Abílio Diniz no Conselho de Administração da BRF, confusão à vista?Poucos empresários brasileiros despertam tamanho interesse nas pessoas quanto Abílio Diniz. Os holofotes em muito se devem ao sucesso alcançado na construção de grandes empresas e negócios e também por ter fama de “encrenqueiro”.

Abílio carrega nas costas algumas disputas que chamaram muita atenção, sendo as mais contundentes travadas com a família Klein nos negócios referentes ao grupo Casas Bahia. Mais recentemente, uma conturbada negociação com o Grupo Casino resultou em sua saída da presidência do Grupo Pão de Açúcar, do qual se mantém como Presidente do Conselho Administração.

Fundos promovem a escolha de Diniz

Na última semana, os fundos Previ e Tarpon, dois dos principais acionistas da BRF (Brasil Foods), indicaram Abílio para a posição de presidente do conselho de administração da BRF, função que deverá ser referendada no dia 9 de abril, ocasião em que será realizada a assembleia de acionistas.

A polêmica nessa nova investida de Abílio Diniz é motivada justamente pelo fato dele ainda ser o Presidente do Conselho de Administração do Grupo Pão de Açúcar. A BRF é a maior fornecedora da rede e boa parte do mercado e executivos das duas empresas alegam que exista conflito de interesse.

O mercado parece apostar em Abílio

Os resultados apresentados pela BRF no ano de 2012 foram decepcionantes. A empresa se envolveu em processo no CADE (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) e foi obrigado a vender fábricas, centros de distribuição e marcas para a rival Marfrig.

O lucro da empresa caiu cerca de 80% e, a partir disso, os fundos buscaram no mercado um profissional com perfil mais arrojado e extremamente competitivo. Em relatórios a investidores, Bradesco, BTG Pactual e Merrill Lynch consideraram que a decisão dos fundos Previ e Tarpon, acionistas da BRF, de indicar Abilio deve resultar na valorização da companhia.

Na última sexta-feira (22), dia seguinte à indicação, as ações da BRF – BRFS3 – subiram 5,08%, enquanto que as do Pão de Açúcar – PCAR4 – caíram 1,46%. Será interessante acompanhar os desdobramentos desse embate.

Por que esta notícia é importante?

Abílio Diniz é um dos maiores empresários hoje em atividade no Brasil. Suas lições são propaladas e apresentadas em muitas ocasiões como fonte de sabedoria e sucesso nos negócios. Seu estilo de negociar o trouxe até aqui, mas também o afastou dos negócios criados por sua família. Desprendimento? Trajetória e estratégia pensadas? Vamos acompanhar de perto.

E você, o que acha dessa história toda? Apoia Abílio ou acredita que o conflito de interesses irá dificultar a condução das duas empresas daqui pra frente? Registre seu comentário e alimente essa discussão. Até a próxima.

Foto: divulgação.

Avatar
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários