Houve um tempo em que praticamente todas as pessoas dependiam dos bancos para fazer seus investimentos. Aliás, a maioria deles era na velha caderneta de poupança. Hoje não podemos chamar a poupança de investimento.

Dizemos isso, porque um investimento tem como objetivo gerar lucros, e há um bom tempo que a inflação está acima da rentabilidade da poupança. Em outras palavras, a poupança está dando prejuízos.

Mas não é apenas a poupança que dá prejuízo. Tem outras coisas que também são péssimos negócios para os clientes de bancos, mas que continuam sendo oferecidos em larga escala pelos gerentes.

Pior do que a oferta, é o fato de que muitas pessoas aceitam esses produtos. Elas confiam piamente que o gerente do banco realmente se importa com a multiplicação do seu dinheiro. Não, ele não se importa.

O conflito de interesses do gerente do banco

Ele é um funcionário do banco, e não seu, e possui metas de vendas, que se não forem atingidas, podem significar a perda de seu emprego. Então ele tem que tomar uma decisão complicada (ou não tão complicada assim) que é escolher entre ele e você.

Os bancos são empresas, e empresas muito lucrativas. Até aqui, nenhum problema, afinal, quem não quer ter uma empresa lucrativa?

O problema é que boa parte desse lucro vem da ignorância das pessoas, que são facilmente enganadas, quando contratam um produto ou serviço que é ótimo, mas não para elas, e sim para o próprio banco.

E não há outro modo de você resolver isso, senão adquirindo mais conhecimento sobre como administrar e multiplicar o seu dinheiro.

Proteja-se contra o gerente

Montamos uma página com um toque de humor, onde você poderá constatar as 9 frases que todo mundo já ouviu no banco, e quais deveriam ser as respostas para cada uma delas, partindo de uma pessoa que já aprendeu a cuidar bem do seu dinheiro.

Ao final da sequência de frases, temos um presente para você, que irá te ajudar a conhecer mais sobre os cuidados com as suas finanças. Clique aqui ou na imagem abaixo para ver as 9 frases:

9 frases que todo mundo já ouviu quando foi ao banco

Seu dinheiro, sua responsabilidade

Voltando ao início do texto, houve um tempo em que praticamente todas as pessoas dependiam dos bancos, mas este tempo já passou. Estamos na era da informação, e a internet se tornou um veículo fabuloso para ampliar nossos conhecimentos.

Então já não há motivos para você continuar colocando seu dinheiro em produtos financeiros ruins. Há muitas formas de você aprender a investir de verdade, e não ser enganado por nenhum gerente de banco.

Nós mesmos da Empiricus, oferecemos materiais gratuitos e regulares, que podem ser enviados diretamente no seu e-mail. Eles irão te levar para um nível superior.

Você nunca mais pensará em deixar seu dinheiro parado ou perdido em uma poupança. Entenderá que há caminhos muito mais lucrativos, e que nem sempre exigem grandes investimentos.

Nota: Esta coluna é mantida pela Empiricus, que contribui para que os leitores do Dinheirama possam ter acesso a conteúdo gratuito de qualidade.

Empiricus Research
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.