Em um dos meus recentes processos de Coaching, meu cliente disse que não conseguia visualizar seu futuro; sendo mais direto, ele disse que não conseguia visualizar como sua vida estaria daqui 20 ou 30 anos.

Foi um processo bem diferente, pois a grande maioria dos meus clientes já tinha algo em mente; os que não tinham, conseguiram listar isso rapidamente após algumas sessões. Esse caso me intrigou, pois fiquei na dúvida se as pessoas realmente possuem essa dificuldade: falta de clareza sobre o futuro.

E como minha empresa está no meio digital, a E-VOLV.ME (onde trabalhamos com Gestão do Tempo, Produtividade, Coaching e Aprendizagem Acelerada), decidi fazer uma pesquisa com nossos leitores e seguidores para tirar a prova.

O resultado foi surpreendente: 27% das pessoas que responderam demostraram falta de clareza sobre o futuro e dificuldades para definir metas e objetivos. Portanto, a conclusão que podemos tirar é a seguinte: sim, muitas pessoas realmente possuem essa dificuldade.

Outra coisa que tenho percebido é o entendimento errôneo de que metas e objetivos servem apenas para empresas, para o meio corporativo. Errado! Todos nós seres humanos temos sonhos, que são nada mais do que objetivos.

Todos nós sabemos (deveríamos saber) os passos para alcançar esses sonhos, que são nada mais do que as metas. Portanto, a primeira coisa a fazer é colocar na mente que devemos sim ter metas e objetivos muito bem definidos.

Por exemplo, vamos supor que meu objetivo seja ser feliz, e minha meta seja ajudar pelo menos uma pessoa por dia pela vida toda. Perceba que eu consegui usar os conceitos de metas e objetivos na vida pessoal. E perceba também que objetivo é algo mais abstrato, e a meta já é algo mais palpável, algo que eu posso fazer aqui e agora, hoje.

Retomando o assunto, após algumas semanas no processo de coaching com esse cliente, hoje ele conseguiu enxergar a importância da definição de metas e objetivos, após muita conversa e utilização de muitas ferramentas, o que consequentemente fez com que ele começasse a enxergar seu futuro de fora mais clara.

5 dicas para enxergar e criar o futuro que você deseja para sua vida (sem gastar nada)

Listo abaixo as práticas que costumo recomendar aos clientes e que foram úteis neste caso particular:

1. Identifique quais os pilares da sua vida que estão em desequilíbrio

Nesse caso, eu utilizo a Roda da Vida, que nos permite analisar 12 áreas principais da vida, como por exemplo, saúde, felicidade, relacionamentos, financeiro, família, entre outros. Esse é o primeiro passo: saber qual área da sua vida está em desequilíbrio e precisa melhorar.

Quando existe algo na sua vida que te “puxa para baixo”, provavelmente isso pode impedir você de enxergar seu futuro e de dar passos mais certeiros rumo as suas metas e objetivos. Quando você equilibra a roda da vida, as coisas começam a fluir melhor, e aí, poderás enxergar melhor seu futuro. É como se você estivesse “limpado seus olhos”.

Leitura recomendada: 10 Dicas para você organizar seu tempo, sua vida e driblar a crise

2. Defina metas e objetivos

Uma vez que você já sabe as áreas da vida que precisa trabalhar, é hora de colocar no papel: o que você pretende conquistar nos próximos anos ou meses? Junto com isso, coloque as metas relacionadas com a sua roda da vida.

E é sério, coloque no papel! Não deixe isso na sua mente, isso não vai te motivar, você vai esquecer e entrar naquilo que meu amigo Conrado Navarro, aqui do Dinheirama, sempre diz: “Você entra no moedor de carne”.

Existem dezenas de ferramentas que podemos usar nesse processo de definição de metas e objetivos. Uma dica aqui é usar os conceitos de Metas SMART. As metas devem ser: específica, mensurável, atingível, relevante e com tempo determinado.

3. Identifique as crenças limitantes

As crenças limitantes estão relacionadas com aquilo que você acredita; para você, aquilo é uma verdade. Por exemplo: pessoas que jogam papel no chão. Isso é normal para quem faz isso, a pessoa nem questiona. A pessoa nem imagina que alguém vai ter que “limpar a sujeira”.

E quando essa pessoa projeta o seu objetivo e suas metas, ela deve analisar se suas ações de hoje condizem com o que ela projetou. É difícil identificar as crenças limitantes, pois muitas coisas são hábitos, e mudar um hábito leva tempo. Porém, é preciso começar.

Lembre-se que as crenças limitantes impedem, ou retardam, o atingimento de suas metas e objetivos. O ROI disso é algo muito próximo de zero. Identifique-as e elimine-as. No coaching também temos várias ferramentas que trabalham essas posturas.

4. Evite as distrações e aumente seu foco

Quando você tem muita distração é como se você saísse da estrada que te levará para seu objetivo, e como consequência você deixará de enxergá-lo. Isso também causa a falta de clareza sobre o futuro. Portanto, remova as coisas da sua vida que não agregam em nada.

Durante o seu horário de trabalho, procure ser o melhor naquilo que você faz; por vezes, para ser o melhor você não poderá estar nas redes sociais a cada 5 minutos ou abrindo seu e-mail pessoal a cada 1 hora.

Evite as fofocas, os pensamentos negativos e foque na sua meta e objetivo. Se possível, imprima suas metas e objetivos e deixe-os do seu lado o tempo todo. O contato visual ajuda muito.

Leitura recomendada: 12 Dicas para melhorar sua produtividade (seus objetivos chegarão mais rápido)

5. Defina o que é importante e priorize

Aqui nós podemos citar a Tríade do Tempo, onde você vai identificar o quanto você é focado no importante, urgente e circunstancial.

Poucas pessoas conseguem ter um foco no que é realmente importante, e isso nos tira do caminho que nos levará até nossos objetivos, causando falta de clareza sobre o futuro. Uma vez que você conseguiu definir o que é importante, priorize suas tarefas e siga em frente!

Leitura recomendada: 3 Dicas para descobrir o que é realmente importante para você

É isso! Obrigado pela companhia em mais este texto! Aproveito e convido você a conhecer o portal E-VOLV.ME, onde temos muitos artigos e vídeos sobre Gestão do Tempo, Produtividade, Coaching e Aprendizagem Acelerada. Até a próxima!

Foto “Create your future”, Shutterstock.

Avatar
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários