Home Mercados Ações da China sobem com balança comercial e apoio do setor imobiliário

Ações da China sobem com balança comercial e apoio do setor imobiliário

O índice Hang Seng, de Hong Kong, avançou 1,22%

por Reuters
0 comentário

As ações da China fecharam em alta nesta quinta-feira depois que dados sólidos sobre o comércio de abril contribuíram para os sinais de aumento da demanda, enquanto a mais recente política imobiliária em uma megacidade também melhorou o sentimento.

As exportações e importações da China voltaram a crescer em abril, depois de terem contraído no mês anterior, sinalizando uma melhora encorajadora na demanda interna e externa.

Além disso, a metrópole de Hangzhou, no leste da China, disse nesta quinta-feira que suspenderá todas as restrições à compra de casas para fortalecer seu mercado imobiliário, aumentando a perspectiva de que outras cidades sigam o exemplo.

“As políticas do setor imobiliário estão mudando de forma significativa recentemente”, disse Zhiwei Zhang, economista-chefe da Pinpoint Asset Management.

“Uma estabilização do setor imobiliário ajudaria a impulsionar a demanda doméstica e a mitigar a pressão deflacionária.”

No fechamento, o índice de Xangai subiu 0,83%, enquanto o índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, fechou com ganho de 0,95%. O índice Hang Seng, de Hong Kong, avançou 1,22%.

Em Tóquio, o índice Nikkei recuou 0,34%, a 38.073 pontos.

Em Hong Kong, o índice HANG SENG subiu 1,22%, a 18.537 pontos.

Em Xangai, o índice SSEC ganhou 0,83%, a 3.154 pontos.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, avançou 0,95%, a 3.664 pontos.

Em Seul, o índice KOSPI teve desvalorização de 1,20%, a 2.712 pontos.

Em Taiwan, o índice TAIEX registrou baixa de 0,68%, a 20.560 pontos.

Em Cingapura, o índice STRAITS TIMES valorizou-se 0,04%, a 3.265 pontos.

Em Sydney, o índice S&P/ASX 200 recuou 1,06%, a 7.721 pontos.

Sobre Nós

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.  Saiba Mais

Assine a newsletter “O Melhor do Dinheirama”

Redes Sociais

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.