Terminadas as eleições, é hora de olhar com o devido carinho e atenção a economia real, de inflação flertando com o teto da meta e de déficit primário elevado (despesas do governo maiores que as receitas). Nesta quarta-feira, o Banco Central (BC) decidiu elevar a taxa básica de juros, a Selic, para 11,25%, dando um claro sinal de que o governo pretende “comprar a briga” da inflação com mais seriedade.

E daí? Em que isso tudo muda a sua vida? Os empréstimos ficarão mais caros? Investir na renda fixa ficará melhor? Como se preparar para um cenário de juros mais elevados? O que isso realmente significa em termos cotidianos? Nós recebemos muitas dúvidas sobre isso durante estes dias e pretendemos respondê-las.

A partir das diversas perguntas que recebemos, separamos as três que resumem os questionamentos manifestados pela maioria dos leitores:

  • “Em geral, o que quer dizer essa elevação da Selic para 11,25%? Empréstimos ficarão mais caros? Investir em renda fixa vai ficar melhor?” (Beatriz Resende, Rio de Janeiro)
  • “A alta na taxa de juros (Selic) anunciada nesta semana muda as taxas oferecidas pelo Tesouro Direto? Como aproveitar a taxa mais elevada ao escolher títulos públicos?” (Thiago Gomes, São Paulo)
  • “Muitos especialistas dizem que a economia brasileira crescerá pouco e que 2015 também será de baixo crescimento. O momento é ideal para investir nos títulos públicos ou é melhor esperar?” (Renata Faria, Belo Horizonte)

Para nos ajudar com as respostas, conversei com os amigos André Moraes e Caroline Guedes, ambos da Rico.com.vc, e pedi que eles nos explicassem em detalhes estes pontos. O vídeo ficou bem bacana, simples e didático, e foi gravado especialmente para você, leitor do Dinheirama.

Acompanhe as respostas dadas pelo André e pela Carol:

Juros altos, mais oportunidades no Tesouro Direto

Como você percebeu ao assistir ao vídeo, o aumento dos juros é ruim para quem gosta de pegar dinheiro emprestado, mas é excelente para quem deseja investir sem correr riscos. Neste caso, o Tesouro Direto é uma excelente oportunidade para o momento. Não se trata de propaganda, nem tampouco de oferta de produto, mas de conhecimento compartilhado e prestação de serviço. No meu entender, Tesouro Direto é um investimento que todo brasileiro deveria ter. Simples assim.

Já falamos sobre este investimento em outras ocasiões (clique abaixo):

Obrigado e até a próxima!

Foto “3D graphics”, Shutterstock.

Conrado Navarro
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários