Home Economia e Política Alckmin defende “reconquista” de comércio regional do Brasil com países vizinhos

Alckmin defende “reconquista” de comércio regional do Brasil com países vizinhos

Alckmin comparou o fluxo comercial entre os países da América Latina, muito abaixo do registrado

por Reuters
0 comentário
Alckmin comparou o fluxo comercial entre os países da América Latina, muito abaixo do registrado (Imagem: Reprodução/Jefferson Rudy/Agência Senado)

O vice-presidente e ministro do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços, Geraldo Alckmin, defendeu nesta segunda-feira a intensificação do comércio no âmbito regional e que o Brasil “reconquiste” países vizinhos, para onde vende produtos de maior valor agregado.

Alckmin comparou o fluxo comercial entre os países da América Latina, muito abaixo do registrado, por exemplo, entre os integrantes da União Europeia ou entre Canadá, Estados Unidos e México.

“Nós temos que reconquistar os vizinhos, a América Latina. E é para onde a gente vende produto de valor agregado: carro, caminhão, eletrodoméstico”, disse o vice-presidente, em cerimônia de lançamento da Política Nacional de Cultura Exportadora.

“O mundo é globalizado, mas o comércio ele é intraregional”, afirmou Alckmin.

O vice-presidente aproveitou para explicar que a política lançada nesta segunda-feira terá as pequenas empresas como um dos focos.

A política tem o objetivo de aprimorar as políticas públicas relacionadas ao comércio exterior para facilitar a inserção das empresas no mercado internacional.

Sobre Nós

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.  Saiba Mais

Mail Dinheirama

Faça parte da nossa rede “O Melhor do Dinheirama”

Redes Sociais

© 2023 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.