Home Mercados Ações europeias sobem após dados de inflação dos EUA

Ações europeias sobem após dados de inflação dos EUA

O índice pan-europeu STOXX 600 fechou em alta de 0,32%, a 518,17 pontos

por Reuters
0 comentário

As ações europeias subiram nesta sexta-feira, depois que dados mais suaves sobre a inflação dos Estados Unidos estimularam esperanças de cortes na taxa básica pelo Federal Reserve, enquanto as apostas de cortes nos juros em junho para a zona do euro permaneceram intactas, apesar de os números da inflação da região estarem mais fortes do que o esperado.

O índice pan-europeu STOXX 600 fechou em alta de 0,32%, a 518,17 pontos, mas ainda assim registrou a segunda semana de quedas, com a alta dos rendimentos dos títulos da zona do euro, espelhando seus pares dos EUA, devido às preocupações com a manutenção dos juros elevados. No entanto, o índice subiu no mês.

Os dados dos EUA mostraram que a inflação se manteve estável em abril, com o índice PCE aumentando 0,3% no mês passado e 2,7% nos 12 meses até abril.

“Os dados do PCE confirmam que os aumentos de preços não estão tão rígidos quanto se temia, mantendo as esperanças de pelo menos um corte nos juros (do Fed)”, disse David Russell, chefe global de estratégia de mercado da TradeStation.

Enquanto isso, a inflação da zona do euro aumentou em maio, um sinal de que o Banco Central Europeu (BCE) ainda enfrenta uma jornada lenta e incerta para controlar os preços.

Uma aceleração da inflação na zona do euro em maio superou as previsões em 0,1 ponto percentual, o que não é um desvio significativo que ainda deve permitir que o banco central comece a cortar a taxa de depósito, disse o formulador de política monetária do BCE Mario Centeno.

Um corte nos juros pelo BCE em junho é praticamente certo na próxima semana, segundo uma pesquisa da Reuters.

A maioria dos principais setores do STOXX 600 terminou em alta, com o de saúde na liderança com um avanço de 1,1%, embora uma queda de 1,5% nas ações de tecnologia tenha limitado os ganhos.

Em Londres, o índice Financial Times avançou 0,54%, a 8.275,38 pontos.

Em Frankfurt, o índice DAX teve variação positiva de 0,01%, a 18.497,94 pontos.

Em Paris, o índice CAC-40 ganhou 0,18%, a 7.992,87 pontos.

Em Milão, o índice Ftse/Mib teve valorização de 0,13%, a 34.492,41 pontos.

Em Madri, o índice Ibex-35 registrou baixa de 0,14%, a 11.322,00 pontos.

Em Lisboa, o índice PSI20 valorizou-se 0,46%, a 6.870,81 pontos.

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.