Em meio a tanta euforia e notícias nada agradáveis para o cenário econômico no Brasil, uma das alternativas que tem agradado os brasileiros é o mercado digital, ou seja, abrir empresas que atuem de forma online.

Essa tem sido uma opção muito atrativa, pois permite que empreendedores tenham a liberdade de trabalhar de onde e quando bem entenderem, com alcance de nível mundial e muitos outros benefícios que poderíamos citar.

Porém, assim como montar um empreendimento físico, criar um negócio digital também apresenta alguns desafios, como por exemplo definir seu nicho de atuação, criar estratégias de marketing realmente efetivas, estabelecimento da sua marca e autoridade no mundo digital, definição e criação de produtos e assim por diante.

Hoje em dia o que temos visto na prática é uma quantidade avassaladora de informações, técnicas e cursos online sobre marketing digital e como abrir um novo negócio online, e de certa forma isso tem contribuído bastante para o fato de tantas pessoas estarem fazendo esta escolha.

A informação está por todos os cantos e não faltam treinamentos sobre negócios digitais. Tudo isso aliado ao crescente desemprego e as dificuldades econômicas e financeiras das famílias (e do país) transforma o mercado online em um prato cheio, não é mesmo?

Mas não se iluda: nem tudo é tão simples assim. Alguns cuidados devem ser levados em conta na hora de tomar a decisão de deixar o mundo físico para atuar no mundo digital. É possível sucesso? Sem sombra de dúvidas!

Acreditar no sucesso e trabalhar muito para conquistá-lo certamente fará com que seu negócio cresça! Vamos então para algumas dicas que podem ajudar neste sentido:

1. Você vai trabalhar com aquilo que você ama?

 Essa é uma premissa básica: fazer aquilo que você realmente ama. Se o que está levando as pessoas para o mercado digital são as facilidades, flexibilidades e possibilidade de altos ganhos financeiros, infelizmente a frustração será inevitável.

Como assim? Má qualidade dos serviços, pessoas despreparadas para atendimento ao cliente e suporte, gente que aparece e rapidamente desaparece no ramo digital e tantos outros efeitos são consequências comuns da entrada errada no negócio.

Sendo assim, antes de tomar a decisão de iniciar seu negócio digital, pergunte-se e analise com honestidade e sinceridade: você ama trabalhar com isso? Por qual motivo? As verdadeiras respostas para essas perguntas poderão ajudá-lo a ter certeza do que você realmente quer para sua vida.

Nunca deixe de procurar uma profissão que você realmente ame, algo que te torne pleno. Ou então aprenda amar aquilo que você faz! No plano digital não é diferente.

Leitura recomendada5 Coisas que você precisa saber antes de largar o emprego para empreender

2. Você já fez um planejamento estratégico e já colocou suas metas e objetivos no papel?

Pode parecer básico isso, mas incrivelmente muitas pessoas acham que ir para o mundo digital e abrir um negócio online é simplesmente criar um site, fazer alguns anúncios e sair vendendo. Triste ilusão! É necessário um planejamento estratégico, assim como no caso das empresas físicas.

Saber os investimentos necessários, planejamento de parcerias, tempo para retorno sobre o investimento, caixa necessário para manter a empresa em funcionamento, abertura de empresa, assuntos contábeis e fiscais e outros “detalhes” precisam ser trabalhados com diligência.

Outro aspecto importante: definir quais são as metas e objetivos da sua empresa digital para o curto, médio e longo prazo. Quais serão os principais indicadores e como você os acompanhará? Quais são as ações e passos necessários para você abrir essa empresa?

Perceba que o planejamento é fundamental e poderá garantir o sucesso da sua nova empreitada. Sendo assim, coloque tudo no papel: escreva, desenhe e visualize. Esse processo ajudará você a percorrer antecipadamente o caminho até o sucesso (pelo menos parte dele) e isso trará alguns insights.

3. Fuja das promessas de ficar rico da noite para o dia

Conforme já disse, temos hoje centenas e milhares de cursos online que prometem capacitar você a abrir um novo negócio digital e faturar milhões em alguns meses, dias ou horas. Eu até acho que isso é possível, desde que você tenha um produto único, que realmente agregue um valor indiscutível na vida das pessoas, e saiba vende-lo. Enfim, tudo é possível.

Porém, é importante que você não se iluda, afinal as coisas não são tão fáceis assim. Você precisa de planejamento, deve estudar muito, requer investimento, tempo e, por vezes, uma equipe.

Vale lembrar também que as técnicas de marketing digital são muito dinâmicas. Tudo o que você sabe e aplica hoje pode não ser mais útil daqui a pouco. Esse é o mundo digital, sempre evoluindo e com “gurus” aparecendo e desaparecendo muito rapidamente.

Portanto, tenha cuidado e não se iluda, pois aquilo que minha avó sempre disse faz muito sentido até hoje: “O que vem muito fácil, obviamente vai mais fácil ainda”.

Leitura recomendadaQuer ficar rico? Pare de cometer sempre os mesmos erros!

4. Domínio sobre as técnicas de Marketing Digital

Se você está entrando para o mercado digital, nada mais óbvio do que conhecer as estratégias e técnicas utilizadas no marketing digital. Se você possui budget para investir e não quer se aperfeiçoar nesses assuntos, então terá que contratar algum profissional para tal.

Hoje se usa muito a captura de leads através de iscas digitais (e-books, vídeos, cursos rápidos e etc.), e-mail marketing que permite uma interação com os clientes e seguidores, uso de blogs para disponibilização de conteúdo gratuito, uso de redes sociais (Facebook, Instagram, Linkedin, Periscope), otimizações de sites e blogs através de SEO, anúncios pagos no Facebook e Google, banners em sites parceiros e Webinários/eventos online.

Repare que são muitas técnicas que poderão ajudar o seu negócio online crescer. Por isso digo novamente: planejamento estratégico é fundamental. Outro tema muito importante é a definição do seu público alvo, também conhecido como Persona (ou Avatar). As técnicas de marketing de hoje utilizam muito disso para atingir seu público alvo de forma certeira, usando as palavras certas, imagens perfeitas e gatilhos mentais.

5. Nunca se esqueça dos seus valores

Esse é um tema que eu particularmente coloco em 100% dos meus processos de Coaching, sejam eles Life Coaching, Executive/Business Coaching, Team Coaching e até treinamentos corporativos.

Por que eu faço isso? Nada nessa vida pode passar por cima dos seus valores e princípios. Faz sentido para você? Não pode existir dinheiro nesse mundo que “compre” seus valores. Se você tem como valor a honestidade, todas as suas ações devem ser honestas, ou seja, seu produto, sua estratégia de marketing, cada palavra/imagem que você usar devem estar carregadas de honestidade.

Se você tem como valor o respeito, mesma coisa. Você responde os e-mails de seus clientes? Faz um atendimento ou um suporte que tem como base o respeito e a honestidade?

Se você tem como valor a economia, a prudência e a responsabilidade, você força a venda de um produto para uma pessoa que não precisa daquele produto naquele momento? Ou seu objetivo é simplesmente vender, não importando para quem, nem quando?

Pense nisso com muito carinho e acredite que seguir seus valores com garra e determinação também determinará seu sucesso.

Ufa! Espero que as dicas tenham sido úteis. Um forte abraço e até breve.

Leitura recomendadaEntenda o que é felicidade financeira e por quê o dinheiro é tão importante

Foto “Digital business”, Shutterstock.

Avatar
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários