Hoje eu quero abordar algumas dicas que poderão ajudar você a descobrir como utilizar melhor o seu tempo e se transformar em uma pessoa produtiva, aplicando técnicas poderosas, mesmo sem ser um expert em gestão do tempo.

Imagine que seu dia de trabalho possui 8 horas e que o valor da sua hora é R$ 10,00. Sendo assim, pense que um dia produtivo é aquele em que você fez tudo o que tinha que fazer no seu trabalho e na vida pessoal; ou seja, trabalhou pelas suas metas, cuidou da sua família, praticou uma atividade física, estudou e descansou um pouco.

Neste dia você realmente utilizou as 8 horas de trabalho de forma produtiva e ainda usou as demais horas do seu dia para focar nas suas metas, no que é importante para você. Pensando nas 8 horas de trabalho, isso daria um total de R$ 80,00 por dia.

Agora vamos colocar alguns fatores. Imagine que nesse dia ocorreram os seguintes episódios:

  • Duas reuniões não produtivas de 1 hora cada (total desperdiçado de 2 horas = R$ 20,00);
  • Cinco Ligações de 12 minutos que interromperam seu trabalho (total desperdiçado de 1 hora = R$ 10,00);
  • 30 paradas de 1 minuto para verificar as redes sociais (total desperdiçado 0,5 hora = R$ 5,00);
  • 6 paradas para tomar café e bater papo de 5 minutos (total desperdiçado 0,5 hora = R$ 5,00);
  • 6 paradas de 5 minutos para ler e responder o e-mail pessoal (total desperdiçado 0,5 hora = R$ 5,00).

Obviamente que, dependendo do seu cargo, você não tem apenas duas reuniões por dia, tem 4 ou 5; e não recebe apenas 5 ligações, recebe umas 20 não é mesmo? Pois é, vamos agora somar a quantidade de horas que gastamos, ou melhor, que jogamos no lixo com as atividades acima: 4,5 horas. Valor “gasto”: R$45,00.

Isso significa que 56% do seu dia de trabalho foi consumido por aquilo que chamamos de ladrões do tempo, considerando que seu dia de trabalho tem 8 horas (imagine se valor de sua hora estiver na faixa de R$ 200,00 ou mais).

Aí você pode me perguntar: “Mas, Fabiano, então eu não posso fazer uma pausa para tomar café? Não posso ver meu smartphone, minhas redes sociais?”.

Pode! É lógico que pode! Só responda para você mesmo o quanto isso agrega valor na sua vida, o quanto essas atividades estão relacionadas com suas metas e objetivos pessoais e profissionais e qual o retorno efetivo que você tem investindo 56% do seu dia nos ladrões do tempo.

Com base nessa sua resposta, você poderá melhorar seu equilíbrio entre horas investidas em você e horas investidas nos ladrões do tempo. Algumas dicas para lidar com esta situação:

  • Reuniões não produtivas: evite ao máximo participar de reuniões que você sabe que não agregam nada. Procure as pessoas e converse pessoalmente, antes das reuniões. Utilize também as melhores práticas para conduzir uma reunião produtiva;
  • Ligações: durante reuniões ou tarefas que exigem alta concentração, desligue o celular. Desabilite notificações para evitar as distrações. Sempre que possível, deixe apenas no modo “vibra”, para que você e seus amigos de trabalho não sejam interrompidos;
  • Redes sociais e mensagens: controle aquele impulso de olhar o smartphone a cada um minuto. De novo, responda para você mesmo: o que isso tem a ver com suas metas e objetivos pessoais e profissionais? Com base nessa resposta, aplique o equilíbrio. Defina, por exemplo, 5 minutos pela manhã e 5 minutos pela tarde para verificar suas mensagens e redes sociais. Outra dica é remover todo tipo de aplicativo desnecessário do seu smartphone;
  • Café: use esses momentos de forma inteligente. Sabemos que a cada uma ou duas horas é importante fazer uma pausa, tomar uma água e oxigenar o cérebro. Portanto, use esse tempo de forma inteligente, para recarregar suas baterias;
  • E-mails: sempre que possível, trabalhe com a caixa de e-mails fechada. Defina períodos do seu dia para abrir e responder os e-mails. Organize sua caixa de e-mail em pastas, tenha uma assinatura para se identificar devidamente. E uma dica que vale ouro: se a pessoa senta do seu lado, ou na sua frente, e você precisa falar com ela, não mande e-mail. Levante e fala pessoalmente. Isso economiza tempo, e já que estamos falando em gestão de tempo, qualquer segundo que você ganhar será bem-vindo.

Estas dicas com certeza ajudarão você a alcançar o equilíbrio tão desejado entre a sua vida pessoal e profissional, sem prejudicar seu tempo e seu desempenho. Convido você a conhecer meu portal, o E-VOLV.ME, em que abordo estas questões de forma mais profunda e detalhada, inclusive com vídeos e cursos.

Muito obrigado, forte abraço e até a próxima!

Foto “Wasting time”, Shutterstock.

Avatar
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários