Que o mercado publicitário está em constante evolução isso não é novidade. Muitas agências têm adotado estratégias capazes de melhorar a performance de suas campanhas e impactar de diversas formas o público-alvo. Por isso, estar no ambiente digital é o primeiro passo para conseguir conquistar de forma efetiva seu target.

Hoje, há muitas plataformas e tecnologias no mercado capazes de ajudar uma marca a criar, desenvolver e divulgar suas peças nos meios digitais.

Imperdível: 5 ações para comprar agora

O uso da Inteligência Artificial, como já falamos em outro artigo, se tornou um chamariz para captar todas as informações e dados necessários para analisar e construir, da melhor maneira, as campanhas de seus clientes.

Acredito que as soluções tecnológicas seguem como grandes aliadas para quem busca o aprimoramento e a otimização de processos. Além de ser um facilitador, a distribuição de conteúdo por meio digital, por exemplo, vem de encontro com o processo de desligamento do sinal de TV analógica no país.

Segundo estimativas do Governo Federal, ainda em 2017 o Estado de São Paulo e outras 378 cidades de diversos Estados terão apenas o sinal digital. Com essas mudanças, será preciso uma maneira diferente de se apresentar ao público.

É preciso, em definitivo, um entendimento das agências de que aprimorar os processos de criação e distribuição de campanhas é essencial para garantir a otimização, segurança, agilidade e eficácia na entrega da publicidade. A televisão, por exemplo, deixou de ser o único canal de comunicação das marcas com as pessoas e essa é uma evolução muito importante e que ainda exige um pouco mais de maturidade do setor.

eBook gratuito recomendado: Educação Financeira no Ambiente de Trabalho

Se pararmos para pensar, o poder de escolha que o conteúdo OTT (Over the Top), ou sob demanda, dá ao público, proporciona aos consumidores uma forma diferente de montar sua programação e escolher quando e onde assistir.

O fato de não depender de uma programação fixa, mostra a realidade que quero que muitas marcas e agências entendam – quem não estiver no ambiente digital ficará para trás. Alguns anunciantes já entenderam essa questão e se adaptaram as novas ferramentas e plataformas disponíveis no mercado.

Para finalizar, defendo que a era que estamos vivendo é a dos conectados e de uma completa integração entre todas as áreas. O que agências e anunciantes precisam entender é que criar campanhas atraentes, que despertam a atenção, aliada a uma boa ferramenta de distribuição, é de extrema importância para chamar atenção do seu público-alvo e conseguir uma verdadeira conexão com o consumidor final.

E aí, está esperando o que para investir nesse segmento?

Celso Vergueiro
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários