Home Empresas Americanas está inadimplente com a CVM, revela relatório

Americanas está inadimplente com a CVM, revela relatório

No documento, a SEP alerta os investidores e o público em geral sobre a importância de considerarem essas informações em suas relações com as companhias citadas ou em suas decisões de investimento

por CVM Notícias
3 min leitura

A Superintendência de Relações com Empresas (SEP) da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) divulga hoje, 3/7/2024, documento contendo o nome de oito companhias abertas consideradas inadimplentes, por não enviarem à Autarquia, há no mínimo três meses, pelo menos um dos seguintes documentos periódicos:

  • Formulário de Demonstrações Financeiras Padronizadas (DFP)
  • Formulário de Informações Trimestrais (ITR)
  • Formulário de Referência (FRE)

Na lista constam as companhias abertas que não apresentaram, até a data de hoje, os documentos acima mencionados, com vencimento de entrega anterior a 2/4/2024. São elas:

  • 2W ECOBANK S.A.
  • AMERICANAS S.A. – EM RECUPERAÇÃO JUDICIAL
  • ANEMUS WIND HOLDING S.A.
  • AUZZA SECURITIZADORA S.A.
  • CIA TECIDOS NORTE DE MINAS COTEMINAS – EM RECUPERAÇÃO JUDICIAL
  • CIA TECIDOS SANTANENSE – EM RECUPERAÇÃO JUDICIAL
  • SPRINGS GLOBAL PARTICPAÇÕES S.A. – EM RECUPERAÇÃO JUDICIAL
  • UNIGEL PARTICIPAÇÕES S.A.

Fique atento

No documento, a SEP alerta os investidores e o público em geral sobre a importância de considerarem essas informações em suas relações com as companhias citadas ou em suas decisões de investimento.

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.