Home Mercados Ações da China caem em meio a atritos comerciais

Ações da China caem em meio a atritos comerciais

Em Tóquio, o índice Nikkei recuou 0,40%, a 38.720 pontos

por Reuters
3 min leitura

As ações da China caíram nesta quinta-feira uma vez que tarifas adicionais da Europa sobre os carros elétricos chineses aprofundou as preocupações econômicas, mas as ações de Hong Kong avançaram depois que as ações dos Estados Unidos e mundiais atingiram picos recordes.

A Comissão Europeia informou às montadoras na quarta-feira que irá impor tarifas extras de até 38,1% sobre os carros elétricos chineses importados a partir de julho.

Embora os investidores tenham ignorado o anúncio – fabricantes chineses de carros elétricos, incluindo a BYD, a Li Auto e a Geely Auto, mostraram recuperação – as tarifas punitivas lembraram os investidores das crescentes tensões comerciais entre a China e o Ocidente e lançaram uma nuvem sobre as exportações chinesas.

Banner MBA BARSI

Os dados mais recentes sobre inflação mostraram que a economia da China continuou a sofrer pressão deflacionária, já que a demanda permaneceu fraca.

No fechamento, o índice de Xangai caiu 0,28%, enquanto o índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, recuou 0,51%. O índice Hang Seng, de Hong Kong, teve alta de 0,97%.

Em Tóquio, o índice Nikkei recuou 0,40%, a 38.720 pontos.

Em Hong Kong, o índice HANG SENG subiu 0,97%, a 18.112 pontos.

Em Xangai, o índice SSEC perdeu 0,28%, a 3.028 pontos.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, retrocedeu 0,51%, a 3.526 pontos.

Em Seul, o índice KOSPI teve valorização de 0,98%, a 2.754 pontos.

Em Taiwan, o índice TAIEX registrou alta de 1,19%, a 22.312 pontos.

Em Cingapura, o índice STRAITS TIMES valorizou-se 0,52%, a 3.324 pontos.

Em Sydney, o índice S&P/ASX 200 avançou 0,44%, a 7.749 pontos.

Banner MBA BARSI

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.