Marcelo Coura disse: “Curioso pra entender o assunto me interessei por teu blog vendo o Querido leitor. Mas li vários posts, até entrei no meu banco Bradesco pra ver o investimentos e coisa e tal. E num click me perguntei: se isso fosse bom tinha muita gente rica. Economista, Administrador, Contador e afins entendem bem essas terminologias todas e mesmo assim não é a realidade! E ai ?”!

Marcelo, sua colocação é perfeita e muito oportuna. A realidade que encontramos difere muito das possibilidades aqui discutidas. Neste caso, temos que entender algumas coisas para que uma resposta faça sentido. Ter padrão de vida alto não indica riqueza. As pessoas normalmente gostam de ostentar, mas no fundo não possuem nada senão intermináveis dívidas e carnês. Estes não são ricos. Definitivamente não. Riqueza na verdade tem a ver com quanto tempo você consegue manter seu estilo de vida sem ter que trabalhar. Concorda?

Dito isso, sabemos que em todas as profissões existem aqueles que possuem mais ou menos disciplina, independente do conhecimento ou bagagem de vida que possuem. Muitos grandes empresários sequer possuem diploma universitário e, ainda assim, são exímios administradores de suas finanças pessoais e como gestores em sua empresa. Para ilustrar, há uma pesquisa que indica que os maiores devedores de IPVA são justamente os donos de carrões. Interessante não?

Normalmente, as pessoas com disciplina e boas noções de planejamento financeiro, sejam elas administradores, contadores ou economistas, são caracterizadas por sua capacidade de poupar e investir bem o seu dinheiro e, consequentemente, não ostentam um padrão de vida que ainda não possuem. É preciso aceitar que ficar realmente rico neste país é uma tarefa difícil, inclusive para representantes destas profissões. Mas poder desfrutar de uma boa aposentadoria e manter seu estilo de vida, ainda que passe por um período de dificuldades, é algo perfeitamente viável, desde que tratemos nosso dinheiro com respeito e seriedade.

Obrigado pela colocação. Fique à vontade no blog e colabore sempre com suas opiniões. Um abraço.

Conrado Navarro
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários