Home Mercados Ações da China sobem após previsão otimista do FMI sobre PIB

Ações da China sobem após previsão otimista do FMI sobre PIB

A economia da China deverá crescer 5% este ano, depois de um primeiro trimestre “forte”, disse o FMI

por Reuters
0 comentário

As ações da China encerraram em leve alta nesta quarta-feira, depois que o Fundo Monetário Internacional (FMI) melhorou suas previsões de crescimento econômico para o gigante asiático.

A economia da China deverá crescer 5% este ano, depois de um primeiro trimestre “forte”, disse o FMI nesta quarta-feira, elevando a sua previsão anterior de expansão de 4,6%.

As ações de tecnologia pressionaram os principais índices de Hong Kong para baixo, com os gigantes do comércio eletrônico Alibaba e Meituan caíram 3,5% e 5,3%, respectivamente.

No fechamento, o índice de Xangai teve ganho de 0,05%, enquanto o índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, avançou 0,12%. O índice Hang Seng, de Hong Kong, recuou 1,83%.

Em Tóquio, o índice Nikkei recuou 0,77%, a 38.556 pontos.

Em Hong Kong, o índice HANG SENG caiu 1,83%, a 18.477 pontos.

Em Xangai, o índice SSEC ganhou 0,05%, a 3.111 pontos.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, avançou 0,12%, a 3.613 pontos.

Em Seul, o índice KOSPI teve desvalorização de 1,67%, a 2.677 pontos.

Em Taiwan, o índice TAIEX registrou baixa de 0,90%, a 21.662 pontos.

Em Cingapura, o índice STRAITS TIMES desvalorizou-se 0,21%, a 3.323 pontos.

Em Sydney, o índice S&P/ASX 200 recuou 1,30%, a 7.665 pontos.

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.