Home Economia e Política Aeronaves comerciais e veículos motorizados elevam encomendas à indústria nos EUA

Aeronaves comerciais e veículos motorizados elevam encomendas à indústria nos EUA

Em março, os pedidos de aeronaves comerciais subiram 30,6%, depois de terem aumentado 15,6% em fevereiro

por Reuters
0 comentário

As novas encomendas de produtos manufaturados nos Estados Unidos aumentaram de forma sólida em março, impulsionadas pela demanda por aeronaves comerciais e veículos motorizados, mas os ganhos em outros setores foram moderados.

As encomendas à indústria aumentaram 1,6% depois de avanço de 1,2% em fevereiro, informou o Departamento de Comércio nesta quinta-feira. O resultado ficou em linha com as expectativas dos economistas.

Em março, os pedidos subiram 0,3% em relação ao ano anterior. Excluindo o setor de transportes, houve alta de 0,5% em março.

A manufatura, que responde por 10,4% da economia dos EUA, continua limitada pelos aumentos totais de 525 pontos-base na taxa de juros pelo Federal Reserve desde março de 2022.

Uma pesquisa do Instituto de Gestão de Fornecimento na quarta-feira mostrou que seu PMI de manufatura caiu para o território de contração em abril, após uma recuperação de curta duração em março.

Na quarta-feira, as autoridades do Fed mantiveram a taxa de juros na faixa atual de 5,25% a 5,50%, onde está desde julho.

Em março, os pedidos de aeronaves comerciais subiram 30,6%, depois de terem aumentado 15,6% em fevereiro. As encomendas de carrocerias, peças e reboques de veículos automotores tiveram alta de 1,1%.

Os pedidos de transporte em geral subiram 7,8%, depois de terem avançado 1,7% em fevereiro.

As encomendas de maquinário caíram 0,1%. Os pedidos de computadores e produtos eletrônicos aumentaram 0,7%, enquanto os de equipamentos elétricos, aparelhos e componentes não sofreram alterações.

Sobre Nós

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.  Saiba Mais

Assine a newsletter “O Melhor do Dinheirama”

Redes Sociais

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.