Home Comprar ou Vender 7 ações que podem entrar no Ibovespa e ganhar com isso

7 ações que podem entrar no Ibovespa e ganhar com isso

A chegada de novas ações gera um movimento de compra das ações por parte dos fundos passivos e ETFs, criando uma força compradora

por Gustavo Kahil
3 min leitura
B3 estilizada, Ibovespa
(Imagem: Firefly/Adobe/Dinheirama)

O Ibovespa (IBOV), principal índice da B3, será revisado a partir do dia 2 de setembro, e poderá contar com 7 novas ações, avalia o Bank of America em um relatório enviado a clientes nesta sexta-feira (5).

O time de analistas, liderado por David Beker, a Caixa Seguridade (CXSE3), Auren (AURE3) e Santos Brasil (STBP3) são as entradas mais prováveis.

“Acreditamos também que há possibilidade de que a Marcopolo (POMO4) também seja adicionada, dependendo do seu volume de negociação até o final de agosto”, observa o relatório.

Banner MBA BARSI

Correndo por fora, as ações da Enauta (ENAT3), Smartfit (SMFT3) e Copel (CPLE3) são as próximas em termos de métricas de negociabilidade, mas precisariam melhorar em relação ao restante do índice para ter uma chance maior de inclusão.

A próxima prévia do índice Ibovespa será divulgada no dia 1º de agosto. A 2ª prévia será divulgada no dia 16 de agosto, e a 3ª (última) no dia 30 de agosto.

Impacto sobre as ações

O BofA estima que o impacto da inclusão sobre as ações da Caixa Seguridade chegue a 2 dias de negociações, de 1 dia para a Auren e de 3 dias para a Santos Brasil.

O movimento é resultado dos fundos passivos e ETFs, ou seja, que precisam readequar os percentuais das ações a cada revisão do Ibovespa.

AçõesEmpresaÍndice de negociabilidade (IN)Peso no índice em caso da entradaImpacto em dias de negociação
CXSE3Caixa Seguridade 82.7%0.37%2
AURE3Auren Energia83.9%0.17%1
STBP3Santos Brasil 84.6%0.58%3
POMO4Marcopolo85.34%0.2%2
ENAT3Enauta86.35%0.2%2
SMFT3Smartfit Escola de Ginastica e86.99%0.3%2
CPLE3Copel87.32%0.3%2
Fonte: Bank of America

De saída

Por outro lado, as ações da Dexco (DXCO3) é a exclusão mais provável nesta revisão, pois o BofA estima que as métricas de negociabilidade estão abaixo do limite para membros do índice. Se excluído, a estimativa do impacto representaria 1 dia de negociação.

O banco também indica que as ações da Eztec (EZTC3) podem ter uma chance de ser excluído, caso o volume de negociação diminua ainda mais.

Além disso, a Alpargatas (ALPA4) é o membro atual do índice com a classificação mais baixa em termos de negociabilidade.

“Acreditamos que a Alpargatas pode correr o risco de ser excluído em revisões futuras se a negociabilidade diminuir em relação ao restante do mercado. O IN para os membros atuais precisa cair abaixo de 90% para que eles sejam excluídos”, pondera Beker.

AçõesEmpresaÍndice de negociabilidade (IN)Peso no índice em caso da entradaImpacto em dias de negociação
DXCO3Dexco91.1%0.10%1
EZTC3Eztec89.9%0.06%1
ALPA4Alpargatas88.5%0.07%1
Fonte: Bank of America
Banner MBA BARSI

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.