Home Mercados Ações da China fecham em mínima de dois meses em meio

Ações da China fecham em mínima de dois meses em meio

Em Hong Kong, o índice HANG SENG caiu 0,03%, a 17.936 pontos

por Reuters
0 comentário

As ações da China encerraram em baixa nesta segunda-feira, com o principal índice de referência fechando no nível mais baixo em mais de dois meses, pressionadas por uma série de dados mais fracos do que o esperado que mostraram que o setor imobiliário continua sendo um dos principais obstáculos para a economia.

O banco central da China deixou uma importante taxa de juros inalterada, como esperado, ao rolar os empréstimos de médio prazo que estavam vencendo, e drenou alguns fundos do sistema bancário.

A produção industrial de maio do país asiático ficou aquém das expectativas e a crise no setor imobiliário não mostrou sinais de abrandamento, aumentando a pressão sobre Pequim para que apoie o crescimento, embora as vendas no varejo tenham superado as previsões devido a um feriado.

Os preços das casas novas na China caíram pelo ritmo mais rápido em mais de nove anos e meio em maio, mostraram dados oficiais nesta segunda-feira, com o setor imobiliário em dificuldades apesar dos esforços do governo para controlar o excesso de oferta e apoiar as incorporadoras endividadas.

Dados de sexta-feira mostraram que os novos empréstimos bancários na China se recuperaram muito menos do que o esperado em maio e alguns dos principais indicadores monetários atingiram níveis recordes de baixa, sugerindo que a segunda maior economia do mundo ainda está lutando para se firmar.

No fechamento, o índice de Xangai caiu 0,55% e registrou o menor nível de fechamento desde 16 de abril, enquanto o índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, teve queda de 0,15%. O índice Hang Seng, de Hong Kong, recuou 0,03%. Em TÓQUIO, o índice Nikkei recuou 1,83%, a 38.102 pontos.

Em Hong Kong, o índice HANG SENG caiu 0,03%, a 17.936 pontos.

Em Xangai, o índice SSEC perdeu 0,55%, a 3.015 pontos.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, retrocedeu 0,15%, a 3.536 pontos.

Em Seul, o índice KOSPI teve desvalorização de 0,52%, a 2.744 pontos.

Em Taiwan, o índice TAIEX registrou baixa de 0,04%, a 22.496 pontos.

Em Cingapura, o índice STRAITS TIMES desvalorizou-se 0,81%, a 3.297 pontos.

Em Sydney, o índice S&P/ASX 200 recuou 0,31%, a 7.700 pontos.

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.