Mais de 26 milhões de contribuintes declararam IRPF 2013O prazo para declaração de Imposto de Renda de Pessoa Física se esgotou na última terça-feira (30) e a partir de hoje o contribuinte que deixou a data passar já poderá fazer a declaração com multa.

Foram 26.034.621 contribuintes que enviaram a declaração de Imposto de Renda dentro do prazo estipulado. O número total ficou ligeiramente acima da expectativa da Receita Federal, que esperava receber 26 milhões de formulários. No ano passado, 25,2 milhões de pessoas entregaram a declaração.

O último dia de entrega somou um grande número de documentos enviados, como era esperado. O fisco recebeu 3.399.665 declarações, sendo o horário de pico das 15h às 16h quando 262.018 pessoas físicas registraram suas obrigações.

Este ano a declaração de IRPF também será lembrada pelo lançamento de novas tecnologias que facilitam a vida dos contribuintes. No início de abril a Receita deu a possibilidade de o contribuinte fazer a declaração simplificada por celular ou tablet.

O número estimado de declarações por meio de dispositivos móveis (5 mil) também foi superado. Foram ao todo 7.361 contribuintes que optaram pela nova tecnologia.

O programa de declaração está no ar novamente

Quem perdeu o prazo do dia 30 de abril talvez tenha notado que o programa que gera as declarações ficou fora do ar. No entanto, desde as 8h desta  de hoje, quinta-feira (02) o envio já pode ser feito novamente, mas junto com a multa de atraso.

Ao contrário de outros anos, agora a pessoa física não precisa instalar o aplicativo novamente no computador. O programa já está atualizado para o cálculo da multa e para a impressão da guia de pagamento para quem entregar com atraso.

Quem não enviou o documento a tempo terá de pagar multa de R$ 165,74 ou 20% do imposto devido, prevalecendo o maior valor.

Com o fim do prazo, o contribuinte não poderá optar pela entrega de declaração nas agências bancárias. Segundo comunicado da Receita, só será aceito declarações enviadas pela internet ou em mídia removível – pen drive, disquete ou disco rígido externo – nas unidades de atendimento da Receita Federal.

Pagamento das restituições

A Receita Federal também já definiu as datas de restituição do Imposto de Renda 2013, começa em junho e será feito em sete lotes mensais. Assim, o primeiro lote será liberado no dia 17 de junho com prioridade para idosos com mais de 60 anos, pessoas com deficiência e portadores de doenças graves.

O último lote sai em 16 de dezembro. De acordo com o supervisor nacional do Imposto de Renda, Joaquim Adir, a Receita deve desembolsar R$ 12 bilhões com o pagamento de restituições.

A Receita ainda oferece um extrato que possibilita a verificação de erros ou irregularidades na prestação de contas. Ele está disponível através do Centro Virtual de Atendimento ao Contribuinte da Receita (e-CAC).

Caio Marcos Cândido, subsecretário de Fiscalização da Receita, afirma que a Receita promete fornecer o extrato de todas as declarações até o início de junho.

Quer ficar por dentro do assunto Imposto de Renda? Veja nosso Guia Especial Imposto de Renda com artigos que abordam desde declaração para operações day trade na Bolsa até dicas básicas de IRPF.

Fonte: R7. Foto de freedigitalphotos.net.

Willian Binder
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários