Agora você confere as principais notícias de 08/10/2017, domingo.

Inflação surpreende e economistas elevam projeção para 2017

A inflação de setembro surpreendeu. Subiu 0,16%, influenciada pela pressão dos combustíveis sobre o setor de transportes. Os economistas esperavam a metade disso.

A tênue mudança de rumo fez com que uma leva de analistas revisasse levemente para cima as projeções para do indicador no ano. Já se estima que pode chegar a 3%. Em 12 meses, encerrado em setembro, o IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo) tem alta de 2,54%

De janeiro a setembro, porém, a inflação acumulada ainda impressiona pelo baixo valor: está em 1,78%, a menor taxa desde 1998 para o período.

Hoje, a meta de inflação é de 4,5%, com um intervalo de tolerância de 1,5 ponto para cima ou para baixo.

Uma inflação de 3% no ano não preocupa e resolveria o inusitado problema de o Banco Central ter de se explicar. Pelas regras, o presidente da instituição, Ilan Goldfajn, teria de escrever, pela primeira vez na história, uma carta justificando a inflação abaixo do piso da meta.

Imperdível: Invista agora em CDB do Banco Indusval com 120% do CDI na Modalmais. Clique e aproveite a oferta!

Medo do desemprego sobe no País

O medo do brasileiro de ficar sem trabalho voltou a subir apesar de o País apresentar alguns sinais de recuperação da produção e postos de trabalho. É o que mostra levantamento divulgado nesta sexta-feira pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). O Índice de Medo do Desemprego subiu para 67,7 pontos em setembro, alta de 1,6 ponto em relação ao registrado em julho.

O indicador de setembro é o segundo maior patamar da série histórica, iniciada em 1996. Os únicos valores maiores que o do mês passado são os 67,9 pontos verificados tanto em maio de 1999 quanto em junho de 2016. O dado de setembro também está bem acima da média da pesquisa, de 49,0 pontos.

“Se uma pessoa tem receio de que ela ou alguém próximo venha a perder o emprego, isso reflete na alta do indicador”, explica a economista da CNI Maria Carolina Marques. Segundo ela, fatores como a instabilidade política e incertezas sobre a retomada do crescimento influenciam a piora no indicador. “As notícias positivas da economia vêm acompanhadas por notícias negativas e há, ainda, 12 milhões de desempregados”, destaca.

Relatório grátis: É hora de comprar ações da Petrobras?

Coreia do Norte prepara teste de míssil intercontinental

A Coreia do Norte está preparando um novo teste de um míssil de longo alcance que poderia alcançar a costa oeste dos Estados Unidos, disse na sexta-feira (6) um deputado russo.

Anton Morozov deu a declaração após realizar com outros dois colegas uma viagem de cinco dias pelo país asiático. Segundo a agência de notícias russa RIA, o deputado foi informado do teste pelo próprio governo norte-coreano.

“Eles estão preparando novos testes de mísseis de longo alcance. Eles até nos mostraram cálculos matemáticos que acreditam provar que o míssil pode atingir a costa oeste dos Estados Unidos”, disse Morozov, que é membro do comitê de relações exteriores do Parlamento russo.

“Pelo que entendemos, eles pretendem fazer mais um lançamento em um futuro próximo. E o humor deles é bastante beligerante”, afirmou o deputado, que pertence a um partido que diz fazer oposição a Vladimir Putin, mas que costuma se alinhar a posição do governo em assuntos internacionais.

Morozov não especificou de onde veio a informação. Pyongyang e Moscou não quiseram comentar o assunto.

Descubra: LCI e LCA, ainda dá para investir?

Redação Dinheirama
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários