Home Comprar ou Vender Ação da B3 cai com risco de nova bolsa no RJ liderada pelo Mubadala

Ação da B3 cai com risco de nova bolsa no RJ liderada pelo Mubadala

Para analista, a proposta da Mubadala talvez seja a mais capacitada para fazer uma operação desse porte funcionar

por Gustavo Kahil
3 min leitura

As ações da B3 (B3SA3) caem quase 3% nesta sexta-feira (1º) após uma notícia revelar o interesse da Mubadala Capital, braço de gestão de ativos do fundo soberano de Abu Dhabi, de criar uma nova bolsa de valores no Brasil, com sede no Rio de Janeiro.

Segundo a notícia de O Globo, a empresa será presidida por Claudio Pracownik, ex-Ágora e Genial Investimentos. A operação está prevista para iniciar no segundo semestre de 2025.

“Embora careçamos de mais informações a respeito dessa nova operação, a notícia é negativa para B3. No início do ano passado, a Mubadala adquiriu a participação majoritária da Americas trading Group (ATG), detentora de uma plataforma de negociação eletrônica no mercado brasileiro, desde então já se ventilava que a operação poderia ocasionar em uma concorrente para a B3”, analisa a Ativa Investimentos em uma análise divulgada hoje.

Para os analistas, o ciclo de queda de juros pode ajudar o ambiente para a criação de uma concorrência, tendo em vista que há 10 dias a SL Tools também demonstrou interesse.

Desempenho das ações da B3 em 2024

“Por fim, entre todas as tentativas de concorrência, talvez a da Mubadala seja a melhor capacitada para fazer uma operação desse porte funcionar, o que traz ainda mais riscos para a B3”, conclui a Ativa.

A recomendação da corretora para a B3 é neutra, com preço-alvo de R$ 14.

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.