Se você trabalhou anos em determinada empresa ou setor e agora precisa recomeçar após uma demissão, provavelmente deve estar meio perdido. Sabemos que não é fácil, mas considere que a situação também pode ser uma oportunidade para aprender a lidar com reflexos negativos e trabalhar o aumento da autoconfiança, possibilitando inclusive uma mudança de rumo profissional para melhor.

“Sabemos que quando o desemprego bate à porta não é só o emprego que se perde, mas a diminuição do contato social, o salário, a harmonia na família, etc., e isso faz parte de todo um processo de qualquer forma de recomeço na vida“, explica Priscila Asimoto, psicóloga e membro da Sociedade Brasileira de Coaching.

“Por outro lado, quando a demissão acontece após anos de carreira, também pode ser a situação ideal para a pessoa descobrir na dificuldade o que mais gosta de fazer, trabalhando de forma autônoma e deslanchando. Confira algumas dicas para enfrentar este processo e recomeçar com confiança”, explica. A seguir, a especialista dá algumas dicas para quem enfrenta este processo e precisa recomeçar com confiança.

Leitura recomendada: Você pode ficar sem emprego, mas não sem trabalho

1. Tenha em mente que a crise não é eterna e este momento irá passar

É possível plantar coisas boas agora para colher adiante, tanto no trabalho quanto na vida pessoal. Não pense no que já foi. O importante é não perder o entusiasmo e pensar daqui para a frente.

Se possível, não fique reavaliando o que já foi ou o que você poderia ter feito para não estar nesta situação. Pense em como você quer estar daqui a um tempo e crie metas para isso.

2. Ouça e aprenda com profissionais que você considera mais experientes

Procure absorver todas as informações daqueles que você considere bem sucedidos na carreira. Normalmente eles têm estrategias e conselhos que podem servir de exemplo e ajudar quem está recomeçando.

3. Explore seus talentos

O que você faz de melhor? O que gosta de fazer com prazer? É difícil no mercado atual alguém se recolocar fazendo todos os dias algo que não gosta ou que não desperte interesse diário.

Então avalie bem o que você pode fazer levando em conta um cenário que exige dedicação e aprendizado. Pode até considerar recomeçar em um ramo totalmente novo, mas deve ser algo que realmente goste. Muita gente tem feito isso.

Gosta de vídeos? Aprenda mais: TV Dinheirama – Você no comando do seu dinheiro

4. Mantenha o contato social

Não se isole. Ter contato social é algo bom em todas as fases da vida, e ficar dentro de casa não vai ajudar alguém a bater em sua porta. Por isso reative o networking e mostre-se disponível. É preciso ser flexível no modo de agir, se comunicar com os amigos, manter a motivação.

5. Cuide da saúde

Para conseguir voltar ao mercado e trabalhar direito, é fundamental estar com a saúde em dia. Por isso procure realizar exercícios, caminhar, manter os exames de rotina em ordem e se alimentar bem. Não se esqueça de si mesmo.

eBook gratuito recomendado: Invista e Construa o Futuro dos seus Filhos

6. Cuidado com a exposição nas redes sociais

Hoje muitas empresas usam as redes sociais para ajudar a traçar um perfil dos candidatos, por isso nunca exponha o que considera errado ou ruim da antiga empresa onde trabalhou e nem demonstre ideias negativas, desmotivadoras sobre o futuro, pois é nele que você se colocará, afinal o futuro começa a cada segundo.

7. Jogue com lealdade

A Lealdade é uma grande virtude do caráter humano e é natural que em tempos difíceis as pessoas fiquem mais inseguras, mas mostre exatamente o que você é, não foque em expectativas de rivalidade com as outras pessoas, não faça comparações e nem mal juízo dos outros que podem surgir no contexto.

Procure dar o que tem de melhor e lembre-se de que a crise de hoje pode ser uma oportunidade incrível para o seu amanhã.

Leitura recomendada: Mudança de carreira: como largar tudo e começar do zero

8. Qualifique-se

Se achar que não tem qualificação ou preparo suficiente, procure alternativas e adaptações para aprender e siga em frente. Lembre sempre que o passado já foi e agora é pensar no futuro e traçar as metas para conseguir alcançar os novos objetivos.

Janaína Gimael
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários