Home Mercados Ações da China caem com reforma do mercado em foco

Ações da China caem com reforma do mercado em foco

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, retrocedeu 0,47%, a 3.528 pontos

por Reuters
0 comentário

As ações da China caíram nesta quarta-feira, uma vez que os investidores não ficaram impressionados com a mais recente medida do principal órgão regulador de valores mobiliários.

A Comissão Reguladora de Valores Mobiliários da China publicou oito novas medidas na quarta-feira para aprofundar a reforma do Mercado STAR, focado em tecnologia.

As medidas foram publicadas depois que o presidente da comissão, Wu Qing, fez um discurso no Fórum anual Lujiazui, em Xangai.

Wu também disse que o órgão de fiscalização reprimirá os comportamentos inadequados do mercado.

As ações de Hong Kong se recuperaram com ganhos das empresas de tecnologia e estatais.

No fechamento, o índice de Xangai caiu 0,4%, enquanto o índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, teve baixa de 0,47%. O índice Hang Seng, de Hong Kong, subiu 2,87%.

Em Tóquio, o índice Nikkei avançou 0,23%, a 38.570 pontos.

Em Hong Kong, o índice HANG SENG subiu 2,87%, a 18.430 pontos.

Em Xangai, o índice SSEC perdeu 0,40%, a 3.018 pontos.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, retrocedeu 0,47%, a 3.528 pontos.

Em Seul, o índice KOSPI teve valorização de 1,21%, a 2.797 pontos.

Em Taiwan, o índice TAIEX registrou alta de 1,99%, a 23.209 pontos.

Em Cingapura, o índice STRAITS TIMES valorizou-se 0,07%, a 3.304 pontos.

Em Sydney, o índice S&P/ASX 200 recuou 0,11%, a 7.769 pontos.

Dinheirama

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.