito consiste em elaborar ações de comunicação para que os negócios divulguem e comercializem produtos e serviços, conquistando novos clientes e melhorando a rede de relacionamentos a um custo baixo.

A definição de estratégias e planejamento de marketing digital vem, ao longo dos anos, auxiliando as empresas de todos os portes a se manterem ativas e em ascensão, isso tudo devido ao baixo valor de implementação.

Conheça 3 estratégias de marketing digital que devem ser tomadas o quanto antes:

eBook gratuito recomendado: Educação Financeira no Ambiente de Trabalho

  1. Ferramentas de análise de tráfego

Atualmente, já existem instrumentos que ajudam as empresas a analisar tudo o que o cliente visitou no site. E o melhor, alguns são gratuitos.

É possível ver onde os visitantes clicaram o mouse, como preencheram formulários (ou não!), onde passaram a maior parte do tempo e como navegaram em cada página.

Tais ferramentas ajudam a dar inputs sobre problemas vivenciados pelo usuário, quais os motivos que os fizeram deixar a página e o que os convenceu a efetuar a compra. Ao ter conhecimento desses dados, fica muito mais fácil analisar de perto o olhar do comprador, mudando a questão estratégica para estruturar o site.

Baixe grátis: Guia completo sobre investimentos

  1. Chats virtuais

Muito mais do que robôs tirando as dúvidas dos usuários, os chats virtuais são uma excelente oportunidade para criar chances de negócios sem perder o timing. Afinal, tempo é dinheiro. E por diversas vezes o consumidor não quer esperar que respondam seu e-mail e tampouco deseja conversar apenas com uma máquina. Ao perceber que o site ou e-commerce possui um chat virtual, o visitante se sente mais seguro e acolhido. E o melhor: a chance de o atendimento personalizado reverter em uma venda é maior.

eBook gratuito recomendado: Do Endividamento ao Investimento

  1. Geração de conteúdo

Elaboração de materiais, por meio de vídeos, e-books, podcasts e blogs, estão entre as ações de inbound marketing que ajudam tanto as empresas quanto os e-commerces a venderem seus produtos.

Ao criar conteúdo próprio, é possível utilizá-lo para consolidar uma sólida base de clientes, solicitando um breve cadastro, com informações como nome e e-mail, em troca de algum conteúdo relevante para aquela pessoa.

Essas ferramentas podem ser potencializadas com a criação de anúncios em meios digitais, como o Google ou o Facebook, que permitem a divulgação em massa a partir da definição de um público específico.

 

Thiago Regis
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários