A Internet, o investidor e suas decisões de investimentoA Internet revolucionou o mercado financeiro: disponibilizou grande volume de informação e aprimorou as ferramentas de análise e reduziu os custos fixos e margens dos serviços financeiros. O investidor não precisa mais ir à agência, nem falar com o gerente. Ótimo! Porém, alguns cuidados devem ser tomados para se obter lucros.

É intuitiva a hipótese de que mais informações levam à melhor tomada de decisão. Qualquer investidor pode ter acesso a bilhões de dados e, por isso, passou a movimentar mais ativamente suas aplicações financeiras.

O giro dos investimentos sem disciplina prejudica o desempenho final da carteira, resultado verificado por Barber e Odean* (Estudo “The Internet and the investor”, publicado no Journal of Economic Perspectivesclique aqui para ler). Aqueles que mais compraram e venderam obtiveram resultados anuais abaixo da referência de mercado em 1,2%, e mais de 3,5% após custos.

O excesso de confiança ainda leva o investidor a subestimar os riscos inerentes de cada ativo e superestimar o potencial de alta, prejudicando a diversificação eficiente.

Embora este estudo e vários outros, inclusive mais recentes, tenham sido realizados para os investidores do mercado acionário, vou utilizar as evidências empíricas como argumento para chamar atenção de qualquer investidor. Quanto mais confiante e mais movimentar as aplicações, pior será o seu desempenho. Os investidores em fundos devem pensar nisso também.

Os benefícios trazidos pela Internet tornam os investidores mais confiantes, dando-lhes a ilusão de conhecimento e de controle. Só que o excesso de confiança pode resultar em perdas e arrependimentos.

Trocar de posições quando a performance do mês passado não foi tão boa ou porque a do outro fundo foi melhor deve ser evitado. É preciso dar tempo para as estratégias maturarem e atingirem o objetivo definido. Também não se dever pagar taxa de saída e realizar resgate antecipado, pois esta consumirá boa parte da rentabilidade acumulada.

A Internet tornou o mercado de investimento mais acessível, mas a essência dos investimentos continua a mesma. Para valorizar o patrimônio, é preciso horizonte de longo prazo, diversificação eficiente e risco compatível ao perfil de risco.

Contar com gestão profissional faz também toda a diferença. São profissionais focados e especializados na gestão de investimentos e que assimilam de forma mais racional e precisa tudo o que a internet pode proporcionar.

Na Órama, onde sou consultora de investimentos, você encontra Fundos de Investimento dos gestores mais renomados do mercado, reconhecidos por sua rentabilidade histórica, tradição no mercado, competência, solidez e credibilidade.

Já escrevi mais sobre o que são fundos de investimento (renda fixa, multimercado e ações) em meu blog (clique aqui para ler). Acesse também www.orama.com.br e bons investimentos!

Foto de freedigitalphotos.net.

Avatar
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários