Olá amigo leitor, tudo bem? Chegou mais um Top5 Dinheirama. Como você já sabe, todo início de semana, publicamos uma seleção com o resumo dos cinco artigos mais lidos, comentados e compartilhados da semana anterior.

A ideia é lhe oferecer um panorama das preferências de outros leitores do Dinheirama e reunir os artigos de forma a oferecer um começo de semana mais proveitoso.

Os artigos mais lidos na semana passada foram:

Cinco reflexões reveladoras do homem mais rico do Brasil

Durante o Encontro Anual da Fundação Estudar, que aconteceu em São Paulo no dia 7 de agosto, o empresário Jorge Paulo Lemann, um dos principais nomes do mundo dos negócios do Brasil e um dos fundadores da instituição, palestrou para uma plateia de 150 bolsistas e ex-bolsistas, os Líderes da Fundação Estudar.

Confira cinco reflexões do empresário sobre carreira, negócios e suas metas de vida:

Clique aqui para ler o post completo

Complicação na Política e Economia do Brasil

A dúvida que persiste é de quando conseguiremos enxergar a tal luz no fim do túnel. Por enquanto, apesar das declarações oficiais de membros do governo, seguimos tateando no escuro sem encontrar saídas confiáveis.

A equipe econômica de Henrique Meirelles e o próprio ministro foram cooptados a participar do governo seguindo um projeto de ajuste da economia e elaboração de reformas importantes para fazer o país retornar ao rumo correto, se é que algum dia trilhamos isso (talvez no governo de FHC e uma parte do primeiro mandato de Lula). Porém, a equipe econômica foi atropelada pelo lado político caótico, onde boa parcela do Congresso seguiu no fisiologismo tentando se safar dos envolvimentos com a operação Lava Jato e seus filhotes. Caímos assim.

Clique aqui para ler o post completo

Como fazer sua empresa vender mais (de verdade) mesmo na crise

Em 2016, o comércio brasileiro fechou 108.700 lojas e demitiu 182.000 pessoas. Foi o pior ano da história para o nosso comércio. Somente nos últimos dois anos fecharam-se mais de 200 mil lojas e foram demitidas quase 360 mil pessoas, segundo a Confederação Nacional do Comércio (CNC) e dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados.

Feche os olhos e tente imaginar 200 mil lojas uma ao lado da outra. Ou ainda, 360 mil pessoas de mãos dadas em fila de São Paulo até Uberlândia. Pensando nisso, eu faço 3 perguntas. Responda honestamente:

Clique aqui para ler o post completo

Mundo corporativo: Adeus, avaliação de desempenho anual

Como você mensura, hoje, a performance dos seus profissionais? Se você segue os padrões tradicionais de avaliação, fique sabendo que talvez seja a hora de mudar, e não apenas de avaliação, mas também a forma como ela é realizada.

Nunca antes na história, a singularidade e a capacidade de liderança foram tão valorizadas, e é exatamente sobre esses pontos que as avaliações deverão girar daqui para frente.

Clique aqui para ler o post completo

Lean: O pensamento enxuto em tempos de crise (em que todos só pensam em “enxugar”)

Retração no volume de vendas, de negócios efetivados, e redução na procura por alguns serviços, esse é o ônus que a crise que o Brasil atravessa deixa para vários setores. Mas será que a estagnação do mercado é mesmo causada exclusivamente pelo cenário macroeconômico?

A crise acarreta inúmeros problemas, mas também é uma oportunidade para rever a forma como empresas estão gerindo seus projetos, seus funcionários e principalmente qual cultura cultivam dentro das organizações.

Clique aqui para ler o post completo

Redação Dinheirama
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários