Olá amigo leitor, tudo bem? Chegou mais um Top5 Dinheirama. Como você já sabe, todo início de semana, publicamos uma seleção com o resumo dos cinco artigos mais lidos, comentados e compartilhados da semana anterior.

A ideia é lhe oferecer um panorama das preferências de outros leitores do Dinheirama e reunir os artigos de forma a oferecer um começo de semana mais proveitoso.

Os artigos mais lidos na semana passada foram:

Não carregue o peso do mundo nas costas: a decisão do outro é do outro!

Você já viu gente que sente culpa por estar feliz? Ou por estar ganhando dinheiro e sendo bem-sucedida? Parece estranho, mas preciso te contar que existem muitas pessoas assim, e talvez até você já tenha sentido isso em algum momento da sua vida. Seja sincero ao pensar no assunto.

É natural que o ser humano esteja sempre muito preparado para ver, aceitar e até se compadecer das dores e misérias alheias. Quando acontece o contrário, porém, nem sempre a recíproca é verdadeira.

Clique aqui para ler o post completo

Quais as lições e os sonhos que você vai levar para o ano novo?

E o ano está terminando. Logo já chega a hora em que começamos a dar aquela parada para avaliar o que conseguimos fazer dentro do programado, nos culpamos por tudo aquilo que pretendíamos fazer e não conseguimos, e também começamos a traçar novos rumos relacionados ao que ainda pretendemos fazer. É sempre a mesma história, não é mesmo? Mas o bom é que ela pode ter finais diferentes, só depende da gente.

Eu particularmente não acho que uma alteração de data no calendário é o que deveria nos guiar para as mudanças e planejamentos, mas é inegável que acaba sendo mais fácil aproveitar toda a energia de algo prestes a começar para jogar no lixo o que passou e não foi legal, e ganhar 365 páginas totalmente novas, em branco, para desenhar algo muito mais bonito. Você concorda?

Clique aqui para ler o post completo

Inovação: Busque um mindset inovador e não digital

Se você nasceu a partir do ano 2000 e gosta de fotografia, dificilmente vai se lembrar da ansiedade que nós, da geração anterior, sentíamos ao ir buscar as revelações de um filme com 12, 24 ou 36 poses. Imaginávamos quantas haviam queimado e quantas realmente eram boas. Recordações impressas e que hoje quase não se veem. Foi a partir de 1990 que os métodos analógicos começaram a se tornar obsoletos e esse é o nosso ponto de partida. As máquinas digitais foram lançadas, mas a Kodak demorou muito para entender, e aceitar, essa nova demanda.

O que podemos chamar de ‘Case Kodak’ é hoje um dos maiores exemplos de que a falta de inovação pode acabar com os negócios. Fundada em 1888, a empresa entrou com um pedido de concordata em 2012, deixando de existir da maneira como eu e tantos outros profissionais a conhecemos nos áureos tempos.

Clique aqui para ler o post completo

O que empresas tradicionais podem aprender com as startups

Contar sobre os desafios que tive nesses seis anos à frente do GetNinjas tem sido uma tarefa cada vez mais frequente e estimulante. Ao compartilhar minha experiência, também aprendo muito. Venho colecionando as dúvidas e sugestões das centenas de pessoas, de empresas tradicionais ou iniciantes, que encontro em eventos, palestras e painéis. De forma geral, acabam sendo muito parecidas, o que me inspirou a compartilhá-las para que mais pessoas e negócios sejam impactados.

Sempre começo minhas palestras contando os motivos que me levaram a trocar um emprego formal, no mercado financeiro, pela aventura de empreender. Sim, falo que é uma aventura, porque os desafios são muitos, o que exige do empreendedor um perfil profissional mais disposto a assumir riscos para propor novas ideias ao mercado.

Clique aqui para ler o post completo

Brasil, pronto para a reforma da previdência

O presidente Michel Temer está com “a faca e o queijo na mão” para fazer a reforma da Previdência ainda nesse final do ano, ou logo no início de 2018. Só não sai se não houver vontade política para fazer.

Se pegarmos a votação da segunda denúncia contra Temer e seus ministros, somarmos alguns membros do PSDB que eram contrários, mas favoráveis à Previdência e abstenções, já estaríamos muito próximos de obter os 308 votos necessários para aprovação. Essa situação ainda ficou mais tranquila a partir da demissão de Bruno Araújo do ministério das Cidades, dando chance de Temer proceder mais ampla reforma ministerial, aproveitando, inclusive, que alguns de seus auxiliares precisarão se desincompatibilizar para concorrer no final do ano.

Clique aqui para ler o post completo

Redação Dinheirama
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários