Chegamos a mais uma de nossas colunas semanais sobre mundo digital, tecnologia e empreendedorismo.

Nosso destaque é o lançamento do novo assistente de voz do sistema operacional Android.

Android libera assistente de voz em português para todos os celulares

Na últimaquinta-feira (17), chegou ao Brasil um recurso aguardado pelos usuários do Android —um assistente pessoal que é capaz de ter conversas em português.

O Android já conseguia entender alguns comandos, e, desde maio deste ano, o Assistente em português estava chegando aos poucos nos celulares dos brasileiros.

Agora, todos que tiverem Android nas versões Nougat (7.0) e Marshmallow (6.0) podem usar o aplicativo (mais de 40% dos usuários do mundo).

É um conceito igual ao da Siri, assistente popular do iOS. O Assistente do Google pode conversar a respeito de vários assuntos e ajudar a fazer buscas ou executar comandos do celular.

Imperdível: 5 ações para comprar agora

Goldman Sachs aumenta linha de crédito do Nubank para R$ 455 milhões

A startup Nubank, que oferece um cartão de crédito controlado por aplicativo, anunciou nesta sexta-feira que o banco Goldman Sachs, em conjunto com o Fortress Investment Group, ampliaram a linha de crédito da empresa brasileira para R$ 455 milhões. O valor representa o terceiro aumento desde o acordo original do Nubank com o Goldman Sachs, de R$ 200 milhões, anunciado em abril de 2016.

As linhas de crédito oferecidas pelo banco são usadas pelo Nubank para financiar os recebíveis gerados a partir de compras de usuários do cartão de crédito da marca feitas no Brasil e no exterior. Em nota, o diretor financeiro do Nubank, Gabriel Silva, afirmou que “a nova linha de crédito vai garantir a segurança financeira da empresa para continuar crescendo de forma sustentável”.

Desde sua fundação, há três anos, é a terceira vez que o Nubank consegue aumentar seu financiamento com o Goldman Sachs, e a primeira vez que a startup negocia com o Fortress.

O Nubank já arrecadou quase US$ 180 milhões em cinco rodadas de investimento, lideradas por Sequoia Capital, Tiger Global, Founders Fund, Kaszek Ventures, QED Investors e DST Global.

O que são dividendos? Como escolher ações que pagam dividendos?

Facebook cria aplicativo que fura bloqueio da censura na China

Para tentar furar o bloqueio do Facebook e de vários de seus aplicativos na China, Mark Zuckerberg fez questão de se encontrar com líderes chineses, ler a indigesta propaganda do Partido Comunista, estudar mandarim e falar o idioma em público.

Agora, porém, a rede social tenta entrar na China por outro caminho: autorizou o lançamento no país de um novo aplicativo que não carrega o nome Facebook.

O Facebook aprovou em maio o lançamento do Colorful Balloons, usado para compartilhar fotografias, segundo uma pessoa informada dos planos que falou sob condição de anonimato.

O aplicativo, cuja existência não havia sido relatada, tem aparência e funcionalidade idênticos aos do Facebook Moments. Foi lançado por uma empresa chinesa independente, sem nenhuma indicação de sua afiliação à companhia americana.

O lançamento anônimo e sigiloso de um app na China por uma gigante estrangeira de tecnologia é inédito.

Demonstra o desespero e a frustração das empresas internacionais de tecnologia ao tentar ocupar espaço no maior mercado mundial de internet e indica até que ponto elas estão dispostas a ir —e a aceitar que os padrões para operar na China são diferentes de outros lugares.

Redação Dinheirama
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários

  • Bruno Cardoso

    Essa seção de assuntos sobre o mundo digital é muito boa!!! Não deixo de ler nenhuma semana para ficar antenado nas novidades tecnológicas!
    Parabéns Redação Dinheirama!

  • Cristiano Paschoa

    E qual o nome do assistente?