Home Mercados Ações cíclicas pressionam mercado chinês

Ações cíclicas pressionam mercado chinês

O índice imobiliário do CSI300 caiu 0,2%, a caminho de reverter a tendência de alta desde o final de abril

por Reuters
0 comentário

O mercado acionário da China fechou em queda nesta terça-feira pressionado por ações cíclicas, uma vez que as medidas de Pequim para levantar o setor imobiliário não conseguiram melhorar o sentimento.

O mercado de Hong Kong também teve perdas, sob o peso das ações de tecnologia.

Os papéis de metais não ferrosos negociados na China recuaram 3,3%, depois de altas nas duas últimas sessões.

O impacto das recentes medidas, incluindo os planos de compra de residências das empresas estatais locais e a remoção das restrições de compra por algumas cidades para reavivar as vendas nacionais de residências permanece incerto, observou a Fitch Ratings.

O índice imobiliário do CSI300 caiu 0,2%, a caminho de reverter a tendência de alta desde o final de abril.

As gigantes da tecnologia listadas em Hong Kong caíram 3,8%, a maior queda em um dia desde 5 de março.

No fechamento, o índice de Xangai teve queda de 0,42%, enquanto o índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, caiu 0,4%. O índice Hang Seng, de Hong Kong, recuou 2,12%.

Em Tóquio, o índice Nikkei recuou 0,31%, a 38.946 pontos.

Em Hong Kong, o índice HANG SENG caiu 2,12%, a 19.220 pontos.

Em Xangai, o índice SSEC perdeu 0,42%, a 3.157 pontos.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, retrocedeu 0,40%, a 3.676 pontos.

Em Seul, o índice KOSPI teve desvalorização de 0,65%, a 2.724 pontos.

Em Taiwan, o índice TAIEX registrou baixa de 0,16%, a 21.236 pontos.

Em Cingapura, o índice STRAITS TIMES desvalorizou-se 0,19%, a 3.307 pontos.

Em Sydney, o índice S&P/ASX 200 recuou 0,15%, a 7.851 pontos.

Dinheirama

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.