Você quer empreender? Se a resposta é “Sim”, você sabe o que os empreendedores de sucesso e que nos inspiram têm em comum? Quais características são semelhantes entre empresários brasileiros como Flávio Augusto, fundador da WiseUp e Robinson Shiva, Fundador do China In Box, por exemplo?

Depois de ler alguns cases de sucesso e observar de perto grandes empreendedores, cheguei a uma livre conclusão sobre 7 pontos que aproximam empresários como esses.

Veja abaixo as características que identifiquei e aproveite para comentar o que você acha sobre elas (e quais ainda colocaria nesta lista).

1. Um grande sonho em mente

Sabe aquela vontade enorme de realizar um projeto, mesmo que ele pareça maluco para outras pessoas? Pense em uma ideia tão clara na mente do empreendedor que a crença em fazer acontecer e a vontade de realizar é tamanha que ninguém pode segurar. Legal, né?

Posso dizer que esse sonho é guiado por uma fé ou paixão, e é isso que dá força para o empreendedor seguir em frente e manter-se firme nos momentos mais difíceis. Não pense que é um exagero ou algo romântico demais, não se trata de ser louco ou pensar em algo mirabolante; estou falando de sonhar grande.

2. Aceitam e encaram riscos

Empreender, na maioria das vezes, envolve fazer algo novo, seja o novo para si mesmo ou para o mercado. E inovar é sinônimo de arriscar, pois por mais que você planeje, analise e teste o seu projeto, na “hora H” surgirão obstáculos e desafios que você nunca encarou e que exigirão decisões.

Decisões essas que nem sempre serão tomadas em uma zona de conforto. Empreender envolve riscos diários, por isso é preciso ter coragem e estar pronto para lidar com uma montanha-russa de emoções e entender que às vezes é necessário fazer grandes mudanças mesmo com o “bonde andando”.

Leitura recomendada: Não cometa estes 5 erros se quiser ter sucesso como empreendedor

3. Atuam em rede

Empreendedores de sucesso se relacionam com inteligência, pois entendem que o networking é uma das formas mais dinâmicas e ricas para trocar experiências, aprender, se manter atualizado e construir laços profissionais que podem ser valiosos em seus projetos.

4. Cercam-se de pessoas positivas e criam uma cultura própria

Ter pessoas com a mesma vontade de fazer acontecer e que tenham um perfil alinhado com os valores da empresa são os grandes trunfos dos empreendedores bem-sucedidos.

Não adianta só o empresário ter paixão, é preciso ter um time que acredita no projeto e que saiba traduzir no dia a dia a cultura da empresa, seja ele formado por duas, 15 ou centenas de pessoas. A cultura é o que dá “liga” e une os valores da empresa a um grupo de pessoas que trabalham em prol de uma missão.

Leitura recomendada: 10 coisas sobre empreendedores que você precisa saber

5. São disciplinados e praticam o planejamento

Muitos empreendedores começam um projeto em uma garagem, na sala de casa, com poucos recursos e sem muita gente ao redor apoiando. Por isso, disciplina e planejamento são fundamentais para que distrações, falta de estrutura e pouco pessoal (ou nenhum) não atrapalhem os primeiros passos do negócio.

Além disso, quando trabalhamos “por conta” é muito mais difícil ser disciplinado, sentar na cadeira e focar apenas no trabalho durante horas corridas. Isso porque sem chefe e com a liberdade de fazer o que quiser, é muito fácil se distrair e procrastinar.

Empreendedores de sucesso entendem o valor que o tempo tem, por isso a disciplina e o planejamento estão sempre presentes e são fundamentais para cumprir prazos e realizar os planos.

6. Têm um mentor

Ter um mentor é quase um “corta caminhos” para os empreendedores. Poder contar com uma pessoa mais experiente para trocar ideias (e que já passou por poucas e boas, e venceu) é um grande trunfo para quem está no rumo do empreendedorismo.

Ser aconselhado por um mentor ajuda na tomada de decisão, a acelerar o negócio e até mesmo a conhecer prováveis investidores, por exemplo. No Brasil, há instituições que promovem esse encontro de empreendedores, como a Endeavor.

Leitura recomendada: Qualquer um pode empreender?

7. Administram o dinheiro com inteligência

Esse item parece ser básico para qualquer negócio dar certo, mas muitos empreendedores falham logo no primeiro ano e um dos grandes motivos é não saber administrar as finanças.

Imagine que se a pessoa mal administra as finanças em casa, como vai ter sucesso nos negócios? Empreendedores que vencem no mercado atual, tão competitivo, além de saber administrar o dinheiro de perto, sabem também cobrar pelo que oferecem.

Outro ponto essencial é ficar atentos aos valores praticados pela concorrência e como eles estão inovando. E por fim, saber quando é a hora de investir com o seu dinheiro ou buscar investidores também faz diferença no andamento do negócio.

Conclusão

Se você está cogitando o empreendedorismo como um novo estilo de vida, espero que esse artigo sirva de inspiração. Mas lembre-se: antes de começar o negócio, seja ele qual for, faça um bom estudo, analise o mercado, a concorrência e, principalmente, faça um bom planejamento financeiro.

Arriscar faz parte do negócio, mas em momentos como o que estamos passando agora, todo e qualquer risco precisa ser cuidadosamente calculado. Boa sorte!

Foto “Great idea”, Shutterstock.

Conrado Navarro
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários