Olá amigo leitor, tudo bem? Chegou mais um Top5 Dinheirama. Como você já sabe, todo início de semana, publicamos uma seleção com o resumo dos cinco artigos mais lidos, comentados e compartilhados da semana anterior.

A ideia é lhe oferecer um panorama das preferências de outros leitores do Dinheirama e reunir os artigos de forma a oferecer um começo de semana mais proveitoso.

Os artigos mais lidos na semana passada foram:

A melhor receita para fazer um balanço de si mesmo

Chegamos no final do ano e eu mesma já escrevi sobre a necessidade de aproveitarmos estes últimos dias do mês para avaliar planos e promessas, pensar em novas estratégias, rever caminhos. Mas que tal se, independente disso, começássemos todas as mudanças que pretendemos fazer a partir de um balanço de nós mesmos? Sabe aquele balanço empresarial, onde olhamos o que entrou, o que saiu, o que houve de lucro, de dividendos, e etc? Pois bem, vamos nos basear neste conceito para nos “auto-balancear”, que tal?

Neste ano tive que recomeçar uma série de coisas em minha vida. Foram mudanças de todos os tipos, que não vou ficar detalhando aqui porque senão você ficará cansado de ler até o fim. A questão é que, quando você está no meio do furacão, muitas vezes acha que aquela situação não vai passar nunca, mas ela passa.

Clique aqui para ler o post completo

Quatro dicas para fazer de 2018 o seu melhor ano

É bem comum fazermos listas: listas de supermercado, listas de afazeres, listas no trabalho, enfim, uma multidão de listas que nos ajudam, principalmente na hora da organização para não perdermos o bem mais precioso que temos, o tempo.

Garanto à você que essa lista é  diferente daquelas que estamos acostumados a encontrar.

Resolvi criar esse texto, a partir das experiências que experimentei ao longo dos anos conversando e estabelecendo contatos com pessoas que aprendi a admirar, tudo por conta de meu trabalho no Dinheirama.

A partir dessa (rica) experiência, descobri quatro dicas que tenho colocado em prática e têm proporcionado enorme diferencial em minha vida.

Quero aproveitar esse espaço, para humildemente, compartilhar essas 4 dicas com você.

Clique para ler o post completo 

 Feliz ano velho! A esperança de um ano melhor continua

Nos apropriamos do título do romance de Marcelo Rubens Paiva de 1982 para invocar o ano de 2018. Se o ano de 2017 já foi de extrema complicação e com enorme volatilidade dos mercados de risco, 2018 se apresenta ainda mais indefinido, apesar de estar em patamar mais confortável.

O ano vai terminando e os mercados vão parando, mas foram colhidos bons resultados, se bem que de um patamar muito baixo e horroroso de nossa economia. Dois anos de recessão profunda e economia desequilibrada tornaram relativamente fácil a recuperação apresentada nos últimos seis meses, depois de o governo conseguir aprovar o teto de gastos, a reforma trabalhista e outros ajustes de menor expressão.

Clique para ler o post completo 

Planejar as finanças: seu sucesso financeiro depende disso

Não é novidade para ninguém que vivemos em um mundo capitalista, certo? De capitalismo selvagem, muitas vezes, é o que costumamos afirmar. Nesse contexto, felizmente ou infelizmente, é fundamental avaliar e prestar muita atenção na maneira como lidamos e tratamos o nosso dinheiro.

Você concorda que o que você faz com seu dinheiro hoje definirá seu sucesso financeiro amanhã? Uma questão importante, do seu ponto de vista, o relacionamento das famílias com o dinheiro é satisfatório?

Clique aqui para ler o post completo 

Presentes de fim de ano: um alerta às regras de compliance nas empresas

A troca de presentes e entretenimento pode fortalecer as relações comerciais, mas por outro lado o envio de regalos e divertimentos, como jantares e idas a shows ou peças teatrais, podem criar, ou aparentar, influências inadequadas no ambiente de trabalho.

Todo cuidado é pouco ao receber mimos do parceiro ou fornecedor, uma prática muito comum que ocorre agora, principalmente, durante as festas de fim de ano. Tudo porque o recebimento de gratificações tem grades chances de ser visto como propinas, capazes de manchar a reputação e destoar as disposições do código de normas e condutas éticas da companhia.

Clique para ler o post completo 

Redação Dinheirama
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários