Home Mercados Ações da China fecham semana na mínima de 4 meses e meio

Ações da China fecham semana na mínima de 4 meses e meio

Na semana, o índice CSI300 caiu quase 1%

por Reuters
3 min leitura

As ações da China encerraram a semana em uma mínima de quatro meses e meio pressionadas pelas ações dos setores financeiro e de consumo, enquanto os investidores se preparavam para medidas do banco central do país que podem afetar o sentimento do mercado.

O banco central da China tem centenas de bilhões de iuanes em títulos à sua disposição para empréstimo e os venderá dependendo das condições do mercado, disse o banco à Reuters nesta sexta-feira, parte de um plano que os mercados veem como um esforço para esfriar o forte rali dos títulos.

O Global Times, apoiado pelo Estado chinês, pediu à UE que “mostre sinceridade” nas negociações técnicas antes de impor tarifas sobre veículos elétricos fabricados na China, depois que o bloco disse que as tarifas provisórias entrariam em vigor a partir desta sexta-feira.

No fechamento, o índice de Xangai caiu 0,26%, enquanto o índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, teve queda de 0,43%. O índice Hang Seng, de Hong Kong, perdeu 1,27%.

Na semana, o índice CSI300 caiu quase 1%.

Em Tóquio, o índice Nikkei recuou 0,00%, a 40.912 pontos.

Em Hong Kong, o índice HANG SENG caiu 1,27%, a 17.799 pontos.

Em Xangai, o índice SSEC perdeu 0,26%, a 2.949 pontos.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, retrocedeu 0,43%, a 3.431 pontos.

Em Seul, o índice KOSPI teve valorização de 1,32%, a 2.862 pontos.

Em Taiwan, o índice TAIEX registrou alta de 0,14%, a 23.556 pontos.

Em Cingapura, o índice STRAITS TIMES desvalorizou-se 0,85%, a 3.410 pontos.

Em Sydney, o índice S&P/ASX 200 recuou 0,12%, a 7.822 pontos.

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.