O mundo de startups e do empreendedorismo pode ser bem cativante e atrair o olhar de vários, principalmente quando dizem que o importante é ter boas ideias.

A questão é que ter uma ideia genial não é tão incomum, agora executá-la já são outros quinhentos. O empreendedor encontra várias barreiras, e uma bem comum se chama dinheiro.

Por isso, separamos 6 dicas de como transformar aquela sua ideia num projeto viável e estruturado o suficiente para buscar investimento anjo e ajudar sua startup a dar um salto:

1- Elabore:

Em primeiro lugar, desenvolva sua ideia; você pode escrevê-la numa folha ou documento. Quando começamos a elabora-la, várias questões começam a surgir, e isso é bom.

Assim, você vai ter a ideia clara o suficiente na sua cabeça para conseguir explica-la para outros, sem grandes dramas. Afinal, se a ideia não está clara para você, vai estar muito menos para qualquer outra pessoa.

2 – Pesquisa de mercado:

Quem será beneficiado com a solução que você está trazendo? Fazer uma segmentação de mercado pode ajudar a entender como chegar ao cliente com seu produto. Por exemplo, se você está vendendo um produto infantil, o público alvo são mães ou crianças?

Se forem mães, o jeito de chegar a elas pode ser através de redes sociais como Facebook ou Instagram. Se forem crianças, esse não é o melhor meio de contato, talvez um anúncio na televisão seja mais efetivo.

Para responder essas questões, desenvolva a persona ideal de quem é seu público alvo, por exemplo: Lúcia tem 30 anos, é formada em jornalismo e trabalha numa revista de finanças. Sua média salarial é de R$5.000 e mora num apartamento no bairro de Perdizes com seu marido e sua filha de 3 meses.

Quanto mais detalhes você tiver sobre o público alvo, mais focada será sua abordagem para encontra-lo.

3 – Escolha bem o seu time:

Esse é um elemento muito importante, e onde investidores costumam olhar com um cuidado especial. Por que, por bem ou por mal, muito do sucesso da empresa está na mão da equipe.

Além disso, essas são as pessoas com quem você vai trabalhar diariamente, então vale a pena tomar bastante cuidado e escolher pessoas em cujo trabalho você confia, certo?

4 – Protótipo:

Antes de apresentar seu projeto, tenha um protótipo ou uma prova conceito do que você quer vender, seja um produto físico ou o demo de um aplicativo. Assim será mais simples do investidor entender e ver concretamente sua ideia. Se você já tiver efeito algumas vendas, apresente esses números ao investidor.

5 – Desenvolva um pitch:

Podem acontecer várias oportunidades de você apresentar seu projeto então, aprenda a comunicar de forma clara e direta a solução que você está trazendo. Faça com que quem ouça o projeto se sinta tocado e queira embarcar com você nessa jornada e, no caso de um investidor, que queira financia-lo.

6 – Envie seu projeto:

Finalmente, submeta seu projeto para uma rede de investimento anjo, como a Anjos do Brasil. Seu projeto será analisado por uma equipe interna e, eventualmente, por investidores anjo.

Anjos do Brasil
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários