Home Investimentos Ações – Ganhe na baixa usando travas com opções de compra

Ações – Ganhe na baixa usando travas com opções de compra

por Leandro Martins
3 min leitura

Ações – Ganha na baixa usando travas com opções de compraHoje disponibilizo mais um artigo relacionado ao importante ato de estudar as alternativas de investimentos em ações[bb] e com isso aprender que também é possível realizar operações interessantes em momentos de baixa e alta volatilidade. O texto de hoje trata do uso de travas em opções de compra.

O que são opções?
Opções são direitos negociados, de compra ou de venda de uma ação, com preços e prazos já estabelecidos. Pelo direito de comprar ou venda uma ação em uma data futura (por exemplo, no mês seguinte) deve-se pagar um valor, o chamado “prêmio”. Ou seja, opções são contratos entre compradores e vendedores.

Contratos estes que dão a compradores ou vendedores direitos, mas não a obrigação de comprar ou vender o ativo negociado em uma data futura. Contudo, opções são ativos derivativos, ou seja, que têm seu valor em função do ativo à vista. Um exemplo: a opção da Petrobrás varia seu valor em função da ação da Petrobrás.

Opção de compra (call em inglês)
A opção de compra concede ao titular o poder de exercer a compra da ação na data pré-estabelecida, no preço acordado, se este for atraente ao titular.

Exemplo: O detentor da opção PETRA40 exercerá o direito de compra de PETR4 apenas se em 18 de janeiro (terceira segunda-feira do mês) a ação estiver abaixo do preço do exercício. Assim ele pode comprar mais barato e vender a preço de mercado[bb], realizando lucro. Caso contrário, será preferível comprar a mercado – caso em que a ação estará mais barata que o de seu contrato.

Preço do prêmio de uma opção: valor intrínseco e o valor do tempo. O preço do prêmio de uma opção é determinado pela oferta e demanda, mas segue uma lógica racional de acordo com a tendência do preço à vista da ação objeto e apresenta o valor intrínseco e o valor do tempo.

  • Valor intrínseco: valor obtido pela diferença entre o preço de exercício da opção e o preço à vista da ação objeto;
  • Valor do prêmio: o prêmio de uma opção é teoricamente maior que o valor intrínseco, pois há a expectativa de valorização da ação, além de uma remuneração pelo risco da operação.

No entanto, ao se aproximar da data de vencimento da opção, tal expectativa de valorização é reduzida e, com isso, o prêmio da opção converge para o valor intrínseco. Quando a opção não possui valor intrínseco, a opção “vira pó” na data de seu exercício, ou seja, passa a custar um centavo. Após a data de vencimento, as opções não exercidas não apresentam qualquer valor.

Como Operar opções?
Opções são compradas e vendidas normalmente através do sistema home-broker de sua corretora. Para operar com opções, você envia ordens no home-broker como se as opções fossem ações de empresas, exceto que as opções têm código de negociação diferente. Segue a seguir legenda com as letras correspondentes aos diferentes meses de vencimento:

Tabela e Legenda - Opções

Exemplo: PETRA40 representa uma opção de compra com exercício em janeiro (na terceira segunda-feira do mês) e preço da ação a R$ 40,00.

Como ganhar com a queda de ações operando opções de compra?
Caso sua análise aponte para a queda de uma ação, você venderá uma opção de compra com o objetivo de ganhar o prêmio. Não entendeu? Veja um caso prático.

Imagine ações da Vale a R$ 50,00 com indicação de queda. O que pode acontecer:

  • Venda da opção da VALEE50 a R$ 2,00, registrando ganho R$ 2,00 por ação se a ação cair;
  • Caso a ação suba a R$ 60,00, por exemplo, o prejuízo estará em R$ 10,00 menos o valor recebido como prêmio de R$ 2,00. Perda de R$ 8,00.

Para não ter o risco ilimitado, é importante que o investidor[bb] compre a opção de strike superior para limitar sua perda em caso da alta da ação. Entenda a ação correta do investidor através da operação estruturada abaixo:

  1. Venda da opção VALEE50 a R$ 2,00;
  2. Compra da opção VALEE52 a R$ 0,75;
  3. Ganho de R$ 1,25 por ação se a ação cair.
  4. Caso a ação suba a R$ 60,00, por exemplo, o prejuízo estará em R$ 2,00 menos o valor recebido como prêmio de R$ 1,25. Perda de R$ 0,75.

Durante a semana voltarei com novo artigo mantendo a mesma didática e interesse em demonstrar práticas eficientes para realizar lucros também em momentos de baixa e maior volatilidade. Bons investimentos!

Crédito da foto para freedigitalphotos.net.

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.